A voz de um profeta – Alexander Solzhenitsyn, Harvard, June 1978

“Political and intellectual bureaucrats show depression, passivity and perplexity in their actions and in their statements and even more so in theoretical reflections to explain how realistic, reasonable as well as intellectually and even morally warranted it is to base state policies on weakness and cowardice.(…) Should one point out that from ancient times decline in courage has been considered the beginning of the end?”

– Discurso profético de Alexander Solzhenitsyn, em Harvard, junho de 1978. Há quase 30 anos. Outro texto cuja (re)leitura se recomenda.

2 Responses to A voz de um profeta – Alexander Solzhenitsyn, Harvard, June 1978

  1. DLM diz:

    É sempre patetico o definhar de uma civilização em direcção à morte. O declinio da coragem em solo europeu tem sido um triste espectaculo

  2. Maquiavel diz:

    O profeta Solzhetitzin nem sempre foi um gajo porreiro, especialmente quando decidiu ir lamber as botas ao grande humanista Pinochet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: