A consciência moral da Esquerda alemã serviu nas Waffen SS

O prémio Nobel Gunter Grass confessou ter servido nas Waffen SS, durante cerca de um ano. Dois pormenores da sua história parecem-me pouco consistentes. Primeiro, a alegação de que foi incorporado e não se voluntariou para aquele corpo de élite. Segundo, a afirmação de que nunca disparou um tiro. Quanto à primeira, há-de haver gente viva que a esclareça. Sobre a segunda,basta o rídiculo da própria afirmação. Grass fez parte de uma unidade de blindados, a 10th SS Panzer Division Frundsberg. O tanque de cuja tripulação fazia parte nunca disparou um tiro? Andou um ano a passear pela frente de combate?

3 Responses to A consciência moral da Esquerda alemã serviu nas Waffen SS

  1. João M diz:

    O velho aldrabão… (desculpe, queria escrever alemão), chegou a um ponto tal que, na falta de originalidade e criatividade para escrever, decidiu chamar a atenção com essa patranha. No mínimo é ridiculo e sem qualquer consistência ou factualidade histórica.

  2. Pois. Além disso, é preciso vender o próximo livro. De Esqauerda, sim, mas estúpido, não.

  3. Vera diz:

    Andou a experimentar as máquinas! A dançar ao ritmo dos canhões que se viravam, tipo holofotes de festas rave..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: