Muçulmana inglesa no centro da polémica do véu pertence aos Tabligh Jamaat

Aishah Azmi, educadora de infância, esteve no centro de uma enorme polémica, quando se armou em vítima e andou a chorar pelas televisões, acusando os responsáveis pela escola onde trabalhava de a impediram de usar o niqab, aqele saco de batatas preto enfiado pela cabeça abaixo, com uma faixa estreita que deixa ver apenas os olhos. Acontece que a senhora, quando foi à entrevista para obter o emprego, não usava o niqab. E as crianças queixavam-se que não percebiam o que a senhora dizia, quando falava. A dita cuja já tinha sido apanhada a mentir, na BBC. Soube-se agora que é membro de um grupo fundamentalista, os Tabligh Jamaat, com forte implantação em Portugal, especialmente na margem Sul do Tejo, onde reside um dos seus principais líderes, o xeque Rachid Ismael – uma das várias faces do Islão em Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: