Prisões de religiosos na China – Agência Lusa apoia tortura de detidos

Página 23, caderno principal do Expresso:”Pequim, que só permite manifestações religiosas no âmbito das igrejas aprovadas e controladas pelo Estado, tem uma longa história de repressão de liberdade de culto. O Governo prende e tortura regularmente padres e fiéis das igrejas clandestinas mas, desta vez, parece ter razão“. Assim termina um artigo do jornalista Rui Boavida, da Agência Lusa, sobre as novas seitas religiosas que exploram e roubam crentes ingénuos, na China. Percebi bem? O jornalista, ainda por cima de uma agência noticiosa, acha bem e apoia o facto de o Governo chinês prender e torturar padres e fiéis de igrejas não oficiais?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: