Boas-vindas a uma alegada muçulmana

aishah_azmi_burkauk.jpg

Recentemente, uma alegada muçulmana colocou aqui um comentário, afirmando que “em Portugal há mais de 18.000 (dezoito mil) queixas por ano relativas à violência doméstica (…) E é por isso que no Islão é proibído bater na mulher, excepto em situações em esta ponha em risco a sua própria vida ou da família, e outras situações de infidelidade MAS SÓ DEPOIS DE VÁRIOS AVISOS e VÁRIAS NOITES EM CAMAS SEPARADAS. E nunca se pode bater na cara.”

Ora digam lá se isto não é próprio de uma atrasada mental! Será que é alguém que se faz passar por muçulmana, no sentido de denegrir os próprios muçulmanos? Será um chamado “agente provocador”? Só pode…

3 Responses to Boas-vindas a uma alegada muçulmana

  1. themage diz:

    É comum confundir-se o islão com os radicais islamitas. Na realidade o islão coloca o homem e a mulher em níveis idênticos e idênticos são também os castigos a aplicar a ambos os sexos por crimes idênticos.

    A questão não se coloca em relação ao islão, que é uma religião razoável na sua essencia, mas em relação aos seus fieis, que não sua maioria são tão islamitas quantos os seguidores de cristo são cristãos.

    Os fundadores da maioria das fés eram homens sensatos e à frente do seu tempo. Pena é que o mesmo não se passe com aqueles que sujam a àgua em que foram batizados (de uma forma genérica, enquanto simbolo de iniciação).

    • Vasco diz:

      Boas Mago..
      Tu andas muito enganado…
      1o o Maomé não era nem sensato nem muito a frente do seu tempo… era um homen do seculo 7o e dos piores sacanas que podia ter existido..
      (isto excepto se considerares que pedofilia, escravatura, violações de kufars e escravos, dhimmis e guerra é estar muito a frente do seu tempo)

      2o Estas a comprar cristãos com muçulmanos.. outro erro..
      apesar de serem parecidos e de terem raízes comuns (usam os mesmos dogmas de Jerusalém como base) não podiam ser mais diferentes..
      Sem o Islão obrigatório.. as crianças que nao rezarem devem ser agredidas até rezarem direitinho.. e a fé é composta pela premissa de que o CUrão é a palavra directa e inalterada de deus que deve ser cumprida a letra.. Não é por acaso que tens tantos extremistas muçulmanos…
      só não há mais, porque os muçulmanos são pessoas como nós e o seu humanismo natural faz com que não se sintam bem a cumprir tudo o que vem no livro.. mas apoiam quem o faz… a maior parte dos grupos terroristas muçulmanos tem apoio financeiro de grandes grupos e países, mas também fazem muitas angariações para “caridade”… o caso mais visível é o próprio hamas..

      http://www.thereligionofpeace.com/Quran/003-wife-beating.htm
      Nesse link podes ler mais umas coisas sobre o que é o verdadeiro islão… e que numa sociedade teológica, como a maior parte dos muçulmanos quer, esse género de coisas se tornam completamente aceitáveis uma vez que o próprio maome fazia bem pior…..

      Tu tens a ideia de que os extremistas muçulmanos não são praticante.. nem muito muçulmanos…
      bem a realidade é que são e que o fazem seguindo os ensinamentos do maome.. alias esses são mais muçulmanos que os outros, que devido ao seu humanismo são muito superiores ao próprio profeta..

  2. Não, não coloca. O Islão autoriza expressamente o marido a bater na mulher e não autoriza a mulher a bater no marido. Se quiser mais pormenores, diga.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: