Escoceses cobardes – Scottish cowards (*)

Um grupo de escoceses cobardes, que pertencem à organização do Festival de Cinema de Edinburgh, avisou um realizador israelita de que não deveria estar presente, quando da projecção do seu filme, devido à situação no Médio Oriente. “As coisas eão bastante complicadas, por aqui e deixámos que fosse ele a decidir”, revelou uma das cobardes, porta-voz do festival. O extremismo dos terroristas muçulmanos e seus simpatizantes europeus já começa a destruir a nossa Liberdade. Senão, reparem como o presidente da Câmara de Paris decidiu proibir biquinis comm fio dental e topless, nas praias artificiais junto ao rio Sena, numa atitude servil para com os islamitas franceses, que contestam os direitos mais elementares dos Europeus.

(*) – To make this blog more accesible, I’ll try to put a few phrases in English, resuming the content of my posts. This one, is just a reference to those Scottish cowards that are in charge of Edinburgh film festival. They warned a israeli film director about the risks of being present at the festival because of the Middle East conflict. Like the mayor of Paris that issued a prohibition for topless women and brazilian-styled bikinis, in the artificial beaches of Sena river, they are just colaborators of the muslim fundamentalists, willing to destroy our Rights and Freedom.

3 Responses to Escoceses cobardes – Scottish cowards (*)

  1. LOUIS XVI diz:

    No caso da posição do presidente da câmara de Paris até é compreensível sendo que Bertrand Delanoe é assumidamente invertido…mais um caso em que os extremos se tocam…

  2. Não me parece que seja essa a razão, meu caro. A verdade é que os ‘preferidos’ do Bertrand Delanoe também usam fio dental. Aquilo que se sabe – mas que a Imprensa francesa faz de conta que não sabe – é que houve um enorme pressão e muitas ameças por parte das associações muçulmanas para que não fosse autorizada essa exibição carnal. A propósito: a homossexualidade foi (e é…) amplamente praticada, entre os árabes. Leia-se esse clássico fabuloso, As 1001 noites e percebe-se que um rapazinho marchava sempre bem, em Damasco ou Riade. Já com mulheres, a coisa é mais complicada. aliás, Delanoe é de origem tunisina…

  3. LOUIS XVI diz:

    Tem razão máquina, efectivamente o aspecto deslavado e sujo dos barbudos também esconde uns gostos muito ligeiros como referiu, mais um exemplo disso foi Maomé II que tomou Bizâncio no séc. XV.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: