Homossexualidade e Ciência – Como distorcer factos com base em dados científicos

Em todo o mundo, há cerca de 45 mil espécies de vertebrados. Será um raciocínio cientificamente válido considerar que características detectadas em 450 espécies (uns insignificantes 1 POR CENTO…) são estatisticamente significativas? Bem, de acordo com um investigar norte-americano, o facto de alegadamente terem sido detectados comportamentos passíveis de ser classificados como homossexuais em 450 espécies de vertebrados, é suficiente para afirmar que as práticas homossexuais são normais e naturais, nos animais vertebrados. Certo. O esforço que se faz para tentar parecer normal é que não me parece normal.

61 respostas a Homossexualidade e Ciência – Como distorcer factos com base em dados científicos

  1. Ana diz:

    (…) A homosexualidade é um tema tabu em pleno século XXI… E para mim, o que é normal é não aceitar as diferenças dos outros e achar que os nossos comportamentos é que são correctos…

    Mas realmente 1% não é assim tão significativo, não….

  2. Fernando Alves diz:

    E resta acrescentar que, nos animais, esses comportamentos estão normalmente associados a dinâmicas de grupo, como por exemplo a submissão em relação a um líder.

  3. Exacatamente, meu caro Fernando Alves. Tratou-se de um pormenor que me esqueci de referir.
    Minha cara Ana, aceito a existência da homossexualidade e não me incomodam as pessoas que assumem isso, sem alardes nem plumas. Abomino os participantes em coisas como as marchas gay. Agora, não me digam que é normal ser-se homossexual. Se fosse normal, porque razão não somos todos?

    • Nossa, quanta ignorância! Porque não somos todos negros? Porque não somos todos ricos? Porque não somos todos calmos ou irritados? Então o normal é tudo aquilo que todas pessoas são? Então é anormal você não ter o olho escuro, pois a maioria não tem! Affe!

      • BODERO diz:

        Ora Sr Boy Blogger! Está se tratando de comportamento. E vc mensiona condição? O que tem uma coisa com a outra??!!

  4. Nuno Santos diz:

    Acho que comparar relações homossexuais humanas com as restantes animais não é justo.
    Como já foi dito, nos animais esses comportamentos estão maioritariamente associados a dinâmicas de grupos. E não seria de esperar outra coisa, visto que os animais têm como objectivo principal, para não dizer da maior parte seu único, a procriação da especie.
    Nos humanos, salvo seja, relacionamo-nos não só com esse intuito. Eu sou bissexual, e quando estou à procura de uma relação posso lhe garantir que o sexo não é a única coisa que procuro. Nem muito menos pode ser um acto inserido numa dinâmica de grupo.
    Mente humana é muito mais complicada e vasta para a compararmos a uma simples lista de vertebrados.
    Já o outro dizia, quando estou com um homem sinto proteção, com uma mulher sinto poder..
    Ora bem, admito que quando acontece uma mente procurar a proteção num corpo de homem possa ser considerado diferente da maior parte das outras mentes.
    Contudo, e acreditanto na justificação genetica para isto tudo, não me sinto bem, já que por meios me sinto inserido no alvo aqui falado, ser considerado um “a”normal!
    Percebi o seu ponto de vista, mas acho que não deve ser falado dessa forma, assim falavamos também dos defecientes fisicos que também sofrem de deformações geneticas. Enfim, se procurarmos o mapa genetico perfeito….nunca mais lá chegamos..
    Natureza cria tal facto e assim o permite. Mesmo na nossa raça. Aceitemos, não vale a pena querer se superiorizar aos outros nesse sentido.
    Aproveito para dizer que gosto muito do seu blog.
    Cumprimentos

  5. Nuno diz:

    “Percebi o seu ponto de vista, mas acho que não deve ser falado dessa forma, assim falavamos também dos defecientes fisicos que também sofrem de deformações geneticas.”

    E de facto, é assim que se fala dos deficientes: com a palavra “deficiente”.

    “Natureza cria tal facto e assim o permite.”

    A natureza cria muitos factos, também cria autistas ou mongoloides. Isso não significa que não sejamos capazes de distinguir entre os factos normais e os anormais, entre os comuns e os incomuns.

    De qualquer maneira, o que interessa neste post é a conclusão: “O esforço que se faz para tentar parecer normal é que não me parece normal.”

  6. A Natureza também comete erros. Eu considero que o comportamento sexual que é largamente maioritário deve ser classificado como normal ou natural. O comportamento homossexual não é normal, neste sentido – não ser o comportamento largamente maioritário. Neste ordem de conceitos, não tenho uma noção perjorativa do comportamento homossexual. Excepto daqueles que participam nas espampanantes marchas gay, que são, obviamente, exibicionistas – um desvio comportamental que já entra no domínio do distúrbio mental. Não discrimino hmossexuais, em termos profissionais, mas discordo da adopção por casais homossexuais. Espero que o lobby gay me permita ter uma opinião diferente sobre o assunto, sem me insultar por causa disso…

  7. P.S. – Longe de mim qualquer noção de superioridade por ter (ou não ter…) esta ou aquela orientação sexual! Só gostaria que os homossexuais admitissem a existência de heterossexuais com a mesma tranquilidade com que eu aceito a existência de homossexuais. O que me repugna é o exibicionismo sexual e a militância fanática de alguns, que tentam, de todas as formas, obrigar-nos a aaceitar que ser homossexual é normal. Não é. Se fosse normal, éramos todos homossexuais. Mas não somos. Só uma minoria é que o é.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Queria ver alguém usar esse argumento nos dias de hoje! Se for pensar assim, os anormais são os heterossexuais!

      • BODERO diz:

        Tenho sensatos amigos gays que não acham que o mundo perfeito seria um mundo homossexual. Agora sempre um ou outro radical como você que torna o nosso meio mais preconceituoso por ter uma postura estúpida e ignorante como as que você tem postado.

  8. Orlando diz:

    O que está no âmago desta falácia do Nuno é a ideia de que uma pessoa “real” não é a realidade física e biológica tal qual a tua ou a minha; a pessoa real [nessa falácia] é a consciência, que habita um corpo. A pessoa “real” não é a “carne”, mas a consciência que habita a carne.
    Isto sim, só o humano pode inventar. O que não significa que seja normal, porque o ser humano inventa muitas outras coisas que não são normais, isto é, que não estão de acordo com o normativo e ordem natural das coisas.

  9. Nuno diz:

    Mas qual falácia?! A natureza cria muita coisa e não é o simples facto de essa muita coisa existir que faz dela normal. Se assim fosse, a claustrofobia, por exemplo, e pelo simples facto de existir, também deveria ser considerada normal.

  10. Nuno diz:

    Só percebi agora que outro comentador lá de cima também assina Nuno 😛

  11. Nada de confusões, Nuno…

  12. para quê o preconceito em relação aos homossexuais?são humanos como nós… já pensaram em como seria o mundo se tivessemos as mesmas opções? axo que só haveriam desentendimentos….todos diferentes todos iguais… é o que dizem

  13. Não se trata de preconceito. Têm direito à vida e a não ser discriminados, tal como a nossa Constituição determina. Mas isso não quer dizer que seja proibido criticar exageros ou discordar de teorias, nomeadamente da defesa acérrima da “normalidade” da hoossexualidade. Se ser homossexual fosse normal, porque é que a maioria dos seres humanos é heterossexual? Posto isto, que vivam felizes com as suas opções. Não me obriguem a ser como eles ou a colaborar nas suas campanhas de auto-vitimização.

    • Robson diz:

      Vejo que a frase predominante neste Blog é: Se ser homossexual fosse normal, porque é que a maioria dos seres humanos é heterossexual? Essa é uma ótima pergunta, mas já pararam para pensar no que significa ser normal? Porque então as pessoas nascem homossexuais? Heterossexuiais, indios, negros, homens, mulheres etc…Elas não nascem! Hã? Já pararam para pensar que tudo isso não é uma questão de normalidade mais uma questão cultural. Como seria falar na Grecia ou roma antiga que se relacionar com pessoas no mesmo sexo não é normal? Como dizer a 200 anos atras que escravizar um negro não é normal? Gente, reagimos assim, pois vivemos em uma sociedade baseada em valores judaicos e cristãos e que rejeitam a homossexualidade desde seus primordios. O fato que o papel social de um homem, de uma mulher são construções culturais. Não existem apenas dois gêneros, pois a sexualidade humana é complexa demais para estabelecer apenas dois limites. É como comparar com a fome, a fome é natural, mas o que comemos é cultural. Para nós brasileiros seria “anormal” comer carne de cachorro, gafanhoto ou escorpião. Na verdade gente, somos complexos de mais…e isso que nos torna belos, somos diferentes sim, podem acreditar e essa diferença, não que não é só no sexo é que nos fazem normais!
      Abs

      • Cristiana Braga diz:

        Gostei muito da sua observação, mas porque raio não pensam logo duma vez no seguinte: uma coisa é aquilo que é da cabeça de cada um, outra é algo que vai completamente no sentido oposto às nossas características biológicas! Está certo que na procura de um parceiro (quando realmente o que se procura é amor) a coisa mais importante não é o sexo, MAS como é possível duas mulheres ou dois homens fazerem um filho, sem ser à custa de nova tecnologia que lhes possa vir a proporcionar isso? Como? A homossexualidade sai completamente fora dos padrões normais da natureza que é um ser masculino acasalar com um ser feminino, só assim é garantida a procriação e a prolongação da espécie.
        Digam-me, se investigadores descobrissem que determinados animais tinham relações homossexuais, não iriam designá-lo como sendo algo anormal e não seria logo alvo de maiores investigações e análises possivelmente para descobrirem o porquê ou a origem? Claro que seria assim. Nós somos, nunca se esqueçam, animais! Só que somos racionais, somos inacabados e esse inacabamento confere-nos características muito mais diversificadas e fez-nos criar a cultura. Mas lá no fundo, há uma base em que todos somos animais 1º do que tudo. E não é possível mantermos a nossa espécie com a homossexualidade. Se todos se tornarem homossexuais dentro de uns anos, nós acabamos. Não é que eu queira dizer que devemos exterminar os homossexuais, longe disso! Mas nao digam que é normal.

  14. pensador diz:

    Não se trata de preconceito. Têm direito à vida e a não ser discriminados, tal como a nossa Constituição determina. Mas isso não quer dizer que seja proibido criticar exageros ou discordar de teorias, nomeadamente da defesa acérrima da “normalidade” da hoossexualidade. Se ser homossexual fosse normal, porque é que a maioria dos seres humanos é heterossexual? Posto isto, que vivam felizes com as suas opções. Não me obriguem a ser como eles ou a colaborar nas suas campanhas de auto-vitimização.

    ____

    Que comentário mais estúpido, realmente.A
    homosseualidade não deixa de ser normal pelo simples facto de os homossexuais serem uma (suposta) minoria.
    Nesse caso também os ruivos, os pilotos de aviões, os alpinistas, etc… são anormais pelo simples facto de haver poucos comparados com a totalidade da população humana, não ??!!
    Quanto aos exageros das marchas, não vejo qual o problema, quem não gosta não vê, simples !!!
    Quem se sente ofendido é porque não deve ter a sua própria sexualidade bem resolvida.
    Desde 1973 que a psiquitria mundial chegou à óbvia conclusão que a homossexualidade não é anormal, nem um distúrbio da personalidade, e continuamos a ver por aqui, 33 anos depois, pessoas a escrever disparates destes, mesmo depois de todas as evidências científicas já provadas.
    Por outro lado a homossexualidade não é uma opção, é uma orientação.
    Não se opta por gostar de caldo verde ou bife com batatas fritas, ou se gosta ou não, não é uma questão de escolha – mais um sinal da ignorância profunda de quem escreveu este comentário.
    É realmente triste verificar como ainda se pense desta maneira em Portugal em pleno séc. XXI, quando na maior parte dos países da Europa este assunto já está mais que arrumado.
    Realmente, com pessoas com este tipo de mentalidade não abonam muito a favor do nosso país.

    • Denise Tavares diz:

      A homossexualidade não é normal, assim como nascer com 6 dedos nas mãos também não é. Agora, cor de cabelo ruivo não tem nada a ver, a pessoa tem cabelo vermelho, so isso. Normal é termos dois olhos e não 3, por exemplo. Essa historia de falar : mas afinal, o que é ser normal ? Ora bolas, todo mundo sabe o que é normal e o que é anormal. Uma pessoa com Sindrome de Down pode ser inteligente, se desenvolver, ser feliz. Mas nunca sera normal. Respeito os homossexuais, são pessoas de Deus, amadas por Ele como todos os outros.
      Mas que homossexualismo não é normal, não é mesmo !!!

  15. pensador diz:

    Quanto aos erros que a Natureza comete, só se forem os comentários de pessoas que tendo supostamente um grau de instrução e compreensão que parecem evidenciar, continuam a demonstrar uma enorme ignorância enm relação a toda esta temática.
    Ah, e já agora, 1% de 10 milhões de portugueses são 100 000 portugueses e, ninguém no seu perfeito juizo se lembraria de dizer que os habitantes de Leiria (+/-) são anormais certo ??!!

  16. pensador diz:

    Quanto aos erros que a Natureza comete, só se forem os comentários de pessoas que tendo supostamente um grau de instrução e compreensão que parecem evidenciar, continuam a demonstrar uma enorme ignorância enm relação a toda esta temática.
    Ah, e já agora, 1% de 10 milhões de portugueses são 100 000 portugueses e, ninguém no seu perfeito juizo se lembraria de dizer que os habitantes de Leiria (+/- 100 000) são anormais certo ??!!

  17. Pois. Mas dizer que há 300 mil portugueses portadores de deficiência, já se pode dizer? Se um homem gostar de outro homem é normal, o que se diz de um homem gostar de uma mulher? Normal é os órgãos sexuais serem utilizados para fazer sexo, na minha modesta opinião… Há outros órgãos que a Natureza construiu com outro objectivo. Utilizá-los para fazer sexo parece-me algo forçado… anormal, até!… eh, eh, eh…

  18. pensador diz:

    Realmente quando a casmurrice é muita não há nada a fazer !!!
    Há quem seja estúpido e queira deixar de o ser apredendo e há pura e simplesmente quem gosta de o ser !!!
    E contra estes últimos não há realmente pachorra !!!

  19. Parabéns. A sua autocrítica está muito bem feita!

  20. pensador diz:

    Esse tipo de ironia oca só confirma a sua falta de capacidade em escrever algo de lógico e consistente.
    Parabéns por ser tão tacanho.

  21. Obrigado. Vindo de si, é um elogio.

  22. Bapping diz:

    “Normal é os órgãos sexuais serem utilizados para fazer sexo, na minha modesta opinião…”

    O papa acha que é para fazerem filhos. E tudo o resto é anormal.

    Acho que o que o máquina zero não tentou ainda fazer foi perceber o porquê da sua obsessão com normatividade. Fazia-lhe bem, porque aquele nojo Freudiano em relação ao sexo anal dava pano pra muita análise… Mas já agora explique-me: não acha mais nojento ter relações vaginais, tendo em conta que pela vagina sai mijo e sangue? Não racionalise o seu desprezo: analise o seu nojo.
    Ah, e não parta do princípio que os heteros não praticam sexo anal. Ou será que isso destruiria a sua inocência?…

  23. Obsessão? Longe disso! Apenas acho estranho que, se é normal ser homossexual, porque razão a larguíssima maioria dos seres humanos não é homossexual, mas sim heterossexual… Então, ser heterossexual não é ser normal? E se sim, o que é ser-se homossexual?
    Já agora, cada um come do que gosta, em matéria de relações sexuais consentidas entre adultos legalmente capacitados para exercer a sua opção.
    Mas porque diabo é que somos obrigados a admitir que ser homossexual é normal? Não é! Têm direito à vida? Claro que têm! Têm os mesmos direitos que eu, à face da lei e da Constituição da República Portuguesa. Pelo menos enquanto o xeque Munir e os seus acólitos não constituirem maioria neste país. Nessa altura, os homossexuais serão enforcados, como acontece no Irão e na Arábia Saudita. É contra isso que eu também luto…

  24. Cbr diz:

    Eu penso que o que se está a discutir aqui é se a homossexualidade é ou não normal. Já fui estudante de psicologia e sempre houve a questão se a homossexualidade é inata ou adquirida. De qualquer das formas, inata ou adquirida é um comportamento desviante, em relação à normativa humana. Ou vai-me dizer que não é? Afinal de contas qual é o mal que seja desviante? O senhor ou querer mostar cerradamente ccomo não é, revela o seu conceito de inferioridade. Já se afirmou aqui que os ruivos serão assim tambem anormais, Eu não tenho conhecimento que o facto de uma pessoa ser ruiva impeça a continuação da espécie; já da homossexualidade só posso afirmar o contrario. e então? ha algum mal nisto? Não. Se o senhor prefere um anus de um homem a uma vagina de uma mulher é la consigo. O senhor é normal, de acordo com a natureza humana? Não. O senhor quer afirmar-se porque não é normal? Lá está, está complexado com o facto de não ser normal, e precisa de ganhar alguma segurança psiquica ao afirmar-se publicamente. Está a admitir que não é normal. Pronto, eu compreendo. Só não compreendo como a sua psique o leva a comportamentos para se reafirmar e por outro lado afirma que é normal. O senhor é o mais preconceituoso de todos.

  25. temato diz:

    Antes de mais nada, para garantir a minha imparcialidade sou “normal” segundo os padrões de heterosexualidade acima referidos.
    Detesto quem se incomoda/preocupa com a normalidade da vida sexual/amorosa de cada um, porque acho que isso sim não é normal! Aliais porque não são só estes os aspectos (nomeadamente a preferência sexual) que definem uma pessoa normal.
    Relativamente aos desfiles/paradas gays, sinceramente quem acha repugnate o comportamento exebicionista com legitmidade ou não(normal ou anormal), mais vale trancar-se em casa e nem ligar a tv.
    Sinceramente acho que o português sensivel a palhaçadas/exibicionismos e com manias de pseudo intelectual é um perfeito anormal.

  26. AILTON diz:

    LAMENTO MUITO QUE A IMPRENSA DO NOSSO PAÍS, SEJA FORMADA POR GRANDE NÚMERO DE JORNALISTAS DESPREPARADOS PARA A FUNÇÃO. SOBRETUDO QUANDO ESCREVEM OU DIVULGAM POR QUALQUER MEIO EVENTOS SOBRE HOMOSSEXUALISMO. AO QUE NOS PARECE, A MÍDIA OU É INCOMPETENTE PARA TRATAR DO TEMA, OU RESOLVEU FAZER APOLOGIA DESTA PRÁTICA.

    UMA COISA É DEFENDER A LIBERDADE DE EXPRESSÃO E DE INDIVIDUALIDADE, OUTRA É CONCORDAR COM TUDO QUE OS ATIVISTAS DIZEM E ESCREVEM.

    A MÍDIA PARECE QUERER NOS FAZER CRER NUMA “NORMALIDADE” DO HOMOSSEXUALISMO, INCLUSIVE DAR UM ASPECTO DE CIENTÍFICO. É UMA GRANDE PENA. JORNALISTAS DEVERIAM PELA NATUREZA DO OFÍCIO, SEREM PESSOAS BEM INFORMADAS E INSTRUÍDAS NO CONTEÚDO QUE DIVULGAM.

    SEM FALAR NO LOBBY DOS ATIVISTAS GAYS, QUE PRETENDEM QUE O CONGRESSO NACIONAL APROVE LEIS, CUJO TEOR NADA MAIS É DO QUE OBRIGAR A TODOS OS SEGMENTOS DA SOCIEDADE A ACEITAR O HOMOSSEXUALISMO COMO ALGO NORMAL; ALÉM DE DESTRUIR TODOS OS CÓDIGOS LEGAIS, SOCIAIS E LITERÁRIOS QUE SÃO CONTRÁRIOS AO HOMOSSEXUALISMO.

    QUE BARBARIDADE, ORA TODAS AS ENTIDADES TEM SEUS PRECEITOS, COSTUMES, ESTATUTOS E TRADIÇÕES. NINGUÉM PODE DESEJAR ESTAR ISENTO DE SER DESAPROVADO EM QUALQUER LUGAR.

    TODOS OS CLUBES, ASSOCIAÇÕES OU IGREJAS TÊM O DIREITO DE TER SEUS ESTATUTOS E QUEM NÃO SE SUBMETE A ELES NÃO PODEM PARTICIPAR.

    ISTO TAMBÉM É DIREITO À LIBERDADE, É DIREITO DEMOCRÁTICO!

    ESPERO QUE O CONGRESSO NACIONAL NÃO APROVE ESTA BARBARIDADE QUE ESTÃO APRESENTANDO, CUJO NOME É PLC 122/06 (PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR).

    SOCIEDADE DEMOCRÁTICA É PARA TODOS, NÃO APENAS PARA UMA MINORIA!!! SENHORES CONGRESSISTAS, FIQUEM ALERTAS!!!

  27. FÁBIO CUSTÓDIO DA CUNHA diz:

    CREIO NA DIVERSISADE EXPRECIONISTA DO PRÓPRIO SER HUMANO E NOS DEMAIS SERES VIVOS ENQUANTO REALIZAR-SE AFETIVAMENTE E EM OUTROS ASPECTOS TAMBEM NAQUILO QUE LHE É INATO,TRATA-SE AQUÍ DO CARATER OU MARCA INDIVIDUAL QUE FAZ COM QUE SEJAMOS UNICOS,OU SEJA, NINGUEM É IGUAL A NINGUEM EM TODOS OS SENTIDOS,E COMO A TEMÁTICA É HOMOSSEXUALIDADE,O FATO É QUE APESAR DE SERMOS CONSIDERADOS RACIONAIS E EVOLUÍDOS,NESSE QUISÍTO OS OUTROS ANIMAIS ESTÃO A ANOS LUZ A FRENTE DE MUITA GENTE QUE SE ENTITULA INTELECTUAL.

  28. Jorge diz:

    Gostaria de dizer que não discrimino o homossexual, mas sou contra os atos homossexuais. Se a homossexualidade fosse normal por que então não há procriação natural entre eles? Uma conjectura: se escolhêssemos um grupo de homossexuais e isolarmos esse mesmo grupo em um determinado lugar, dando todas as condições necessárias e suficientes, será que em mais de 100 anos subsistiram o “gene (Unidade hereditária ou genética, situada no cromossomo, e que determina as características de um indivíduo)” homossexual? Tenho certeza que não. A raça humana é constituída de macho e fêmea e somente a união entre esse dois podem gerar, por meios naturais, a disseminação futura.

  29. HOMOFASCISMO diz:

    ACONTECE QUE ISSO SE CHAMA PSEUDO-CIENCIA; É COMO TENTAR NEGAR AS DIVERGENCIAS EVOLUTIVAS INTERNAS DE UMA ESPECIE, DENOMINADAS RAÇAS OU SUBESPÉCIES..!!

    ELES SÓ APRESENTAM A COISA PELA METADE E NÃO A PORCENTAGEM QUALITATIVA DO TODO..!!

    SÃO FALSOS INVESTIGADORES A SERVIÇO DE MEROS LOBBYS E SOEMNTE..!!

  30. HOMOFASCISMO diz:

    *SOMENTE

  31. NEUDSOn diz:

    ” O ERRO DA SOCIEDADE ESTAR EM ASSOCIAR O HOMOSEXUALISMO AO SEXO ESQUECENDO-SE DO SENTIMENTO O “AMOR”… OU OS HOMOSEXUAIS Ñ AMAM? O HOMOSEXUALISMO Ñ É UM ERRO… ANTES DE TUDO É UM SENTIMENTO E TALVEZ DOS MAIS VERDADEIROS POIS PRA ADIMITIR Q VC AMA UMA PESSOA DO MESMO SEXO É PRECISO CORAGEM É PRECISO AMOR… MAS EU ME UNO A OPINÕES DE OUTROS QUANTO AOS Q VULGARIZAM A HOMOSEXUALIDADE… O HOMOSEXUAL Ñ PRECISA SER VULGAR… PRECISA SER ELE MESMO SE ADMITIR, SE ACEITAR… E LEVAR UMA VIDA ” NORMAL”, SE É Q EXISTA UM SER HUMANO NORMAL”

  32. Márcio Lopes diz:

    Aquilo que o senhor maquinazero chama de “erros” da natureza são, na verdade, factores de variabilidade genética que acabam por ser o motor da evolução humana. Se a homossexualidade fosse uma mutação indesejável ela não teria chegado aos dias de hoje na proporção que ocorre, que é uma proporção de Mendel, ou seja, um “factor” minoritário mas desejável pela Natureza. Na verdade a homossexualidade no reino animal não existe, nem a bissexualidade nem tão pouco a heterossexualidade, o que existe são comportamentos resultantes de necessidades adaptativas ou de sociabilidade. Eu tenho olhos azuis, é uma característica minoritária na população mundial, também terei eu uma “anomalia” genética? Como finalista de um curso superior de Biologia e investigador integrado devo dizer que a VARIABILIDADE É MUITO BEM-VINDA!

    Quanto aos jornalistas não sei, apenas posso falar pelo que estudo e pelo que investigo que por acaso é na área da Biologia, e posso afirmar a evolução quis que os comportamentos homossexuais existissem!

  33. Anónimo diz:

    ” Um povo, uma Língua e uma Pátria. O resto é de esquerda.”

    Você por acaso entende o significado disso???

    Creio que não.

  34. Carlos diz:

    Anormal é tanta gente escrever tão mal e não ter vergonha de publicar posts.

  35. andre diz:

    um homem gostar/amar outro nao tem nada a ver com ser homosexual. todos os homens gostam do seu pai, dos seus irmaos, de amigos e nao se tornam homosexuais por isso. nao se pode confundir as coisas.

    um homosexual é alguem que gosta de ter relaçoes sexuais com outra pessoa do mesmo sexo. e isto é um desvio. é como tantas outras bizarrices sexuais que por ai andam. apenas e só.

    julgo que pessoas com este desvio devem ser acompanhadas por psiquiatras. como tal sou contra todas as reivindicaçoes de direitos que visam a igualdade com casais hetero.

    é a minha opinião e é assim que vou educar os meus filhos e sensibilizar amigos e conhecidos nesse sentido.

    NOTA: nao pretende “insultar” a dignidade dos homosexuais que se sentirem inferiorizados com este post. é apenas a opinião que formei ao longo dos anos e da minha experiencia de vida e conhecimentos.

  36. andre diz:

    Na criança os impulsos instintivos, procedentes de múltiplas regiões do corpo, ainda não se subordinaram à prevalência da genitalidade. Em linguagem técnica chama-se formar a “identidade de gênero”

    Freud descobriu que a sexualidade humana começava mais cedo do que admitiam seus colegas contemporâneos.

    Na época da puberdade esta evolução costuma já estar pronta. Até que se chegue aí, a sexualidade da criança exprime esporadicamente manifestações instintivas orais, anais e outras, de forma isolada. Mas tudo vai aos poucos se subordinando à primazia genital, que termina na capacidade de alcançar o orgasmo.

    Na homosexualidade a coisa se perverte. Freud usou o termo perversão para se referir ao desvio do caminho na evolução da libido. Perversão não é, necessariamente, um sinônimo de perversidade. Perverter é sair do caminho evolutivo comum à evolução da libido. Assim, para Freud, tanto a homosexualidade como o fetichismo, o sadismo, o masoquismo, o exibicionismo e o “voyerismo” são perversões quando se constituem num fim em si mesmo.

    Fica bem claro que todo homosexual tem uma identidade sexual em desacordo com os seus orgaos. Não se trata de um problema hormonal ou genético e sim de identificação.

    A Homosexualidade tem na face interna dos seus disfarces a etiqueta da psicose, quer dizer, de algo mais grave que a neurose comum de que somos todos feitos.

    Há tratamento para os homosexuais na psicanálise, desde que o queiram. Isto vale mais, em termos de ajuda, que a institucionalização do desvio evolutivo da libido pela admissão de que existe um terceiro sexo.

  37. andre diz:

    No post acima foco os comportamentos desviantes adquiridos que correspondem à maioria dos casos clinicos de homosexualidade conhecidos.

    No entanto ha também evidencias que uma orientação sexual desviante também pode ter (cumulativamente)causas biológicas. Neste caso os estudos baseiam-se nas reacções cerebrais analisadas em funçao da resposta a substancias quimicas derivadas de hormonas sexuais (feromonas)

    As reacções dos cérebros homossexuais às hormonas sexuais masculinas e femininas são diferentes das dos heterossexuais, mas essa diferença é menos pronunciada nas lésbicas do que nos homens homossexuais, indica o referido estudo publicado na
    revista norte-americana Proceedings of the National Academy of Sciences.

  38. SS diz:

    É, MAS ISSO SERIA GENETICO OU ADQUIRIDO DO MEIO..??

    E DESDE QUANDO DISGENIA É VARIABILIDADE GENICA SADIA/EUGENICA/EVOLUTIVA REALMENTE..??

  39. andre diz:

    São alterações comportamentais adquiridas e causadas pelo meio em que o individuo cresceu e se desenvolveu.

    Os indicios de predisposição biológica em alguns individuos, não esta necessariamente conotada com caracteristicas genéticas negativas, até porque nesses casos, à partida não ha reprodução dos genes (a nao ser em casos de bisexualidade naturalmente)

  40. Elinaldo diz:

    …Na verdade os valores morais da vida acabaram-se!
    as nossas leis, nossos lideres politicos, nosso governo excluem a existencia de um Deus, puro,santo, criador…preferem crer na evolução..pq? para fortalecer a apoiar a imoralidade que acontece no mundo.lendo alguns materiais de psicologias, percebe-se que desde dos desenvolvimento infantias ate a fase adulta são impostas de forma sagaz a “liberdade” imoral…ou seja tudo pode fazer para conquistar a liberdade, ser feliz, ser um ” mente aberta”. apoiam sexo infantil,apoiam sexo entre casais,apoiam bebedice, apoiam homessexualismo etc…esquecem que temos uma alma e que um dia morreremos e vamos estar diante do Deus Santo!moral!Puro! poderoso!…mas enfim o diabo inventa coisas, colocam na mente humana que tudo isso é normal, nada ha ver, é ser feliz bla,bla,bla…para que? uai para leva-los ao inferno.
    ele tente inventar coisas diversas…ateismo, movimento góticos,emos, hippies,GLST…interessante que todos estes movimento ou tendencias nao acreditam na existencia de Deus..são todos evolucionistas! ou seja. nós seres humanos sofremos porcausa do abandono as leis divinas que são morais , puras e santas.
    resultado:
    doenças,corrupção,assassinatos,porstituição,destruição de vidas e familias,traições …uma sociedade corrompida!…caminhando de pessoas largos para perdição eterna!

    gente! reflitam!pense! medite!questuine o porques disso!
    Jesus Cristo esta voltando!
    a biblia diz sobre estes tempos que vivemos, sera por acaso?coincidencia?…

    acorde!

    • apenas mais um diz:

      Ser feliz leva nos ao inferno? hein?!
      Qual a utilidade de um deus admitindo a sua existencia que deseja a nossa infelicidade?
      Nao sou nem de perto nem de longe entendido em materias religiosas, mas em relaçao ao catolicismo nao me lembro de nenhuma citação apostolica descriminando um determinado grupo.
      Mas bem nao quero entrar por ai, porque nesses tempos a aquisição era uma coisa “normal”.
      A preposito do que a biblia diz e a todo o respeito do que vem a ter sido esta conversa do que é normal, o que e a biblie frente ao alcorao, Tora?

      Como e que me expliques que os tantos milhoes que acreditam em ala estao enganados?
      Que o livro deles é uma treta a biblia é que sabe? quer dizer…. Nos e que sabemos todos os outros sao estupidos.. E ja agora nimguem fala assim de deus nos tempos que correm. ” Um dia morreremos e vamos estar presente de um Deus, puro, santo e criador”…
      Perdoai lhes Darwin pois eles nao sabem do que falam…

  41. andre gustavo diz:

    amigo elinaldo, acorde para a vida. a biblia falou destes tempos e jesus esta voltando? é no seio da sua igreja que o problema da sexualidade assume maiores proporções!! hoje em dia as coisas sabem-se mas eu imagino o que seria há dois mil anos atrás…

  42. Mel diz:

    Existe uma minoria da população que nutre desejos sexuais por crianças, os pedófilos, outros por animais, os zoofilos, outros tem prazer ao sofrer castigos físico, ou provocá-los, os sadomasoquistas, e assim por diante. Pois bem, o rol de bestialidades sexuais praticadas é imenso e bastante divesificado. Essa práticas são classificadas como distúrbios sexuais. Contudo, não consigo entender por qual motivo o homossexualismo não é aceito como distúrbio. Porque não é politicamente correto? Será porque muitas pessoas famosas, que são inclusive referencias mundiais na música, nas artes em geral, são homessexuais e não podem ser vistas como portadoras de um “distúrbio”? Não se pode negar que a prática homossexual é antinatural, ou seja, o ânus não é fisiologicamente constituído para o coito, diferentemente da vagina, não possui mecanismos de lubrificação e expansão. Contraiamente ao que afirmam, o sexo não tem como única função a procriação, isso é uma interpretação tacanha da igreja católica, uma vez que a própria bíblia possui um capítulo inteiro (Cantares de Salomão), que descreve a beleza e profundidade de uma relação sexual entre Salomão e sua parceira. Portanto, não resta dúvida quanto a anormalidade das relações sexuais e afetivas entre pessoas do mesmo sexo, por mais politicamente incorreta que seja essa afirmação.

  43. Franchesco diz:

    Se desculparmos a homossexualidade, teremos de desculpar também a zoofilia, pedofilia, necrofilia e otras aberrações sexuais, pois todas, incluindo a homossexualidade, se baseiam na mesma coisa: O desejo sexual alimentado e incontrolável.
    Pergunte ao necrófilo: Por que pratica sexo com cadáveres? Ele dirá: por que me dá prazer.
    Pergunte ao zoófilo: Por que pratica sexo com animais? Ele dirá: Por que me dá prazer.
    Pergunte ao pedófilo: Por que pratica sexo com crianças? Ele dirá: Por que me dá prazer.
    Pergunte a um homossexual? Por que faz sexo com pessoas do mesmo sexo? Ele dirá: Por que me dá prazer.
    E por que somente os três primeiros são considerados ‘aberrações’ e ‘anomalias’ psicológicas?
    Ah, ainda entram aqui os que fazem sexo com frutas e obejetos dos mais variados.
    O que estamos vivendo é o período dos desejos sexuais incontroláveis e irrefreados. Estamos criando verdadeiros tarados humanos a preço de banana e o que é pior, encontrando desculpas para estas infames culturas que só ferem a vida e a biologia bem como todo o ato evolutivo e natural.
    Não a homossexualidade obrigatória. Não à PLC 122. Sim à anatomia natural Pênis X vagina. Não à antinatural e antibiológica conexão forçada pênis X ânus.

  44. Robson diz:

    O problema Franchesco é que a homossexualide não se restringe somente ao sexo. É um mode de vida e comportamento humano que existe deste que mundo é mundo. O que é ditado como certo e errado é meramente cultural para nós humano. Os heteros TAMBÉM não fazem sexo por prazer?
    Alguns Afirmam que a homossexualidade não é natural. Mas o que é natural para nós seremos humanos? Afinal somos serem que vivem com instinto ou cultura? Acho que somos os unicos seres da face da terra que temos os dois lados. Se não fosse assim poderíamos afirmar que não é natural, andar de carro, de avião, falar ao telefone, compor essa sociedade complexa que nós somos. Por que só o sexo é o TABU? Acho que não é justo misturar as coisas. Pedofilia é crime e é crime por que as sociedades decidiu isso conjuntamente, pois há menos de dois séculos ainda essa prática era permitida. D. Jõao Casou-se com uma criança de 10 anos. Então os desejos sexuais não tem limites,nós é que colocamos conforme cada cultura. Então antes de colocar tudo no mesmo balaio, pense nessa questão “bilogica” e “evolutiva”. O Ser humano não se resume somente a isso, caso fosse só biologia, ainda estaríamos vivendo nas carvernas.
    Abs
    Robson

  45. Ronnan Passos diz:

    O homossexualismo não é natural, e isso basta. O que vem acontecendo ultimamente é a propaganda de tenta torná-lo natural. Ridículos… todos os que acham que podem fazer isso.

  46. ROBERTO diz:

    De (não dê)uma vez por todas: homossexualismo é uma opção sexual normal como o satirismo, taradismo, zoofilismo, coprofilismo, necrofilismo, pedofilismo, sadismo, mazoquismo e outros ismos que inventarem.
    Anormal é ser normal e assumir o sexo com que se nasceu.
    Há alguns que dizem que é comum, mas normal não pois se fosse normal Deus não teria criado Adão e Eva, teria criado Adão e Ivo.
    Falando em Deus, condene o pecado não o pecador. Condene a fábrica de pecados não o consumidor.

  47. Eduardo diz:

    Deficiências acontecem em todas as espécies. A quantidade de espécies não quer dizer nada. Se homossexualismo fosse normal, todas as espécies seriam extintas já que não se reproduzem.

  48. Roberto diz:

    Tinha que aparecer um bando de brasileiros ignorantes,pra destilar ódio,ignorância e fundamentalismo religioso!E com o português sofrível de sempre,o que só demonstra a falta de instrução desse país.

    • | diz:

      o brasil é um país que até precisa de policia militar na rua! se portugal não controlar as fronteiras vai acabar na mesma!

  49. Mateus Umenokiji diz:

    Se não é normal, poderíamos dizer que não é natural? Se o normal é a maioria, poderíamos dizer que convivemos muitas coisas, situações e serem que não o são, e mesmo assim, convivemos pacificamente, O anormal não tem que ser necessariamente pior.

  50. Ezequiel diz:

    A psicologia moderna, embora não tenha consenso a respeito do que exatamente explica a sexualidade de um indivíduo, determina que a orientação sexual não pode ser mudada com terapias e não é uma escolha. A orientação sexual pode ser determinada por factores biogenéticos, sejam questões hormonais “in utero” ou genes que possam determinar esta predisposição. A visão prevalente é a de que a orientação sexual é biológica por natureza, determinada por um complexo jogo de fatores genéticos e desenvolvimento intra-uterino.

    É fato também que hoje não se encontra nenhuma espécie em que o comportamento homossexual não demonstrou-se existente, com exceção de espécies que nunca fazem sexo, tais como ouriços e “aphis”. Além disso, uma parte do reino animal é hermafrodita, realmente bissexual. Para eles, a homossexualidade não é uma variante.

    Dentre as centenas de espécies já verificadas que não fazem relação direta entre procriação e sexo, em destaque a espécie bonobo, que em semelhança com humanos, esta distância entre sexo e reprodução é particularmente acentuada. Estudos genéticos apontam que os bonobos são os animais mais próximos dos humanos. A espécie bonobo distingue-se por uma postura ereta, uma cultura matriarcal e igualitária, e o papel proeminente da atividade sexual em sua sociedade. Para os bonobos, é o sexo que funciona como instrumento de compensação da agressividade e faz o papel de agente reconciliador. Considerado um dos animais mais promíscuos da natureza, os bonobos fazem sexo com inúmeros parceiros, inclusive do mesmo sexo, e ainda eventualmente podem fazer uso de “brinquedos sexuais”, além, são conhecidos por serem sociáveis e menos agressivos que os chimpanzés, vivendo em sociedades menos estressantes e violentas.

    Desse modo, se querem discutir sobre o que realmente é escolha e o que realmente prejudica e prejudicou a humanidade, então vamos falar de religião, em primeira instância, das de origem cristã.

    • BODERO diz:

      O pesquisador, o dr. Robert Spitzer, disse que seu estudo foi baseado em entrevistas por telefone de 45 minutos com 143 homens e 57 mulheres que buscaram ajuda para mudar sua orientação sexual. Ele e seus colegas descobriram que 66% dos homens e 44% das mulheres atingiram um “bom funcionamento heterossexual”, disse ele.
      “Se alguém deseja mudar e não está sendo pressionado para isto, não deveria se presumir automaticamente que se trata de um ato irracional ou de ceder à sociedade”, disse Spitzer em uma entrevista.
      Mas os resultados do estudo foram imediatamente criticados por grupos de direitos gays, que apontaram que a maioria dos pesquisados foram recrutados por organizações que condenam a homossexualidade, como o Exodus, uma seita cristã que se descreve em seu site na Internet como “promovedora da mensagem da ‘liberdade da homossexualidade por meio do poder de Jesus Cristo'”.
      “É uma fraude, não ciência”, disse David Elliot, diretor de comunicações da National Gay and Lesbian Task Force (força tarefa nacional de gays e lésbicas), um grupo lobista de Washington. “É um embuste científico”.
      O estudo ainda não foi publicado ou submetido a avaliação profissional. Mas Spitzer descreverá os resultados em Nova Orleans, como parte de um simpósio da reunião anual da Associação Psiquiátrica Americana.
      Os cientistas não sabem o que determina alguém se tornar heterossexual ou homossexual. Mas a maioria acredita que a biologia tem um forte papel na orientação sexual. E a maioria das organizações de saúde mental emitiram resoluções desencorajando o uso das chamadas terapias reparativas que visam mudar homossexuais em heterossexuais, dizendo que não há evidência científica de que sejam eficazes.
      Spitzer liderou a equipe que em 1973 removeu a homossexualidade da lista oficial de desordens mentais contida no manual de diagnóstico da associação psiquiátrica. Mas ele disse que decidiu que o estudo era necessário após conversar com manifestantes que se opunham à política da associação em relação a tais terapias, que também desencoraja seu uso.
      “Me ocorreu que talvez o consenso geral, de que o comportamento pode ser combatido mas a orientação sexual não pode ser mudada, estava errado”, disse Spitzer.
      Ainda assim, ele acrescentou que o número de homossexuais que podem se tornar heterossexuais com sucesso é provavelmente “muito pequeno”, como ficou evidenciado pela dificuldade que teve para encontrar candidatos para o estudo.
      E ele reconheceu que os participantes do estudo eram “incomumente religiosos”, e não eram necessariamente representativos da maioria dos gays e lésbicas dos Estados Unidos.
      Daqueles que participaram do estudo, 78% se manifestaram publicamente a favor dos esforços para converter homossexuais em heterossexuais; 93% disseram que a religião era “extremamente” ou “muito” importante em suas vidas. Cerca de 40% disseram que antes de decidirem mudar sua orientação sexual, eles eram exclusivamente atraídos a parceiros do mesmo sexo. E todos relataram que deram início a seus esforços para mudar sua orientação sexual pelo menos cinco anos antes de serem entrevistados.
      Spitzer disse que os participantes expressaram diferentes motivos para o desejo de se tornarem heterossexuais. Eles incluíram o sentimento de que o “estilo de vida” gay “não era emocionalmente satisfatório” (81% dos participantes); a crença de que sua religião entrava em conflito com o fato de serem gays (79%); e o desejo de se casarem ou permanecerem casados (67% dos homens, 35% das mulheres).
      Os participantes responderam a 60 perguntas sobre seu comportamento, sentimentos e fantasias sexuais antes e depois do início dos esforços para mudar sua orientação sexual.
      Muito poucos pacientes, disse Spitzer, relataram estar completamente livres dos sentimentos homossexuais ou fantasias sexuais no ano que antecedeu a entrevista. Mas 29% dos homens e 63% das mulheres disseram que estavam “apenas ligeiramente incomodados” com tais sentimentos.
      Os pesquisadores definiram “bom funcionamento heterossexual” como estando em “um relacionamento heterossexual amoroso e emocionalmente satisfatório” no ano que antecedeu a entrevista, tendo praticado sexo heterossexual satisfatório pelo menos mensalmente e nunca ou raramente ter pensado em parceiros do mesmo sexo durante o ato sexual heterossexual.
      Em contraste, o dr. Ariel Shidlo e o dr. Michael Schroeder, ambos psicólogos de uma clínica particular em Manhattan, relataram que a grande maioria dos pacientes em seu estudo, que foram recrutados pela Internet e por mala direta para grupos que defendem a terapia reparativa, informaram fracasso em seus esforços de mudar por meio destas terapias.
      O estudo deles ainda não foi publicado ou apresentado para análise profissional. Schroeder disse que 18 pacientes que se consideravam “bem-sucedidos” em se tornarem heterossexuais “não se enquadram no que o público considera como sucesso”.
      “Eles eram celibatários ou continuam a lutar contra o desejo ou comportamento homossexual”, disse ele.
      Muitos pacientes, disse Schroeder, investiram de 5 a 15 anos em terapias, e quando não foram bem-sucedidos, eles experimentaram “um excessivo sentimento de perda”.
      Tradução: George El Khouri Andolfato

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: