Muçulmanos hipócritas e falsos

miudobomba11.jpg

Lembram-se da polémica em relação à ópera Idomeneo? Pulhas da Esquerda Politicamente Correcta (EPC), devidamente cobardes, como manda a sua ideologia, cancelaram a ópera, por receio de ofender os muçulmanos. Diversas organizações dos ditos cujos juntaram-se às críticas, alegando que não viam problema nenhum na representação da referida ópera. O ministro alemão do Interior, Wolfgang Schaube, enviou convites a todos as organizações da Conferência do Islão. Seis delas já recusaram o convite, acusando o ministro de ser “populista”. Entre as organizações que recusaram o convite estão as duas principais associações de muçulmanos da Alemanha.

Algo que se torna claro, com episódios deste género, é a profunda hipocrisia dos muçulmanos que se dizem integrados e respeitadores da lei dos países europeus. Quando chega o momento de provarem isso, zero. Experimentem – sobretudo aqueles que me acusam de ser neo-nazi e xenófobo, à falta de argumento inteligente – fazer este peqeuno teste, e responder às questões com sinceridade. Quantos de vocês conhecem um muçulmano que:

  • seja sócio do vosso clube de futebol?
  • vá assistir aos jogos de futebol, com outros portugueses não-muçulmanos?
  • participe em alguma actividade caritativa, como a do Banco Alimentar Contra a Fome?
  • faça parte de um grupo de portugueses não-muçulmanos que vá jogar à bola no fim-de-semana?
  • seja membro da secção local do vosso partido político?
  • vá às reuniões da associação de pais da escola dos vossos filhos?
  • acompanhe o grupo de colegas do trabalho quando vão até ao café?
  • acompanhe o grupo de colegas de trabalho nos almoços e jantares de aniversário?
  • que faça parte de um grupo de teatro amador?
  • que integre um grupo folclórico?
  • que aceite apertar a mão a um colega de trabalho homossexual?

A resposta para a maioria desta questões será negativa, obviamente. Os muçulmanos só praticam actos caritativos no âmbito da sua comunidade. Só dão esmola quando esta é destinada a outros muçulmanos. Os muçulmanos só integram grupos desportivos, culturais ou recreativos contituídos exclusivamente por muçulmanos e que funcionem no estrito cumprimento da religião muçulmana. Aliás, se o fizessem de outra maneira, estariam a ter um comporgtamento haram, pecaminoso. Os muçulmanos ignoram completamente a actividade política nacional porque, para eles, a única lei é o Corão e o que o Corão diz está acima de todas as leis humanas. Depois de responderem às questões acima colocadas, digam-me se ainda acham que a comunidade muçulmana portuguesa está bem integrada…

Ah, e já agora, vejam este bom exemplo de integração: em Berlim, uma adolescente judia foi obrigada a ir às aulas com escolta policial, depois de ter sido insultada e agredida, durante meses, por colegas muçulmanos. Este ano, o número de agressões contra judeus – a maioria, da responsabilidade de árabes e turcos – aumentou 50 por cento, em Berlim.

Uma resposta a Muçulmanos hipócritas e falsos

  1. obesrvador diz:

    Além disso, é o próprio estado português que directa ou indirectamente os apoia como muçulmanos.
    Pelo menos a Câmara de Lisboa ajudou à construção da mesquita.
    ( É de perguntar se o estado português o ajudou a si, MZ, a ter um sítio para divulgar as suas ideias. )
    A RTP passou reportagens várias vezes a mostrar aquilo como sendo tudo bom.
    As paranóias apoiadas por eles, como a teoria da conspiração, passaram na RTP até chatear.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: