Pérolas da Comunidade Islâmica da Web (*)

  • “A estação de língua inglesa (Al Jazeere) é parcialmente financiada pelo Emir do Qatar (tal como a congénere árabe), mas nota-se o esforço empreendido para evitar qualquer tipo de parcialidade (…) A primeira emissão (ver aqui), há algumas semanas, tinha mais de dez directos em simultâneo, mas surpreendeu-me que não mencionassem, sequer com brevidade, uma das notícias que então abria tanto os noticiários da CNN como da BBC World, como foi o caso da polémica alteração à legislação paquistanesa sobre casos de violação. Aparentemente, não esperavam grandes desenvolvimentos no assunto e não lhe deram importância (…) vejo na estação de TV toda a objectividade, rigor e genuíno interesse em informar e consciencializar que, até há não muito tempo, eram apanágio apenas dos grandes media ocidentais (…) Aliás, nos últimos tempos, dou comigo a ignorar olimpicamente tanto a CNN como a BBC World, em detrimento da Al Jazeera English, que capto via satélite Astra 2A. Confesso que é algo que constato não sem alguma surpresa…”

O que o nosso amigo Hamid escreve num dos fóruns da Comunidade Islâmica da Web, é um bom retrato do grau de alienação dos muçulmanos que se dizem portugueses. Aliás, é quase impossível encontrar, naquele site, referências a assuntos que tenha a ver com Portugal. A política portuguesa, os problemas que todos nós enfrentamos no dia-a-dia, não existem para os muçulmanos que ali comentam. Só se preocupam com questões muçulmanas, com a Palestina e com a propagação do ódio aos judeus. Nada mais. O que se percebe. Porque como bons muçulmanos que são, apenas se procupam com os problemas que afectam a Ummah, a nacão muçulmana. Essa, é a sua verdadeira nacionalidade. A outra, é um papel que lhe permite viajar sem problemas e que lhes dá direito a um país com escolas, hospitais e estradas asfaltadas – coisa pouco frequente, nas terras dos seus antepassados.

(*) O engenheiro Tayab Abdul Habib, administrador do site da Comunidade Islâmica da Web, resolveu bloquear o acesso a todas as ligações que partam deste blogue. Mas para ter acesso ao site da CIW, basta copiar daqui e escrever, no seu browser, o endereço: http://www.myciw.org

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: