A Clara, mais uma lídima representante da Esquerda acéfala

rats5.jpg

De há uns dias para cá, uma senhora que assina com o nome de “Clara” tomou o freio nos dentes e desembestou pelas caixas de comentários deste blogue. Atendendo ao nível dos seus argumentos, à perspicácia do seu raciocínio, à clareza das suas exposições e à profundidade das suas análises, não resisto a trazer aqui alguns exemplos dos seus comentários:

  • Novo comentário na sua entrada #457 “A manada de José Miguel Júdice”
    Autor : Clara (IP: 82.155.5.144 , bl6-5-144.dsl.telepac.pt)
    Comentário: Lave essa cabeça para tirar essa sujidade toda! Você, ainda acha que alguém quer debater o que quer que seja consigo, depois de lermos as sujidades que escreve?! De flar do que não sabe?! Não venha com a história de que sou mais uma que não tem capacidade argumentativa. Essa já está mais do que gasta pela vossa parte. Enxergue-se!

  • Novo comentário na sua entrada #917 “Manuel de Oliveira versus Woody Allen”
    Autor : Clara (IP: 82.155.5.144 , bl6-5-144.dsl.telepac.pt)
    Comentário: Alguém o confundiria com a minha família, seu monte de nada, nadinha?! Mais uma vez está a querer comparar o incomparável. Santa paciência, remeta-se ao silêncio! Escreva sobre o que por ventura sabe. Se é que sabe alguma coisa. Porque comparar Manoel de Oliveira com Woody Allen… valha-nos Deus.

  • Novo comentário na sua entrada #904 “Palavras para quê? É um “democrata” de Esquerda…”
    Autor : Clara (IP: 82.155.5.144 , bl6-5-144.dsl.telepac.pt)
    Comentário: Cale-se! Quem não tem nada para dizer, cala-se! Não fale de Democracia. Este seu blogue é a prova mais do que evidente, que não sabe nada de Democracia. Cale-se! Quando lhe apetecer falar, morda a língua.

  • Novo comentário na sua entrada #881 “Presidente da Comissão para a Igualdade Racial ataca povos do Leste europeu”
    Autor : Clara (IP: 82.155.5.144 , bl6-5-144.dsl.telepac.pt)
    Comentário:Quem é você, para falar de tolerância, insultos?! Senhor, senhorzinho MZ, vá para África como “escravinho”. Você e os da sua laia, nem para escravos servem. São um monte podridão. E agora, boca fechada, mãos atadinhas, para que a sua cabecinha não lhe dite mais umas quantas parvoices. Que canseira, homem! Ponha-se no seu lugar

  • Novo comentário na sua entrada #905 “Terceiro (e último) lote de pérolas do Tiago Pregueiro, clone do Daniel Oliveira (*)”
    Autor : Clara (IP: 82.155.5.144 , bl6-5-144.dsl.telepac.pt)
    Comentário: Você sabe lá onde trabalho. Caluda! Cale-se! Você, não pode ceder ao que a sua pobrezita cabeça lhe dita para escrever. Não vê que só escreve coisitas de dignas de se colocarem no esgoto?! Vá, não se afogue mais. Está quase no fundo do esgoto… ai as ratazanas que se passeiam por cima de si.

53 Responses to A Clara, mais uma lídima representante da Esquerda acéfala

  1. “Cale-se! Quando lhe apetecer falar, morda a língua”

    lol, esta é fantástica! Custa a crer.

    Quanto masoquismo será preciso para odiar tanto uma coisa e continuar a faze-la?

    Deixe de ler minha senhora, deixe de ler. Quando lhe apetecer ler, morda qualquer coisa.

  2. Vera diz:

    “Deixe de ler minha senhora, deixe de ler. Quando lhe apetecer ler, morda qualquer coisa. ”

    Quando lhe apetecer ler morda que morda os olhos! lolol

  3. Ticha diz:

    A pequena Vera já não deve ser muito esperta. Mas o que dá a parecer é que quem lhe dita as barbaridades que escreve, quer transmitir ainda uma pior imagem da moça. Coitada! Precisa mesmo de abrir os olhitos.

  4. Pedro Marcos diz:

    Para a Clara e a Ticha…
    E já agora para o Máquina Zero para que não perca tempo nestas coisas, até porque não tais histerismos não surpreendem ninguém.

  5. anti-inquisidoras diz:

    Esta Clara e ticha querem ser as novas inquisidoras ?
    O meu total apoio ao MZ !
    Força !

  6. Vera diz:

    “A pequena Vera já não deve ser muito esperta. Mas o que dá a parecer é que quem lhe dita as barbaridades que escreve, quer transmitir ainda uma pior imagem da moça. Coitada! Precisa mesmo de abrir os olhitos.”

    Eu aidna os abro bem..já a Clara..deve estar farta de os mordiscar AHAHAHA
    E ticha..para de lamber as botas aos outros e falar de quem não conheces.. Eu já percebi que vocês estão na idade do eu-sei-tudo-e-os-outros-são-uns-parvos, mas aqui no blog ninguém é obrigado a aturar os vossos ataques de histeria… Procura um psicólogo e não descarregues em nós.

  7. Vera diz:

    Curioso é que as Chicas-espertas cá do sítio são dão coices..mas ainda não percebi ao certo que é que as incomoda… é mesmo a revolta com a vida?

    “Esta Clara e ticha querem ser as novas inquisidoras ?”

    Elas querem é ver
    A cultura a arder!
    a cultura a arder!

  8. Alguém o obriga a vir aqui, meu caro Ricardo? Ou você é masoquista? Ou é um ‘clone’ da Clara?

  9. ocid diz:

    Aproveita para dar os meus Parabéns ao MZ pelo excelente trabalho que nos proporciona o seu blog. Concordo com o Pedro Marcos, acho que MZ não deve desperdiçar o seu tempo com esta gente. Sempre que há caravanas a passar, vai sempre haver cães ou cadelas a ladrar.

  10. Filipe diz:

    Sempre que houver caravanas como as do mz a passar, mais tarde ou mais cedo, o vento encarregar-se-á de as derrubar.

  11. anti-inquisidor diz:

    Este Filipe é mais um candidato a censor e perseguidor.
    O que os incomoda ?

  12. A pluraildade de ideias, numa democracia, incomoda-o imenso, não é, meu caro Filipe?

  13. Filipe diz:

    Neste post, nada pode incomodar. A não ser a não Democracia, a ignorância e contradição, caro MZ.
    Não fala em pluralidade de ideias e em Democracia? O que a cara Clara fez foi expor as suas ideias. E mais, vi eu e não só comentários desta senhora, que mais tarde o senhor MZ fez o favor de os apagar. É democrata, o senhor? Está longe de o ser. Não se contradiga. Não queira que todos concordem consigo.

  14. Meu caro, o que a Clara começou por fazer foi insultar-me, chamando-me porco. Não discutiu, não argumentou, não defendeu pontos de vista. Foi a única pessoa a quem bani e cujos comentários paguei.

  15. Filipe diz:

    É completamente falso o que escreve sobre a cara Clara. Não o insultou e muito menos lhe chamou porco. E argumentos foi algo que não faltou à cara Clara, porque eu e não só, ainda conseguimos ler o que aquela senhora respondeu a algumas das suas provocações. Mas, o senhor acha que tem o direito de responder, de deixar que outras pessoas comentem sobre a cara Clara, e quando esta escreve, o senhor MZ apaga. Lindo!
    Foi uma prova que verifiquei no seu blogue. O que me leva a pensar a mim e não só, que já não foi a primeira vez que apagou comentários. E com certeza, que também não foi a última.
    Quem tem um blogue não deve apagar comentários sejam eles de que índole forem. É a democracia! Não se diz democrata? Então, não se limite a carregar na tecla “delete”, mas antes responda se assim entender. Se não quiser responder, está no seu direito, mas deixe é as pessoas participarem no blogue democraticamente.

  16. Vera diz:

    Se vocês soubessem distinguir democracia de má educação já eu me dava por contente…

  17. Filipe diz:

    Cara Vera, esse chapéu a mim não me serve. E mesmo que me servisse não o colocaria de certeza vindo das suas mãos. Sabe porquê? Neste blogue eu ou qualquer pessoa facilmente encontra comentários seus anti-democratas e de falta de educação pura e dura. Com efeito, até agora não é de todo a pessoa mais indicada para falar de Democracia ou má ou boa educação. Quem não distingue democracia e má educação é a cara Vera, por não aceitar que outros não pensem como você.

  18. Nuno diz:

    “Cale-se!” é um argumento?

  19. Vera diz:

    “Cara Vera, esse chapéu a mim não me serve. ”

    Nem eu te acusei de nada.

    “Neste blogue eu ou qualquer pessoa facilmente encontra comentários seus anti-democratas e de falta de educação pura e dura. Com efeito, até agora não é de todo a pessoa mais indicada para falar de Democracia ou má ou boa educação. Quem não distingue democracia e má educação é a cara Vera, por não aceitar que outros não pensem como você. ”

    Ai sim, relata-me lá um.
    Apenas um…. Quando é que fui anti-democrática? Quando é que te insultei sem ser provocada?
    Espero que respondas a isto…porque já reparei que é um tique vosso: fazer acusações mas depois não as justificar.
    Como é que sabes que eu não aceito quem pensa diferente de mim?
    (Por acaso até tive um namorado com ideias diferentes…sempre falámos sobre isso..mas pronto, não aceito..o Filipe é que sabe)

    Quem me conhece até sabe que sou anti-ditaduras..Só que vocês quando metem uma coisa na cabeça, é assim e pronto.

  20. Vera diz:

    Então…Tanta demora…ainda não encontrou nenhum exemplo, foi?

  21. Filipe diz:

    A mim, a cara Vera não me insultou (ainda). Mas já insultou outras pessoas, conforme se pode verificar neste blogue.
    Quanto ao ser anti-democrata, ou pelo menos, demonstrar ser através do que escreve, é um facto. Neste seu comentário se constata isso mesmo: “… Só que vocês quando metem uma coisa na cabeça, é assim e pronto”. A mim, parece-me o contrário. Isto é, em Democracia tem de haver tolerância. A cara Vera, tem dificuldade em aceitar opiniões diferentes das suas e, depois, como contra-argumento diz que os outros teimam e teimam.

  22. “Alguém o obriga a vir aqui, meu caro Ricardo? Ou você é masoquista? Ou é um ‘clone’ da Clara?

    Comentário por maquinazero — Novembro 10, 2006 @ 11:07 pm ”

    Desculpe, não percebi…eu estava a ser ironico com as palavras da Clara…não percebo

  23. Ooooppps! As minhas desculpas, meu caro Ricardo! Baralhei-me completamente e troquei as respostas.Claro que esta não lhe era dirigida a si!

  24. Tudo bem…não estava mesmo a perceber 🙂

  25. Caturo diz:

    Mas já insultou outras pessoas, conforme se pode verificar neste blogue

    A Vera nunca insulta sem ser insultada, ao contrário da cáfila que apoia o Filipe. Nem é verdade que a Vera tenha dificuldade em dialogar com gente que tenha opinião diversa da dela, ao contrário do que sucede com os seus oponentes deste blogue, que puxam tudo para o ataque pessoal e para o insulto, quando começam a dizer que ela não sabe do que fala, etc..

  26. Filipe diz:

    Caro Caturo, é a sua maneira de interpretar o que está escrito neste blogue. “Chapéus há muitos”. É caso para dizer que interpretações de leitura, também as há. Estamos mais uma vez em desacordo.

    ” (…) ao contrário da cáfila que apoia o Filipe (…)”, disse Caturo. Meu caro, não conheço os meus apoiantes, mas com certeza que não são “cáfila”. São pessoas como eu, como você… com ideias, princípios iguais ou diferentes, consoante os temas em discussão.

    De facto, “navegando” pela blogosfera constata-se que muitas são as pessoas que opiniam que a cara Vera muitas vezes não sabe do que fala. Porque será? Talvez todas estejam erradas e a Vera certa. Talvez a Vera não saiba mesmo do que fala. Talvez saiba do que fala, mas não se exprima da melhor forma para a que possamos entender. Não sei, são hipóteses. Eu, tenho a minha opinião. Mas posso vir a mudar. Depende.

  27. Caturo diz:

    Meu caro, não conheço os meus apoiantes, mas com certeza que não são “cáfila”.

    Quando bernardinos e afins para aqui vêm insultar gratuitamente, são concerteza cáfila – cáfila ou mesmo súcia, ralé, vara de porcos.

    São pessoas como eu, como você…

    Como eu não são de certeza, que eu nunca venho aqui só para insultar.

    De facto, “navegando” pela blogosfera constata-se que muitas são as pessoas que opiniam que a cara Vera muitas vezes não sabe do que fala. Porque será?

    Porque discordam dela nos ideais. Do mesmo modo, há também muitas que concordam com a Vera e até lhe tecem elogios. Porque será?…

    O seu argumento foi dos mais ridículos que tenho lido num blogue – agarrar numas quantas «vozes» anónimas e transformá-las numa espécie de referendo automático é das atitudes mais mentecaptas que tenho visto. É que, se quiser, trago já aqui trinta ou quarenta indivíduos que lhe vão chamar, a si, imbecil chapado, e vão deitar por terra tudo o que você disser, sem deixar subsistir sequer uma vírgula de pé.

    Quanto à clareza do discurso da Vera, é uma evidência – e é aliás por isso mesmo que tanto a insultam, é porque ficam irritados e desarmados com a lógica das suas afirmações e, não tendo argumentos para a rebater, descem à baixeza de recorrer ao insulto e ao ataque ad hominem como forma de desacreditar o que a Vera diz. É um truque sujo a que só recorre a gentalha sem categoria nenhuma, completamente impotente para provar, por argumentos, que a Vera esteja errada. E, não podendo demonstrar que a Vera está errada,

    que lhes resta?…

    … resta-lhes pura e simplesmente… dizer que a Vera está errada. A Vera está errada porque sim!, pronto, acabou, é assim que essas «muitas pessoas» sabem «argumentar».

  28. Vera diz:

    “A mim, a cara Vera não me insultou (ainda). Mas já insultou outras pessoas, conforme se pode verificar neste blogue”

    Quem^? (é que caso aidan não tenhas percebido, aqui o “alguém”, o “pessoas” não serve para nada…tens que dizer quem foram essas pessoas, para o provares.) E não em venhas com a história do “ainda”, porque não te insultei, para teu desagrado..nem pretendo insultar. Desculpa a desilusão e o argumento que não te ofereço.

    Só que vocês quando metem uma coisa na cabeça, é assim e pronto”. A mim, parece-me o contrário. Isto é, em Democracia tem de haver tolerância. A cara Vera, tem dificuldade em aceitar opiniões diferentes das suas e, depois, como contra-argumento diz que os outros teimam e teimam. ”

    Ah..esperem..então agora quando digo que vocês são teimosos esotu a ser anti-democrata.?? Eu percebi bem…..? É que se percebi..andamos aqui com um problema muito grave, chamado pinoquizice aguda….

    “De facto, “navegando” pela blogosfera constata-se que muitas são as pessoas que opiniam que a cara Vera muitas vezes não sabe do que fala.”

    MAis uma vez, quem? E sobre o quê? Estás a ver Filipe…esses blábláblás não servem de nada.. Quanto às pessoas que dizem isso, das duas umas: ou são galaicistas ou esquerdista.. Como vê, ninguém espera que um opositor fale bem de si. Logo vocês, que costumam ter falhas argumentativas graves..

    Aqui tb há montes de gente que o teu discurso não tem nexo.. Porque será? Ah pois…

    Quando aos insultos, é sp a vossa esquerdinha que se mete nos blogs, e não sabendo argumentar, desata a chamar nomes às outras pessoas. E olha que não aconteceu só uma ou duas vezes…já lhes perdi a conta! Eu, a única coisa que te posso dizer é que nunca deixei nenhuma opinião sem justificação…

  29. Filipe diz:

    Caro Caturo, é visível a olhos nus que está irritado. Não era minha intenção. Mais uma vez lhe digo que há espaço de opinião: Você tem a sua, eu tenho a minha. X tem outra, y outra e por aí adiante. Uns concordarão consigo, outros comigo. Para mim, isso não tem qualquer importância. O que é de salutar é as pessoas trocarem ideias e, como tal, tem de haver abertura a criticas. Como deve calcular, não pretendo alongar-me neste tipo de comentários. Nunca o insultei.

  30. Filipe diz:

    Não, cara Vera, você não percebeu bem. Mas também não vou repetir. Se quiser leia novamente o meu comentário à sua pergunta. Numa segunda leitura irá com certeza entender.
    Quantas às pessoas que não concordam com as posições da cara Vera, não sei se são esquerdistas ou não. Para mim, não é importante. Mas parece que para si é. E, como são de Esquerda não têm direito a discordar consigo, nem tão pouco o conseguem fazer. Mais uma vez, é a sua opinião. Não é a minha. Eu, não sou de Esquerda. Posso dizer-lhe que de Extrema-Direita também não sou.

    ” (…)Aqui tb há montes de gente que o teu discurso não tem nexo.. Porque será? Ah pois… (…)”, disse Vera. Claro. Mas acha que eu tenho a pretensão de que todos concordem comigo!? É evidente que não tenho. Nunca a insultei.

  31. Vera diz:

    “A cara Vera, tem dificuldade em aceitar opiniões diferentes das suas ”

    Ainda não percebeste que gostava que me justificasses isto, ou é preciso um desenho?

    “Quantas às pessoas que não concordam com as posições da cara Vera, não sei se são esquerdistas ou não. Para mim, não é importante. Mas parece que para si é. E, como são de Esquerda não têm direito a discordar consigo, nem tão pouco o conseguem fazer. Mais uma vez, é a sua opinião. Não é a minha. Eu, não sou de Esquerda. Posso dizer-lhe que de Extrema-Direita também não sou. ”

    Quem está a dizer que não têm o direito de discordar cmg és tu, e não eu. Portanto, não me ponhas palavras na boca. Vens aí com a história do “só por serem esquerdistas..” mas se calhar nem sabes o que são galaicistas e, portanto. resolveste não te pronunciar e ocultar que afinal também discordo com alguma extrema direita. Pois é, Filipe…achar que se tem sp razão, tem dessas coisas…

    Eu não disse que não tinham o direito de discordar de mim, o que eu disse é que é provavel que quem diz esse tipo de coisas é de esquerda ou de uma extrema direita separatista… Foi, ou não foi, isso que eu disse? Eu disse que não tinham argumentos contra mim só porque eram de esquerda? Eu disse que não podiam discordar? Não disse pois não? então, acalma-te…
    Por mim, podem discordar à vontade. Se tivessemos todos as mesmas ideias, de pouco serviam os blogs, não achas? O que eu critico é gente que pensa de maneira diferente MAS não dá justificações, não dá argumentos. Só diz “és burro” “não percebes nada disto”, “o não sei qts disse que tu eras assim e assado”… Mas isto é opinião? Isto é justificação?

    Eu até gosto de falar com pessoas com ideias diferentes..desde que me deêm argumentos. Não estou aqui para aturar um primeiro parvinho que me aparece à frente, a dizer disparates e a falar do plano pessoal.. Isso não é ter ideias diferentes das minhas..é perda de tempo. AS ideias justificam-se.

  32. Vera diz:

    “Nunca a insultei”

    Eu sei que não. Não precisas de me dizer…Eu não invento isso sobre os outros…

  33. Vera diz:

    “Claro. Mas acha que eu tenho a pretensão de que todos concordem comigo!? É evidente que não tenho”

    Nem eu..só gostava é que houvesse uma alminha que me dissesse o porquê disso… É que, até agora, ninguém me conseguiu explicar porquê…

  34. Filipe diz:

    A Vera não me insultou eu não a insultei, estamos entendidos. Este tipo de comentários, para mim são uma perda tempo. A cara Vera também concorda que não podemos agradar a “gregos e a troianos”. Não vamos prolongar este assunto. Da minha parte não vou.

  35. Caturo diz:

    Caro Caturo, é visível a olhos nus que está irritado

  36. Caturo diz:

    Caro Caturo, é visível a olhos nus que está irritado

    É porque está a ver mal. A menos que chame «irritação» à simples exposição clara e objectiva dos factos.

    Mas, se acha que aquilo que eu disse foi de algum modo incorrecto, está à vontade para o justificar.

  37. Vera diz:

    “Não vamos prolongar este assunto. Da minha parte não vou. ”

    Referia-se aos insultos que não foram feitos ou à justificação? Ou às duas coisas?

  38. Filipe diz:

    Caro Caturo, prezo em saber que não está irritado. Você expõe clara e objectivamente os factos. Eu, igualmente, o faço. Aquilo que você disse é a sua opinião e argumentou de forma a defender a mesma. Eu, opinei e argumentei da mesma forma. Não estamos de acordo. Mas qual é o problema? Os blogues servem para as pessoas argumentarem como entenderem e como sabem. Depois, cada um tira as suas conclusões.

  39. Filipe diz:

    Refiro-me aos insultos que não foram feitos entre nós os dois. Quanto às justificações: a cara Vera deu a sua. Eu, a minha. Em nada considero útil arrastar mais este assunto.

  40. Vera diz:

    Justificação? Não vi nada…

    P.S.: Quem vir uma justificação aí a fugir e saltitar, por favor, pode fazer copy/paste?

    Mas não te arrastes que não é preciso. Já percebi como funcionas, deixa lá…

  41. Filipe diz:

    Pois se a cara Vera não viu justificações ou não as aceitou, já é a sua leitura dos factos.
    É perpiscaz a Vera: “…Mas não te arrastes que não é preciso. Já percebi como funcionas, deixa lá…”, disse. Está bem, é a sua opinião. E já sei, outros também concordam consigo. Escusa de dizer. Outros se inclinam mais para a minha opinião. E, se assim não for, paciência. É a vida…

  42. Vera diz:

    “Está bem, é a sua opinião. E já sei, outros também concordam consigo. Escusa de dizer”

    Não preciso de evocar os outros para dar credibilidade ao que digo.

    Quanto ao resto, Filipe..é isso, é isso…

  43. Filipe diz:

    Eu, também não preciso de evocar os outros…, cara Vera É como disse: “…Outros se inclinam mais para a minha opinião. E, se assim não for, paciência. É a vida…”.

  44. Vera diz:

    tanta importância que esta gente dá aos outros…tudo para se escapar a respostas directas..enfim..

  45. Filipe diz:

    Santa paciência para este tipo de comentários. Enfim… É isso mesmo:):)

  46. Vera diz:

    Pois é…o Estaline devia-te ter ensinado isso.

  47. Filipe diz:

    Ensinado o quê? Comentários como estes seus últimos, entre mim e você, que não contribuem para nada? Por favor!!! :):)

  48. Vera diz:

    Ensinado a ter paciência:)

  49. Filipe diz:

    Tenho imensa paciência consigo como se pode constatar. E a Vera também:):)

  50. Vera diz:

    É do yoga.

  51. Filipe diz:

    Teve origem na Índia. Dizem que é uma forma de atingir a iluminação.

  52. Vera diz:

    E é…assim como a meditação.

  53. Filipe diz:

    Bom yoga e, se for o caso, boa meditação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: