Notícias da religião da paz e dos assassinos entre nós

islameuropa1.gif

17 Responses to Notícias da religião da paz e dos assassinos entre nós

  1. Mas atenção que os tipos das Pateras são em grande número não-muçulmanos… isto é, animistas e cristãos da África Ocidental…

    E que o problema das Pateras não está naqueles que nelas seguem, mas nos governos corruptos e corruptíveis que as deixam passar (Marrocos, Mauritânia, etc.)

    Nisso e nos níveis de miséria e desespero a que chegaram essas gentes, merçê do proteccionismo agrícola europeu e americano e da corrupção generalizada tolerada pelo Ocidente nestas partes do globo…

  2. A causas principais da chegada de pateiras são as legalizações maciças e a cobardia do governo espanhol. Se os novos chegados fossem deportados (militarmente se os seus países não quisessem) ou encerrados em campos de concentração, isto acabava. Vale a pena arriscar a vida se uma vez chegados às Canárias, sabem que já podem ficar na Europa.

  3. meu caro Rui Martins, desculpe-me a ironia, mas quantos deles está você disposto a alojar em sua casa?

  4. Al-Pensativo diz:

    «anulada uma rede de assassinos infiltrados prontos a matar em nome do Islão»

    Foi o que aconteceu em Junho deste ano em Chicago:

    Vídeo 5:20m

  5. 6 diz:

    Mas porque é que orientam o orifício do escape intestinal para o céu ?
    E põem a cabeça mais baixa que o traseiro ?

  6. Vera diz:

    é pra aumentar a circulação no cérebro, que é fraca.

  7. Ricardo diz:

    Mas sim! Você é um génio! A solução para o terrorismo é descriminar e expulsar os arabes e todos os que se pareçam com eles!
    Prende-los sem acusação nem julgamento e tortura-los!
    (Aqui entre nós – acho que eles nem têm alma… mas eu tb n gosto mt d pretos, que acha que lhes deviamos fazer?)
    É transformar o ocidente num grande condomínio privado, com muros altos a toda a volta e guardado por homens maus com caçadeiras que viram muitos filmes do steven seagal.
    e os palestinianos que foram praticamente conquistados e colonizados pelos israelitas no pós guerra deviam era tar quietos e calados,senão os israelitas relembram aos americanos o seu estatuto de lapdog, e pedincham mais meia dúzia de bombardeiros pa arrasar os miudos q atirar calhaus aos tanques deles.
    Quando se for deitar hoje,e tiver a sonhar com o luís delgado, pense em como são vocês que fazem o grande jornalismo neste país!

  8. Vera diz:

    “e os palestinianos que foram praticamente conquistados e colonizados pelos israelitas ”

    Os judeus já lá tinham estado antes dos palestinianos…

  9. ar diz:

    Há quem diga que não havia lá paletinianos e quem lá estava eram árabes, mas poucos.
    Esta intervenção é só para saberem que há outros argumentos que são pouco ou nada referidos.
    Os judeus quando começaram a ir para lá em grande quantidade é que começaram a desenvolver a economia e a empregar e a pagar aos árabes mais num mês do que eles ganhavam num ano a trabalhar para os outros senhores árabes que os tratavam como escravos ou quase. Isso atraiu muito emigrantes das zonas vizinhas o que fez aumentar muito a população árabe.

  10. Caturo diz:

    é descriminar e expulsar os arabes e todos os que se pareçam com eles

    Não… a solução é deixá-los entrar todos e fazerem o que lhes apetece até isto ficar completamente dominado pela chária e todos os não muçulmanos passem a ser tratados como cidadãos de segunda na sua própria terra…

  11. Caturo diz:

    É transformar o ocidente num grande condomínio privado, com muros altos a toda a volta e guardado por homens

    Pois… ou isso ou a lenta iminvasão do Ocidente… ou, claro, a aniquilação total do mundo islâmico por meio de brutal ataque nuclear.

    Eu prefiro a primeira alternativa… as fronteiras sempre existiram e sempre terão de existir. O contrário é caminho, ou para a diluição bastarda, ou para a submissão a um poder alienígena.

    As fronteiras têm pois tanta necessidade de existir como as paredes e portas das casas de cada família.

  12. Ricardo diz:

    Ei! Malta inteligente. Metade disso nem merece resposta. Mas os judeus ja la tinham estado antes dos palestinianos? Quando? No tempo de biblia?
    Vão à wikipedia:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Demographics_of_the_Palestinian_territories
    ou leiam a citação:

    The Palestinian territories, occupied — according to the United Nations terminology — since the 1967 Six-Day War, include the West Bank and the Gaza strip.

    Território ocupado! De acordo com a terminologia da ONU!
    In your face! ahah
    Nunca estranharam chamarem aquilo colonatos judeus? Acharam que eles tavam lá numa colónia de férias?
    Ou que colonizaram a zona?
    E em relação ao abraão ja la ter estado, era giro que a Enya viesse agora encabeçar um movimento celta a reclamar parte do território português. Nos ja aí morámos, há uns aninhos.

  13. Ricardo diz:

    e claro, as únicas opções que há são a lenta conquista do ocidente pelos arabes, ou o holocausto nuclear estilo mad max. Mais nada. Só há branco e preto. Não há cinzento. Não há mais claro nem mais escuro.
    há é uns gajos mais claros que não gostam dos mais escuros.
    (Muito subtil para si?)
    Você é racista. E nem se apercebeu ainda. Vá, agora vá integrar uma qualquer lista do PNR, e teja calado.

  14. Jovem Ricardo, você sabe o que diz a constituição Portuguesa, em matéria de Direitos, Liberdades e Garantias?

  15. Adeus, meu caro Ricardo.

  16. Gabe-se de ter sido o primeiro imbecil que bani deste blogue…

  17. Descrente diz:

    BRAVO, MÁQUINA ZERO!!! Eu querria estar no seu lugar!!!…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: