Com que sonham os muçulmanos?

Com um Portugal sem católicos, sem budistas, sem judeus, apenas com gente de “roupagens brancas até aos pés e longas barbas… pelas ruas eheh Subhana Allah” (Hajar, Comunidade Islâmica da Web)

60 Responses to Com que sonham os muçulmanos?

  1. Mais uma das tuas ilusoes contra os muculmanos…

  2. PP&I diz:

    MZ, as ligações desse vão sempre parar a um blogue.

  3. PP&I diz:

    Emenda: Leia-se “desse fórum”.

  4. Anónimo diz:

    MZ aprendes todas estas coisas na margem sul?

  5. Anónimo diz:

    Não é preciso ser na margem Sul, basta ler o que escrevem em público
    e, ler o aldrabão.

  6. LOUIS XVI diz:

    …e peço desculpa pela crueza mas essa gente sonha também com a violação das mulheres europeias…

  7. Miguel Ângelo F. M. Valério diz:

    Já que alguns não conseguem seguir o link e ler o texto completo de onde o caro MZ retirou a afirmação, aqui fica ela completa…

    “Assalamu waalikum!

    Subhana Allah! A mesquita cheia cheia de gente como nunca antes vi masha Allah. Quem vai distraído a chegar à mesquita, quase cai na ilusão de estar num país muçulmano… roupagens brancas até aos pés e longas barbas.. pelas ruas ehehe Subhana Allah!

    Estão cerca de 250 pessoas no Centro Cultural Islâmico do Porto, de vários cantos do país. Encontro este que durará este fim-de-semana insha Allah.”

  8. “essa gente sonha também com a violação das mulheres europeias…”

    desde quando???

  9. Mohamed Da Silva diz:

    ““essa gente sonha também com a violação das mulheres europeias…”

    desde quando???”

    Oh Meraj, então você não sabe de algo tão básico como o facto de os muçulmanos, para além de andarem a fornicar quatro mulheres oficiais, ainda sonham em violar europeias? Em que mundo você vive Meraj! Em que mundo!

  10. LOUIS XVI diz:

    …porque todos reconhecem nas mulheres europeias a realização que vocês proto-árabes jamais conseguirão almejar enquanto homens do islão, porque no fundo a maior parte de vocês são doentes frustrados que exigem que as mulheres se escondam em sacos ou em caixões com hipócrita receio das respectivas acções nefastas, porque estão num tempo correspondente á nossa alta idade média, porque a vossa civilização é um atraso e o que vos move é apenas o rancor, a mais pequena inveja e que tentaram, tentam e tentarão destruir a nossa porque jamais participarão da mesma…entre muitas mais razões…

  11. Anónimo diz:

    Louis XVI deve odiar o sangue sarraceno que corre nas suas veias fruto de 700 anos da presença árabe 😉

  12. Vera diz:

    Anónimo racista. Trata-se de cultura e não de raças. Quantos milhões de muçulmanos da nossa raças existem?

  13. Ao Silva, os muculmanos tem o mais elevado respeito pelas mulheres, coisa que parece nao reconhecer.
    Ao Louis ao nem respondo porque isto parece um grande ataque aos muculmanos em vez de ser um debate. Quem e terrorista e racista agora???

  14. Jaï bettancourt de carvalho diz:

    O “al-corão” quer dizer “a recitação” quer dizer que não se interpreta. Se alguem quer saber o que pensa um muçulmano a penas basta ler o al-corão como eu.

  15. A Fada Oriana diz:

    «O “al-corão” quer dizer “a recitação” quer dizer que não se interpreta. Se alguem quer saber o que pensa um muçulmano a penas basta ler o al-corão como eu.»

    Deixe de ser parvo (a). Da mesma forma que os cristão não lêem a Bíblia literalmente – senão andavam a lapidar adúlteros e a matar um monte de gente, para além de viverem como se estivessem na Península Arábica medieval – de igual o modo a grande maioria dos muçulmanos sabe que se trata de um livro recitado há 1400 anos, e num contexto específico. Haverá gente ignorante a querer interpretar literalmente tudo, infelizmente – assim como você -, mas são uma minoria. Uma minoria ruidosa, infelizmente, mas uma minoria.

  16. A Fada Oriana diz:

    “Ao Silva, os muculmanos tem o mais elevado respeito pelas mulheres, coisa que parece nao reconhecer.
    Ao Louis ao nem respondo porque isto parece um grande ataque aos muculmanos em vez de ser um debate. Quem e terrorista e racista agora???”

    Ó Meraj, você não está propriamente a escrever num lugar muito edificante, dada a quantidade de insultos, generalizações grotescas e racismo boçal que por aqui se lê. Um português minimamente culto sentir-se-ia honrado com a sua presença por cá, e com o facto de lhe estar a escrever na mesma língua, aí dessas bandas da África do Sul ou Moçambique, onde parece estar. O mais certo é que, daqui a pouco, lhe estejam aqui a querer corrigir erros de ortografia ou a chamar-lhe nomes. Ria-se um pouco desta palhaçada e entre no espírito da coisa, que mensagens civilizadas, por aqui, não resulta :))))

  17. Minha cara Fada Oriana, porque é que gente de um calibre superior, como você, vem perder tempo num site como este? Porque não vai discutir para sitios onde encontre gente da sua civilização?

  18. Já agora, ó Fada, a diferença entre as minorias ruidosas do cristianismo e do islamismo são vários milhares de quilos de trotil e largas dezenas de milhares de assassínios… Olhe, ó Oriana, dhimmi, sabe o que quer dizer? Em português popular, quer dizer “sabujo”. Em tempos que já lá vão, os traidores atiravam-se da janela para o Terreiro do paço…

  19. Vera diz:

    Fada Oriana (não sei porquê mas nunca gostei do seu livro), engoliu alguma tábua ou cabo de vassoura à nascença?

    Já agora, diga lá porque é que um português se deve sentir honrado com a presença mulçulmana nas suas terras? e porque é que um português culto deve pensar como a Fadinha…
    Apanhou essa virose enquanto se via ao espelho no lago, foi? Olhe que as tábuas não vergam..partem!

  20. Fada Oriana diz:

    “Fada Oriana (não sei porquê mas nunca gostei do seu livro), engoliu alguma tábua ou cabo de vassoura à nascença?

    Já agora, diga lá porque é que um português se deve sentir honrado com a presença mulçulmana nas suas terras? e porque é que um português culto deve pensar como a Fadinha…
    Apanhou essa virose enquanto se via ao espelho no lago, foi? Olhe que as tábuas não vergam..partem”

    Devia sentir orgulho, como portuguesa, de ver gente espalhada pelo mundo que fala e se expressa nesta língua, e que também a considera sua (no caso do Meraj, o mais certo é ser descendente de indianos de Moçambique e da Índia Portuguesa, e residir na África do Sul; possivelmente nem cidadão português é, mas se calhar é do Benfica – e dá-se ao trabalho de aqui escrever porque se sente na obrigação de dissipar mitos, de melhorar a comunicação entre as pessoas). Por tudo isso, alguém que se diga português devia se orgulhar de existir pelo mundo gente dessa, que mais não é que uma homenagem à própria história de Portugal.

    Quanto à presença desta gentinha neste blogue, ó “Máquina”, foi você que os foi, à sua maneira, provocar no dito fórum islâmico. De outra maneira, jamais saberiam da sua existência. Já não é mau. Talvez que aqui as fadas, as mouras encantadas, os sarracenos e outros horrores aqui participem para se divertir um pouco também. É uma ideia plausível, não acha?

  21. Vera diz:

    Uma fada internacionalista a dar lições de ncionalismo..ena ena! quem diria!

    Fada Oriana, a minha história é a história portuguesa e europeia. As religiões ancestrais? O paganismo e o cristianismo. O islão?Só em guerra e conquistas forçadas.

    A fada defende Minho-Timor.
    Eu defendo Açores-Urais. Percebe a diferença?

  22. Vera diz:

    Muitas dessas pessoas que falam português apenas tiveram a sorte ou azar de nascer numa ex-colónia de Portugal e aprender esta língua, tal como poderiam ser egípcios hindus e ter nascido na austrália…era ingleses ou tinham muito a ver com a história do Reino Unido? Julgo que não.

  23. Azar? E se não tivessem nascido lá como é que podiam adquirir a nacionalidade portuguesa, para poderem gozar da prosperidade dos países europeus que querem destruir e transformar em teocracias islâmicas?

  24. Vera diz:

    Pois…era para não dizer só “sorte”..assim ficava mais suave..

  25. Caturo diz:

    Brilhante, Vera, em cheio.

  26. “possivelmente nem cidadão português é, mas se calhar é do Benfica”

    Nasci em Portugal, sou cidadao Portugues, sou Sportinguista, e tenho nojo dessa gente racista que acusa os muculmanos em geral de serem terroristas, que tal comecarem a concentrar-se nos que sao terroristas mesmo? Eu nunca matei a ninguem e nao me vejo a faze-lo, nem os meus amigos e familia, por isso nao vejo a razao porque estamos a ser acusados desse crime…

  27. Anónimo diz:

    Não é preciso acusar. Está no próprio al-drabão.
    Uma coisa são as pessoas, outra, são os muçulmanos maometanos.
    Acredito que seja uma pessoa de bem e de boa vontade, mas estude melhor o curão e veja o que os críticos dizem do mesmo.

  28. Caro Meraj, e quanto aos bombistas de Londres? Condena sem reservas?

  29. Vera diz:

    Não esquecer que os terroristas não são só os que se explodem, mas também todos aqueles que os apoiam ou incentivam.

  30. Condeno-os todos sem duvida e nao os apoio, e ja agora, eu leio o Corao todos os dias, e tenho provas que o Corao esta contra tais matancas.

  31. Meu caro Meraj, o que acha destes comentários do “soli”, sobre o que diz o Corão em relação aos Judeus? E o que acha destas passagens do Corão:
    – “(2:8-10)
    In their (Non-Muslims) hearts is a disease; and Allah has increased their disease and grievous is the penalty they will incur, because they are false.”
    -“(58:5)
    Those who resist Allah and His Messenger will be crumbled to dust, as were those before them: for we have already sent down Clear Signs and the Unbelievers will have a humiliating Penalty
    – (5:33)
    The Punishment for those who oppose Allah and his messenger is : Execution or Crucifixion or the cutting off of hands and feet from opposite sides or exile from the land
    – (9:29)
    “Fight against those to whom the scriptures are given, who believe not in Allah nor in the Last Day, who forbid not what Allah and his apostle have forbidden, and follow not the true faith, until they pay the tribute out of hand and are humbled.”
    – (5:65)
    “The Jews say, ‘Allah’s hands are fettered.’ Their hands are fettered, and they are cursed for what they have said! On the contrary, His hands are spread open. He bestows as he wills. That which has been revealed to you from your Lord will surely increase the arrogance and unbelief of many among them. We have cast enmity and hatred among them until the day of resurrection. Every time they light the fire of war, Allah has extinguished it. They hasten to spread corruption throughout the earth, but Allah does not love corrupters!”
    – (55-60)
    “Surely those who disbelieve in our signs-We shall –We shall certainly roast them at a Fire; as often as their skins are wholly burned. We shall give them in exchange other skins, that they may taste the chastisement…

  32. Caro MZ, essas passagens citam o que podera acontecer no Inferno, e nao incitam a matanca dos Judeus, mesmo que estejam contra eles.

  33. Meu caro Meraj, lamento mas esta sua afirmação é COMPLETAMENTE FALSA! A Sura 9:29 refere CLARAMENTE, ISTO:
    – “You shall fight back against those who do not believe in GOD, nor in the Last Day, nor do they prohibit what GOD and His messenger have prohibited, nor do they abide by the religion of truth – among those who received the scripture – until they pay the due tax, willingly or unwillingly.” – Tradução do site online da Mesquita de Tucson.
    – “Combatei aqueles que não crêem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro, até que, submissos, paguem o Jizya” – Tradução do site do Centro Islâmico da Foz do Iguaçu.

  34. Presumo que, no Inferno, não haja lugar ao pagamento do Jizya…

  35. Neste Sura, fala-se da luta contra os Arabes nao-muculmanos, pode-se perceber se ler o Sura completo ou mesmo se ler comentarios do Sura.
    Outra prova que o Islao nao manda lutar contra todos os nao-crentes.

  36. Vera diz:

    Ah, então só lutam contra os não-crentes árabes? ISso não é racismo?
    E porquê a raça árabe se existem tantos milhões de outras raças, desde negros a arianos?

  37. Vera diz:

    *tantos milhões de muçulmanos também de outras raças

  38. Abd Rashid diz:

    CADA HOMEM DEVE ACREDITAR NO QUE QUISER SEM OFENDER OS OUTROS ,SE NAO QUEREM O ISLAO DEIXEM PRA NOS.

  39. Meu caro Meraj, então se eu for ateu, a Sura 9:29 já se aplica a mim?

  40. Anónimo diz:

    O aldrabão é uma ofensa a Deus da primeira à última letra.
    Está todo feito à medida e para os interesses de um esquizofrénico com várias taras que dizia ouvir vozes que ninguém mais ouvia.

  41. Caturo diz:

    Neste Sura, fala-se da luta contra os Arabes nao-muculmanos,

    Ou seja, fala-se contra os pagãos, porque esses Árabes praticavam a sua religião étnica ancestral, politeísta.
    E, evidentemente, o mesmo se aplica a todos os não muçulmanos, embora em diferentes graus: numa sociedade regida pela chária (lei islâmica), o judeu e o cristão são tolerados desde que paguem a jizia e batam baixa a bolinha.

    Isto é assim porque, para os muçulmanos, o Judaísmo e o Cristianismo fazem parte da revelação divina, embora sejam inferiores ao Islão, única doutrina completa, última e definitiva revelação.

    Agora, os pagãos… não têm alternativa para além da conversão ou da morte. Por isso é que cem milhões de hindus foram massacrados pelos muçulmanos na Índia, e pelo menos três mil templos hindus destruídos.

    E Viva Ayodhya…

  42. Vera diz:

    “CADA HOMEM DEVE ACREDITAR NO QUE QUISER SEM OFENDER OS OUTROS ,SE NAO QUEREM O ISLAO DEIXEM PRA NOS.”

    Claro que deixamos. Assim que vocês também deixarem a nossa terra..

  43. “não-crentes árabes” a guerra era contra eles, que nao deixavam os muculmanos passar pelas terras…
    “são tolerados” todos sao tolerados, e este versiculo incluia uma guerra, ou seja quem esta a interpretar o Corao mal, sao voces.
    “a nossa terra..” olhe Vera que a terra tambem e nossa, tenho orgulho em ser Portugues, cidadao, e ninguem me tira da MINHA terra, porque tambem e minha…

  44. Vera diz:

    Morria pela Constituição Portuguesa contra o Al-Corão?

  45. Meu caro compatriota Meraj, o que acha desta afirmação:”A Muslim has no country except that part of the earth where the Shari’ah of God is established and human relationships are based on the foundation of relationship with God; a Muslim has no nationality except his belief, which makes him a member of the Muslim community in Dar-ul-Islam” – Concorda ou discorda?

  46. Concordo plenamente, noutras palavras, a religiao e mais importante do que o meu pais

  47. Vera diz:

    Então afinal não é tão português quanto nós! Bem me parecia.

  48. Caturo diz:

    Já John Locke o dizia – deve-se vigiar atentamente todo aquele que, por obedecer a uma doutrina alheia à Nação, deva mais lealdade a outro princípio que não a Nação.

  49. Meu caro Meraj, você NÃO É PORTUGUÊS COMO EU. Você nem seqquer é meu adversário. Você é meu inimigo, porque, tendo a mesma nacionalidade que eu eu, pretende destruir o nosso País e substituí-lo pela “Ummah”. A SUA RELIGIÃO É MAIS IMPORTANTE PARA SI DO QUE O SEU PAÍS, PORTUGAL. PORTANTO, VOCÊ, PRIMEIRO, É MUÇULMANO, SÓ DEPOIS É PORTUGUÊS. Obrigado por confirmar que NÃO HÁ MUÇULMANOS MODERADOS.
    E QUE NENHUM PORTUGUÊS PODE SER MUÇULMANO SE NÃO DEIXAR DE SER PORTUGUÊS….

  50. voces nao percebem mesmo a diferenca entre religiao e nacionalidade..

  51. PP&I diz:

    Deixe-se de tretas Meraj, vosselências é que não distinguem o Direito da Religião. Para os muçulmanos o Alcorão é, a um tempo, livro sagrado e lei fundamental da nação árabe. Maomé representa a fé e a regra. E por ser assim, a pergunta da Vera é pertinente: A consistência da matriz cultural muçulmana obsta a qualquer ligação real e efectiva entre um muçulmano e um Estado ocidental.

  52. PP&I diz:

    Bonito, só faltava os parvinhos de extrema-esquerda virem enxovalhar a caixa de comentários. Get a life you morons.

  53. Vera diz:

    Meraj, nós percebemos muito bem a diferença entre religião e nacionalidade. Simplesmente, eu ponho a nacionalidade à frente.
    Sou agnóstica, mas se for preciso uno-me a católicos, protestantes, ortodoxos, para combater outros agnósticos que queiram prejudicar o meu país, tanto em situação de guerra como eu termos políticos (contra alguns socialistas ateus). Até faria uma união temporária com judeus caso estivesse em vista um combate a um inimigo comum, como é o caso das redes terroristas islâmicas.
    Ao passo que o Meraj ao pôr a religião à frente da nacionalidade, diz indirectamente que seria capaz de prejudicar os interesses do seu país se a sua religião assim o exigisse.
    Percebeu a diferença?

    P.S.: Eu cá prefiro Judeus a mouros e pretos. ( e venham os nazis todos…)

  54. manel diz:

    Para além da propaganda da guerra – não duvido, vende bem – ainda ninguém falou da laicização do poder executivo.

    A grande questão que agora se coloca, é a legitimidade e responsabilidade de intervir em países de governo religioso sabendo que essa revolução se faz – como foi feita – sustentada por mudanças sociais de contornos Democráticos.

    A oligarquia Oriental é aproveitada e sustentada pela cultura Ocidental, como sistema organizado efectivo, como também lhe é prejudicial por estar sujeita a manipulações que deste lado se vêem mas estão longe de ser perceptíveis em sítios onde a justiça real e palpável não existe – substituída pela religião – perpetuando estes sistemas feudais, novos e em contínua mutação (a capacidade militar de organizações terroristas), que de novo se tornam visíveis ao Ocidente.

    Deste lado continua-se a ver simplificadamente a violência como a causa, o meio e o efeito, o que está longe da verdade, justificando a não comunicação latente entre supostas culturas.

    Resumindo o que não é resumível, temos a propaganda do medo de um lado, do outro temos a propaganda da guerra. Os assuntos reais ficaram para segundo plano, o que é preciso é pretextos para agir e insultar…!

  55. Jaï bettancourt de carvalho diz:

    @ manel,

    A esquizofrenia è uma doença como as outras.

    Cura-te !

  56. Caturo diz:

    A oligarquia oriental é aproveitada e sustentada pela cultura ocidental?…

    É das maiores imbecilidades que tenho lido neste blogue…

  57. manel diz:

    O assunto é imbecil, mas que ainda não tenha sido exposto é ainda mais grave.

    A tua negligência é muito querida, quase amorosa…

  58. Meu caro Meraj, nós ainda não percebemos a diferenca entre religiao e nacionalidade? Nós é que percebemos que há diferença. Vocês, muçulmanos, é que afirmam que só há uma nação, a “Ummah”, a nação muçulmana… E olhe, não venha pra aqui dizer que você é português, quando afirma também que primeiro está o Alcorão e só depois a Ocnstituição da República Portuguesa. Estas suas afirmações tornam-se ridículas. Não reparou nisso?

  59. Caturo diz:

    O assunto não é imbecil, e só fica irritado com a sua exposição quem quiser meter a cabeça na areia ou convencer outros a fazê-lo, de modo a negar a evidência do choque civilizacional por meio do seu esquecimento ou ocultação.

  60. açoriano diz:

    Bem eu sou de origem açoriana, minha família é de uma colônia açoriana em Florianópolis, sul do brasil, e não há nada nestas veias além do sangue dos imigrantes açorianos, que por essas bandas é ridicularizado pelos outros que vem de fora, do “Brasil”, que nos tacharam com o carinhoso apelido de “manézinho da ilha”, pelo falar açoriano tipíco, pelo modo simples de vida baseada na pesca artesanal, e por toda nossa cultura. Estamos aqui a mais de 250 anos, e somos os primeiros europeus a colonizarem esta terra.
    Faz um bom tempo que a população de Florianópolis não é mais açoriana, vem gente de toda parte, não vou detalhar bem os acontecimentos, mas o fim é que dos colonos açorianos, só restam piadas e rendas de bilro (artesanato flamenco, que é comum na nossa cultura graças a presença flamenca nos açores) e pouco mais do que algumas imitações bobas.
    O povo daqui nada fez pra combater a vinda dos outros povos e culturas, e o resultado é o fim da nossa cultura, outra hora detalho melhor o que aconteceu, mais tenho a impressão que vai acontecer o mesmo com Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: