Se o Islão mandasse em Portugal…(I)

chess1.gif

… os campeonatos profissionais de xadrez eram proibidos!

8 Responses to Se o Islão mandasse em Portugal…(I)

  1. Anónimos diz:

    O jogo de xadrez chegou à Europa por via dos árabes, embora a sua origem seja provavelmente indiana e persa (Xeque Mate vem de “Shah Mat”, que em persa quer dizer “Morte ao Rei”). Pelo que bem entendi, a “proibição” do xadrez (e aqui a proibição tem que ser entendida num contexto de debate religioso, um pouco como o jogo a dinheiro ou o aborto são “proibidos” pela Igreja Católica) apenas se aplica se se tratar de jogo a dinheiro. O jogo, nesse caso, não era encorajado no Islão, tal como não é por nenhuma religião. Nas sociedades islâmicas, onde o xadrez foi primeiro disseminado, este jogo foi sempre muito apreciado e cultivado. Vamos lá ver se esta informação não é demasiado complexa para o seu cérebro.

  2. Experimente ler isto: ” Imam Malik RA said that it is worse than the game of nard (backgammon, which is also haram) and more destructive than gambling.

    Hadhrat Ali also said:
    “Chess is gambling of the Ajam people (non Arabs)”

    The prophet said:
    He who plays Backgammon has disobeyed Allah Ta’ala and His (Rasool) .”

    The playing of chess is Haraam. If the playing of chess is accompanied by gambling than its prohibition is unanimous”

    O site é este: “http://www.inter-islam.org/Prohibitions/Chess.html”

  3. Anónimos diz:

    Sinceramente, não me parece que alguém o vá proibir de ir jogar xadrez em Marrocos, na Turquia, na Malásia ou por aí (se até casinos existem nesses lugares!). A gente que está a citar viveu há 14 séculos. Parece mais que óbvio que se pronunciavam sobre o jogo a dinheiro, e é nesse contexto que as coisas devem ser entendidas. Depois, estar aqui a citar “links” com literatura medieval é como vir falar do catolicismo citando fontes da época da Inquisição – que pensariam eles do jogo? De não ir à missa todos os dias? De mulheres de cabelo à mostra? Dos judeus ou dos sarracenos? De comer carne na Quaresma? De tomar banho no mar ou no rio? De que o mundo não era plano mas esférico, e que não era o centro do universo?… Sim, é isso mesmo. Você com um pouco de exercício mental também lá chega.

  4. Meu caro anónimo, você sabe muito pouco de Islão. Recomendo-lhe que escolha outro tema para comentar. Futebol, por exemplo. Se você não fosse tão ignorante saberia que há quatro escolas fundamentais de jurisprudência e interpretação do Corão e dos “hadith” do profeta e que todos os teólogos, imãs e sheiks respeitam os princíios e orientações dessas interpretações.. E olhe que nenhum dos expoentes dessas quatro escolas é do século XX.
    Se você não fosse tão ignorante, saberia também que o Corão e os Hadiths são para ser seguidos à risca – daí o sheik Munir não ter pejo de apoiar a lapidação das adúlteras e o corte de mão dos ladrões, na sua entrevista ao DN, em 31.12.2006. E olhe, cito-lhe o próprio Maomé: “The Prophet said that he who played chess disobeyed Allah and His Messenger” (Hadith, Malik 554:1725-7) e ainda “The Prophet said: “He who played chess is like one who dyed his hand with the flesh and blood of swine (Hadith Muslim 946)”
    Mas enfim, meu caro, a arrogância é o fato domingueiro da ignorância…

  5. Tentando amenizar um pouco a sua ignorância, meu caro anónimo, recomendo-lhe a leitura deste artigo sobre o conflito desencadeado na Malásia (EM 2002…) devido à proibição do uso de bikinis no estado de Terengganu. 20002, leu bem. Julgo que sabe que isso está mais perto do nosso tempo do que da Idade Média… O link é este:
    http://evalu8.org/staticpage?page=review&siteid=372

  6. António Marcelo diz:

    Se o Islão mandasse em Portugal os primeiros em ser fuzilados seriam os tolos esquerdistas, homossexuais e parvos úteis que os apoiam.

    Olhem o que aconteceu no Irão.

    Heureux celui qui devient sage
    en voyant d’autrui le dommage.

  7. António Marcelo diz:

    A Reconquista foi a maior epopeia dos povos ibéricos que recusaram aceitar uma cultura e religião estranhas. É ridículo desvalorizar essa luta de tantas gerações. O islamismo não conseguiu enraizar na Europa, não só em Ibéria e na Sicília mas nos países submetidos ao império turco. Apenas ficaram algumas minorias nos Balcãs.

    A civilização muçulmana teria esmorecido e estagnado na Península e afinal teríamos acabado convertidos em colónias da França ou da Inglaterra que teriam realizado aquilo que os ibéricos não tivessem sido capazes de fazer.

    O revisionismo histórico que a esquerda tenta impor é suicida, masoquista e inconsequente. Se oito séculos de ocupação convertem uma “reconquista” em guerra civil, esse argumento poderia virar em contra da existência de Portugal, da resistência contra Napoleão, etc…

  8. Anónimo diz:

    Quando se fala no fanatismo islâmico actual, lá vem logo a demagogia: “ah, mas houve as cruzadas e tal…”. Pois, pois comparar a actualidade com o que se passou há 700 a 1000 anos atrás, é intelectualmente válido…há cada uma…
    Contudo não se fala na fúria conquistadora da altura:
    -A invasão da península ibérica pelos sarracenos (sim, porque ao contrário do que se anda aí a ser apregoado, a península ibérica era composta por reinos cristãos e não era um monte de calhaus com um punhado de cristãos e judeus), que só terminou nos nossos lados porque Carlos Matel lhes deu forte e feio na Batalha de Poitiers (França)
    – A destruição do Império Bizantino (herdeiro do Império Romano e portadora de uma civilização milenar, com a sua cultura e ciência) pelos otomanos e árabes.
    – A invasão da Europa (ocupando vários países cristãos ortodoxos como a Grécia, Bulgária, Balcãs, Hungria, etc) e ataques a navios europeus pelos otomanos, que só terminaram com o fracassada tentativa de tomar Viena e pela Batalha de Lepanto.
    Em relação às cruzadas, não que eu queira desculpabiliza-las, mas tem em que aqueles territórios no mediterrâneo oriental eram territórios cristãos até algum tempo (Império Bizantino), será que os cruzados não viam os muçulmanos como invasores?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: