Agradecimentos e algumas observações dirigidas à cáfila de Esquerda

Agradecimentos, claro, ao Paulo Querido, pelas simpáticas palavras deste post. Embora as ache exageradas. Obrigado. As observações são dirigidas à cáfila de Esquerda. Apenas à cáfila, não a toda a Esquerda. Admitindo, como bom Democrata, a diversidade de opiniões, aceito com maior dificuldade a imbecilidade. Na Esquerda, encontro pessoas que pensam, reflectem, que têm posições e que as baseiam em argumentos. Mas são poucas. O efeito disciplinador da industrialização do pensamento, resquício do Marxismo-Leninismo, deixou herança pesada, na Esquerda: a cáfila.

E quem é a cáfila de Esquerda? É aquela multidão salivante que abdicou de cérebro ao descobrir uma ideologia que rejeitava a evolução das espécies. Entusiasmada com a perspectiva de obrigar o Champalimaud a ser tão pobre como ela, essa cáfila perfilou-se a cantar “Força, força, camarada Vasco, nós seremos a muralha de aço” pouco depois de ter aplaudido delirantemente o sr. Presidente do Conselho de Estado, professor Marcello Caetano, na sua última aparição pública antes do dia 25 de Abril. Muitos dos que agitavam as extremidades dos membros superiores, nessa final da Taça de Portugal, se a memória não me falha, estavam no célebre comício de Almada, onde o ‘camarada Vasco’ teve um dos seus últimos vómitos.

Essa cáfila de Esquerda procura emprego e sinecura, rendimento e gamela, proclamando, en passant, que vai resolver os problemas do mundo. A Esquerda acredita na cegonha que traz os bébes de Paris e na bondade natural do ser humano. A cáfila de Esquerda não acredita, apenas tem apetite. E como os bacorinhos que se atropelam mal o agricultor despeja o balde de restos, a cáfila de Esquerda arranha, empurra, morde, espezinha, dá com o ombro, passa rasteiras e grita “fascista”, apontando o dedo a todo aquele que não se arrume, subserviente, atrás de si na fileira para o grande banquete.

A cáfila de Esquerda nunca esteve no Poder e já não tem o Champalimaud para odiar. Não pode substituí-lo pelo Belmiro de Azevedo, porque o pai era carpinteiro. Mas continua a achar que, perante um milionário, a melhor atitude é exigir-lhe que divida o dinheiro resultante do seu esforço, inteligência e capacidade. Claro que também exige que essa divisão seja feita por ela, pela dita cáfila. Que, quando parte e reparte, normalmente fica com a melhor parte. Para essa cáfila, que aí continua, actuante e latejante, autêntico abcesso pronto a lancetar, uma última recomendação: leiam “O Triunfo dos Porcos”. Lamento, mas não há em banda desenhada nem em vídeo. Vão ter mesmo que ler, se quiserem saber o porquê desta recomendação.

9 Responses to Agradecimentos e algumas observações dirigidas à cáfila de Esquerda

  1. Benito diz:

    Ogajo era presidente do Conselho de Ministros, ó palhaço. Deves ter uma vida muito triste.

  2. João M. diz:

    Curioso como um esbirro comunista acusou logo o toque apenas para apontar um pormenor de somenos importância, mas bem revelador de quão atolados no passado vive a, aqui muito bem denominada, cáfila de esquerda, orfã de causas e de motivos para perpetuarem a sua abjecta passagem pelo planeta.

  3. Meu caro Benito: a sua inclusão no património genético da Humanidade é, sem dúvida, um factor de regressão. Espero sinceramente que você não se reproduza.
    Iria acrescentar que os seus pais podiam ter feito melhor, em matéria da educação que lhe deram. Mas, pensando na enorme desilusão que os seus pais tiveram, quando você nasceu e cresceu, tenho que os desculpar. Coitados.

  4. Orlando diz:

    Um exemplo de “esquerda caviar”: aqui.

  5. Sou de esquerda. Toda a vida o fui. Estamos, enquanto europeus, confrontados com um problema, que ultrapassa as fronteiras entre esquerda e direita, que é a ameaça destes grupos de islamico-fascistas, que paulatinamente estão a invadir o espaço democrático e a impor os seus valores fundamentalistas.
    Na questão Isrealita / Hezbolla, não podemos ter dúvidas. Entre um grupo fundamentalista/fascista, eu escolho o Estado democrático de Israel.
    Isto é que a esquerda caviar e outra, assim como alguma direita anti-semita, tem de compreender. O nosso futuro também passa pelo sucesso, ou insucesso, de Israel na luta contra esta gente.

  6. João M. diz:

    caro carlos Alberto, essa do islamo-fascismo parece-me um tanto paradoxal, ainda para mais vindo de um homem dito de esquerda. Passo-me a explicar, o Islão, á semelhança do Cristianismo é uma religião universalista, assente no principio da igualdade, ao contrário do fascismo, que é nacionalista e anti-igualitário. já o comunismo é universalista, afinal o internacionalismo é hoje como no passado uma das bandeiras da esquerda. Ainda assim, mesmo que queira comparar a intolerância do islão com o fascismo pelo seu carácter totalitário, parece-me ainda mais correcto se o comparar-mos com o comunismo, também ele totalitário e também ele dissimulado, ou seja, à semelhança do comunismo, que nunca admitiu ser anti-democrático, dissimulando-se no poder popular, também o islão se diz tolerante e respeitador dos demais, quando sabemos perfeitamente que isso é apenas retórica dissimuladora.
    Posto isto, o que o Sr. deveria ter escrito islamo-comunismo, islamo-esquerdismo e não islamo-fascismo.

  7. Sr. João M.
    Agradecido pela lição ideológica. Para mim Comunismo ou Fascimo, são a cara e a coroa da mesma moeda da intolerância e do totalitarismo. Posto isto e face aos esclarecimentos, altero o que escrevi:
    “Na questão Isrealita / Hezbolla, não podemos ter dúvidas. Entre um grupo fundamentalista/fascista/comunista (seleccione a que lhe der mais jeito), eu escolho o Estado democrático de Israel.”

  8. eu a chei muito idiota
    não era o que eu queria
    espero que da poxima vez que eu vier canhecer esse siti esteje melhor!!!!!!!!!!!!!

    beijos da fofa
    da cris!

    good bye

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: