Mais exemplos de violência

perpignan_cars_sm.jpg

Dois simpáticos leitores deste blogue mandaram-me outros tantos textos, descrevendo experiências que eles testemunharam, em matéria de violência racial. Casos exemplares, sem dúvida. Um deles, em Portugal. Outro, em França.

  • Uma amiga da família, estava muito bem num parque em Lisboa, com os dois filhos e dois sobrinhos. Estavam a jogar futebol até aparecer um rapaz cigano, com os seus 11 anos, e pregou uma rasteira ao sobrinho mais novo, de 5 anos. O seu primo, de 10 disse ao miúdo cigano “Pk é q lhe pregaste uma rasteira? Não vês que ele é mais novo que tu e nem te fez nada? Vai daí que o cigano começa a bater nesse miúdo, de 9 anos. A mãe claro, mete-se ao meio para os separar, quando aparece um grupo enorme de ciganos, entro os 11 e 20 e picos anos… E começam a bater na mãe/tia dos miúdos e no filho mais velho dela (de 9 anos). Entretanto os mais novos, de 5 e 6 anos desapareceram, mas lá os descobriram escondidos num café. Os polícias, do outro lado da rua estavam na palheta e quando chegaram já não apanharam ninguém… Eu pergunto, como é que uma cena destas acontece em plena Lisboa, como é que não houve imediatamente polícias e como é que a gente como estes ciganos que têm coragem de bater em miúdos de 5, 6 e 9 anos e na mãe deles..por um miúdo dizer ao cigano “Pk é que lhe fizeste uma rasteira?não vês que ele é mais novo…” Bater num miúdo de 5 anos..que é quase um bebé, ainda anda no infantário… E depois não querem que se fale nisso..e que critiquemos estes comportamentos tipicamente associados a esta etnia..
  • Vivo em Perpignã na França, temos a maior comunidade cigana sedentaria de França. No ano passado houve um problema entre magrebinos e ciganos, abalaram a cidade toda sem mais nem menos ! Uma centena de comercios destruìdos, mais uma centena de carros queimado, depois 1500 policias anti-motins, mais a tropa ! E eu no meio daquela merda toda, consegui salvar o meu carro por 10 segundo, mas como eu e os meus coleguas de trabalho somos conheçidos e respeitados (sou barman) conseguimos salvar alguns gajos d’uma pancadaria, outros amigos meus num outro sitio brigavam para que não queimassem um prèdio com uma avò cigana e o seu neto deficiente, enquanto 4000 ciganos foram evacuados de Perpignã.

12 Responses to Mais exemplos de violência

  1. Caturo diz:

    Há já um sindicato de polícia francês a declarar abertamente que se trata, em França, do princípio duma guerra civil.

    http://gladio.blogspot.com/2006/10/sindicato-policial-francs-reconhece-um.html

    O Islão é, como foi sempre, o maior inimigo do Ocidente, a todos os níveis.

  2. De acordo. E obrigado pela dica. Vou linká-la, já que acho esses dados muito interessantes.

  3. Caturo diz:

    Obrigado.

    Já agora recomendo também este:
    http://gladio.blogspot.com/2006/10/o-descaramento-islmico-absoluto-mesmo.html

    especialmente significativo, uma vez que o combate cultural é no fundo mais importante e determinante do que a violência de rua.

  4. Paulo diz:

    Muito engraçado !

    Esta foto foi tirada na rua onde trabalho (rua Marechal Foch, Perpigna, 29 maio 205), um domingo calmo e quente, tinha posto ò para mim a final da taça de Portugal Benfica/V.Setubal, mas não consegui ver o jogo atè ao fim !

    Em França não è sò o islão, tambem estão se desenvolvendo partidos politicos indentirarios e colectivos, pondo em causa a historia da França e pedindo contas do passa colonial e da escavitura etc…

    – La “Tribu K” desmentelada por Sarkozy no més passado, mas ainda vamos houvir falar deles e do seu lìder Kemi Sheba.

    – Les “indigènes de la république” collectivo criado em réação contra a lei anti-vèo, apoiados por a LCR (ligua comunista reveluçionaria) e outros iluminados desse tipo. A tèse deles è a gestão post-colonial da imigração, eles definem-se como descendentes de colonisados e de escravos etc…

    O mouvimento “euro-palestine” que se prensentou as eleições regionais, tentativa de importação do conflito na palestinia na questões interiores françesas etc…

    O ” MIB ” (mouvement de l’immigration et des banlieues” esses são os mais prigosos e os mais ocultos. Responsavels por atisar a raiva contra as forcas da ordem nos suburbios. Seguinte as minhas investigações eu penso que eles téem uma grande responsabilidade na guerilha urbana e são muito activos e organizados. Pois em Perpignã, eu mais os meus amigos, comerciantes, responsaveis associativos, professores e familiares notamos uma forma d’organização e logistica em toda a cidade, muito obvìvo e perfeitament indentificado até no partido socialista, mas isso tudo é evidetemente tapado.

    – O humorista “Dieudonné” muito popular, popular demais, que não para d’atisar a raiva contra a França e o Occidente, anti-sémita notario, mestiço franco-camarão agente da propaganda de ajustos de contas em relação a escavitura e do colonialismo, propriétario do théatro “la main d’or” onde a “tribu k ” fazia seus meetings e erram os seus guarda-costas.

    Não falo das bandas de RAP françesas com serteza as mais violentas do mundo com discursos pornograficos, exemplo ” mijo sobre o Napoléo e sobre o De Gaulle” , ” on va prendre leurs femmes et les faire tourner”, para aqueles que não sabem a expressão “faire tourner” é violo colectivo ! mais tarde vou dar outro exemplos do que a juvemtude françêsa houve todos os dias nesses textos e que 15 anos são conditionados nas mentes, apologia da criminalidade e dos ganges, appelos a rebelião etc…

    PS : é muito difìcil para mim de escrever em português, mas o essential està aì !

  5. Paulo diz:

    2500 policias feridos !

    Vou verificar, mas seguinte as mihnas fontes são des do principio do ano 4500 policias feridos !

  6. Vera diz:

    Hiphop já é mau…cantado em francês então..lol
    Esse tipo de letras agressivas realmente é grave. Por cá há bandas tanto de hiphop como punk, rock ou metal que escrevem letras menos próprias. Temos também os Rammstein alemães com letras mais..esquisitas. Mas essas bandas não apelam a confrontos nem a actos dessa natureza. É grave haver “bandas” dum género tão popular (vá-se lá saber porquê) num país europeu a cantar esse tipo de coisas, aidan por cima quando os jovens tendem a ouvir e seguir.

    Caturo, isto fez-me lembrar aquela história do Sexo e a Cidade, do restaurante de luxo francês em Paris que passava hiphop…
    Qualquer dia em vez de violinos e piano ao vivo têm gangs a dançar em cima das mesas…

  7. Vera diz:

    *a esmagadora maioria das bandas portuguesas (underground) com letras mais “tontinhas” fazem tudo no gozo..ou contrário desses…

  8. Paulo diz:

    j’crie tout haut: ” J’baise votre nation ” (en parlant de la France)
    L’uniforme bleu, depuis tout p’tit nous haïssons
    On remballe et on leur pète leur fion. (à propos des policiers)
    Faut pas qu’y ait une bavure ou dans la ville ça va péter,
    Du commissaire au stagiaire: tous détestés !
    A la moindre occasion, dès qu’tu l’peux, faut les baiser. (à propos des policiers)
    Bats les couilles les porcs qui représentent l’ordre en France

    Le groupe Sniper

    Extraits de leur chanson “Nique le système” :

    Niquer l’systeme, ils auront le feu car ils ont semé la haine,
    qu’on les brule, qu’on les pende ou qu’on les jette dans la Seine,
    Elle cherche à bruler nos racines, (les racines africaines, vive l’intégration !)
    mais ya des soldats, des vrais guerriers dans l’ghetto
    J’aimerais etre dans la peau de ce flingue
    tenu dans la main d’un beur qui se verrait caler Lepen

    Extraits de leur chanson “J’aime pas” :

    J’aime pas ce pays la France et le latin ,son systeme son barratin

    Extraits de leur chanson “Fait divers” :

    Quand j’vois le score du FN, j’me dis qu’on peut contrer ça
    Tant d’fils d’immigré, si on s’mettait tous à voter
    On est en guerre, fréro, et c’est juste un simple fait divers (contre les français)

    Extraits de leur chanson “La France” :

    Pour mission exterminer les ministres et les fachos
    La France est une garce et on s’est fait trahir
    On nique la France sous une tendance de musique populaire
    Les frères sont armés jusqu’aux dents, tous prêts à faire la guerre (vous aurez compris contre qui…)
    Faudrait changer les lois et pouvoir voir
    Bientôt à l’Élysée des arabes et des noirs au pouvoir
    Faut que ça pète !
    Frère je lance un appel, on est là pour tous niquer
    La France aux français, tant qu’j’y serai, ça serait impossible
    Leur laisser des traces et des séquelles avant de crever. (à propos des blancs)
    Faut leur en faire baver v’la la seule chose qu’ils ont mérités
    T’façon j’ai plus rien à perdre, j’aimerais les faire pendre (toujours à propos des blancs)
    Mon seul souhait désormais est de nous voir les envahir (vous ne rêvez pas)
    Ils canalisent la révolte pour éviter la guerre civile

    ———————————–

    Alguem quer uma tradução ?

    Vale a pena ! Mas hoje não, porque fasso o que os meus pais m’ensinaram, quer dizer trabalhar de forma honesta e não me dedicar a escrever textos pornograficos !!!!

  9. Caturo diz:

    Pois é, Vera, uma desgraça nunca vem só…

  10. Meu caro Paulo, obrigado pela sua colaboração neste blogue. Continue a escrever e a dar-nos notícias interessantes de França.

  11. Jaï bettancourt de carvalho (ex-Paulo) diz:

    Em França hà scandalos todos os dias !

    Uma estudante, num colégio, assimilada muçulmana apadrejada pour estar a comer um lanche durante o ramadão !

    http://www.france-echos.com/index.php

    O maior sitio françês de informação politicamente incorrecta com fama international crescente, onde tenho um lugarzinho de modesto redactor,no entanto tive a minha hora de gloria nos montins de Perpignã onde corri alguns riscos por a minha integridade fìsica.

  12. Caro Jai: parabéns por esse óptimo site. já o tinha descoberto e é um dos locais que visito com regularidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: