Quem te avisa teu inimigo é (II) – Prémio mais-dhimmi-que-eu-é-difícil para o Francisco Camacho

Já aqui referi recentemente essa figura ímpar da religião do “Mata!Mata“, o “intelectual” Yossuf Adamgy, editor da revista Al-Furqán, defensor da lapidação de mulheres adúlteras, como se esclarece n’ A Origem das Espécies, especialista da taqiyya e editor português do neo-nazi David Duke. No mesmo post lembrei alguns portugueses cuja recente expressão pública de submissão à religião-que-defende-o-assassínio-religioso mais me enojou. Gente como a Teresa de Sousa, o José Vítor Malheiros e a Faranaz Keshavjee – uma raça nascida para agradar a quem os ameaça, atacar a quem os protege e envergonhar a quem os tem como compatriotas.

Falta acrescentar um, que só agora detectei, em leitura atrasadas: Francisco Camacho, director da revista NS, do grupo Oliveira (Do Joaquim, não do António..). Com a originalidade de defender uma Liberdade de Expressão com vários níveis, inversamente proporcional à responsabilidade e posição hierárquica: “E se todos os responsáveis das grandes instituições têm a sua liberdade de expressão seriamente limitada, mais ainda terá o Papa, sobretudo numa altura em que a religião é um terreno minado e o confronto declarado em nome da Fé o objectivo perseguido pelos terroristas”.

Tese original, sem dúvida. Esta, merece o prémio “Mais-dhimmi-que-eu-é-difícil“. Bem haja, Francisco Camacho, por tão distinta contribuição para o legado europeu de valores e princípios, em matéria de Direitos e Liberdades Fundamentais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: