Um tal canal, parece-me coisa que cheira mal… yooo!

portukkkal.jpg

Viram o título deste post? Se eu vestisse de outra maneira, tivesse um vocabulário ao nível de um chimpazé, cadastro na polícia, um pitbull, três filhos e respectivas mães abandonadas à sua sorte, não trabalhasse e dois terços da minha família recebesse o Rendimento Social de Inserção, era um rapper. E depois, podia insultar QUASE tudo e todos, de QUASE todas as raças, e podia chamar racistas aos portugueses, fazer álbuns intitulados “PortuKKKal” e outras coisas que me apetecesse. Bem, mas não sou. Felizmente. A genética tem destas coisas…

Veio-me esta divagação à cabeça quando vi as notícias sobre um novo canal de televisão, que aposta na lusofonia – uma palavra que me dá logo vontade de puxar atrás a culatra da G-3 que me acompanhou durante tantos meses de mato. Depois, uma conversa de comunidades, África, jovens, que é logo coisa para me deixar desconfiado. Andei à procura do site da CLP TV na net, mas não encontrei. Bom. A ver vamos, como dizia o cego. Multiculturalismo já há que chegue, neste rincão à beira-mar plantado. Na minha humilde opinião.

4 Responses to Um tal canal, parece-me coisa que cheira mal… yooo!

  1. Antonio Marcelo diz:

    PortuKKKal:

    Se os macacos pudessem cantar, cantariam assim. Isto qualifica (e desqualifica) esses “artistas”.

  2. Primeiro, aprenda a não catalogar o todo pela parte.

    Segund, você já insulta tudo e todos por isso, não precisa de ser rapper.

    Terceiro, assisti a cerca de 15 dias a uma conferência de apresentação da CLP TV e achei até bem interessante o aparecimento deste canal. Na altura o senhor António Cardoso passou um PowerPoint com um estudo que havia sido feito para saber até que ponto este canal era viável. Na altura os representantes da SIC, RTPi e Agência Lusa, presentes nessa conferência, aplaudiram e todos comentaram pela positiva o facto de um canal novo vir fazer o que todos os outros (inclusivé os seus) nunca conseguiram. Se a si o incomoda a palavra lusofonia tenho pena. Se os seus argumentos são puxar de uma arma então você é um ignorante e um frustrado. E escusa de responder por quem recorre À violência perde a raão.

    Tristeza pah.

  3. Engano seu. Se eu fosse rapper, podia insultar tudo e todos e era elogiado, estimulado e aplaudido por fazer isso. Assim, sou atacado e insultado, acusado de ser nazi, racista, xenófobo, etc, por gente como você. Gente que aplaude músicas do General D intituladas “Pula (Branco…) mete nojo. E que tal uma música com o título “Negro mete nojo”?

  4. “Primeiro, aprenda a não catalogar o todo pela parte.”
    Traduzindo, se General D é racista, então não o critico por o catalogar de tal. Mas nem todos os rappers o são.

    MZ: “Se eu fosse rapper, podia insultar tudo e todos e era elogiado, estimulado e aplaudido por fazer isso.”
    Como eu disse: “você já insulta tudo e todos por isso, não precisa de ser rapper.” mas acrescento “e além disso você é aplaudido, bajulado e seguido por meia dúzia de fans e, para tal, não precisa de ser rapper.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: