50 mil visitas

50_mil_visitas.gif

Algures entre ontem e hoje, um leitor desconhecido entrou neste blogue e fez o contador dar um pequeno mas significativo salto, ultrapassando as 50 mil visitas. É agradável saber que algumas centenas de pessoas, diariamente, perdem vários minutos a ler e a comentar o que aqui escrevo, desde 17 de Fevereiro de 2006. Ainda mais agradável é o facto de a blogosfera começar a reflectir uma tendência oposta à da Comunicação Social, inclinando-se cada vez mais para um quadrante conservador e à Direita. O que é natural, porque a Esquerda se esvaziou ideologicamente, se corrompeu politicamente e se suicidou, em termos de estratégia, ao aliar-se ao terrorismo islâmico. O conteúdo do blogue do Daniel Oliveira, com a sintomática designação de “Arrastão“, é o mais prolífico em exemplos destas três situações.

Continuarei neste combate por um país mais justo, livre e europeu, onde o Islão seja contido e a Esquerda gradualmente eliminada. Continuarei a defender um conjunto de valores claros, cuja melhor síntese encontro numa frase com que o meu pai me resumiu as suas crenças religiosas, já lá vão mais de 40 anos: não faças aos outros o que não gostas que te façam a ti. E cuja melhor explicação se encontra na Bíblia, nos 10 Mandamentos. Continuarei a lutar para que os livros escolares das crianças portuguesas deixem de ser um resumo da agenda dos encontros mundiais anti-globalização, revisto pelo Boaventura Sousa Santos e com o imprimatur do Francisco Louçã. Continuarei a lutar para que a ditadura do politicamente correcto, essa lepra do pensamento, não alastre pela sociedade. Continuarei a defender que o Islão é incompatível com a Democracia, dada a sua indissolúvel relação com a Sharia, um sistema legal anti-democrático – como, aliás, o diz o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

Espero que a homossexualidade, que era proibida quando eu nasci e foi autorizada já depois de me tornar adulto, não venha a ser obrigatória, algum dia. Espero ter sempre o direito, no meu país, de falar Português e celebrar a minha História, assinalando a conquista de Lisboa aos mouros, independentemente do que Sheik Munir, o dr. Abdul Vakil e restantes muçulmanos portugueses, pensem àcerca disso. Espero não vir a ser uma minoria étnica no meu próprio País, graças ao aumento disparatado da imigração com origem em África e na Ásia, destinada apenas a garantir mão-de-barata a empresários sem escrúpulos. Espero – mas com pouca fé – poder defender estas ideias, no respeito integral pela Constituição da República Portuguesa, sem que me chamem fascista, nazi, xenófobo e racista.

18 Responses to 50 mil visitas

  1. Nuno diz:

    «Espero (…) poder defender estas ideias (…) sem que me chamem fascista, nazi, xenófobo e racista.»

    Essa foi engraçada 😉

  2. Acha? Já agora, consegue explicar porquê?

  3. Caturo diz:

    Força nisso, camarada…

    Quanto a essa esperança de poder defender essas ideias sem lhe chamarem racista, etc. (o restante da cassete), é por demais ingénua, tem de concordar… 😉

  4. Fernando Alves diz:

    Apesar de apenas comentar esporádicamente, sou um leitor assíduo do seu blog e dou-lhe os parabéns pela qualidade e acutilância do mesmo.

    Parabéns pelas 50000 visitas e venham outras tantas.

  5. A esperança é a última a morrer. E obrigado pelas felicitações.

  6. o leitor assíduo diz:

    escrevo o que escrevi já há uns dias atrás….quando lhe disse que não sabíamos quem era o mákina zero, não era preciso chamar-me muçulmano(senti-me insultado, eheheh)…apesar desse facto partilho das suas opiniões e, por isso, visito o seu blog diáriamente. No entanto, sei que não demonstrei essa “insatisfação” da melhor forma, ao dizer que os cães raivosos ao menos sabíamos quem eram.
    Também não estou a pedir desculpas, apenas a esclarecer que não sou muçulmano nem contra os seus ideais.

    Abraço

  7. Ok. Desculpe lá,meu caro leitor assíduo. Acho que me precipitei um pouco. Uma explicação simples para o meu anonimato: risco de sérias retaliações em relação a familiares meus, excessivamente expostos, dada a natureza das funções que exercem, actualmente e os locais onde alguns deles as exercem.

    Abraços

  8. voz da verade diz:

    Olá Sr. MZ.
    Não concordo com todas as suas ideias, mas aprecio a sua atitude e visito algumas vezes este blogue.
    Parabens e obrigado pelo mesmo.
    E já agora, que tal uma petição pública para que a RTP que o pessoal paga passe este video:
    http://video.google.com/videoplay?docid=7044941037235756025&sourceid=docidfeed&hl=undefined
    e outros do género.
    Se o loose change é uma especulação e foi passado várias vezes na RTP, daqui a quantas horas a RTP transmitirá este e outros videos do género ?
    É que estes são baseados em factos históricos e reais.
    Deviam ser passados pelo menos umas 5000 vezes.
    Que tal uma petição ?
    Afinal a RTP é financiada por todos nós, ou também já faz auto-censura e já tem medo?
    Até já passou várias vezes outros programas a apresentar um islão muito correcto.
    Devia também apresentar o outro lado menos correcto da coisa.
    Isso sim, será um bom serviço público.

  9. LOUIS XVI diz:

    Faço minhas as palavras do Fernando Alves…até sempre

  10. Anónimo diz:

    MZ não fique assim tão contente, porque os hits talvez sejam causados por bots e crawlers de motores de pesquisa.

    Se não sabe estes são os maiores causadores de aumentos dos hits de blogues…

    Sem dados mais precisos, eu apostaria mais nos bots e crawlers como os causadores dos hits.

  11. Ohhhhh! Não sabia, Anónimo! Que desilusão!!!! E ninguém inventou ainda um contador que consiga diferenciar a origem dos hits? Não me diga!!!!

  12. Anónimo diz:

    Então MZ diga-me o que o seu ego lhe diz sobre os hits vindos de bots e crawlers?

    Não me vai dizer que os 50.000 hits são de visitantes individuais…

    Porque ainda você vai poder sonhar vender as suas capacidades de atrair tráfego e ganhar muito dinheiro com isto!

    😉

  13. Caturo diz:

    «E já agora, que tal uma petição pública para que a RTP que o pessoal paga passe este video:
    http://video.google.com/videoplay?docid=7044941037235756025&sourceid=docidfeed&hl=undefined
    e outros do género.
    Se o loose change é uma especulação e foi passado várias vezes na RTP, daqui a quantas horas a RTP transmitirá este e outros videos do género ?
    É que estes são baseados em factos históricos e reais.
    Deviam ser passados pelo menos umas 5000 vezes.
    Que tal uma petição ?
    Afinal a RTP é financiada por todos nós, ou também já faz auto-censura e já tem medo?
    Até já passou várias vezes outros programas a apresentar um islão muito correcto.
    Devia também apresentar o outro lado menos correcto da coisa.
    Isso sim, será um bom serviço público. »

    Força NISTO.

  14. Jaï bettancourt de carvalho (ex-Paulo) diz:

    Uma animação muito engraçada, mas em muitos bairros de Paris jà è uma realidade. Ruas fechadas porque os muçulmanos nem cabem nas mesquitas, então são tantos que jà rezam em publico, o que è normalmente prohido, mas as autoridades tolèram.

    http://www.geocities.com/jean0989/

  15. Vera diz:

    “Espero que a homossexualidade, que era proibida quando eu nasci e foi autorizada já depois de me tornar adulto, não venha a ser obrigatória.”

    ahahahahaah

  16. Um pouco tardiamente mas cá vão os meu parabéns pelo fabuloso número de visitas alcançado em tão pouco tempo. Sinal de que o que escreve não é indiferente a muitos. Gostem ou não vêm cá cair e como dizia António sardinha, “Avante por cima de cadáveres!”

  17. Luar diz:

    É um número muito significativo, em termos relativos, e, certamente, muito estimulante. Os meus parabéns!

  18. rodrigo diz:

    “Eliminar a esquerda”?????
    é cada coisa estúpida que aparece na internet….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: