Barack HUSSEIN Obama, negro. Conhecem?

Candidato a candidato presidencial rejeita herança materna?

obamapais.jpg   obamarosto.gif

Barack Obama, a “esperança” dos Democratas americanos para as próximas presidenciais, começa a perder algum brilho. Falou do pai que guardava cabras no Quénia, mas acontece que o senhor era membro de uma família abastada, muçulmana. Disse que “Barack” significava “abençoado”, na língua nativa do pai, mas é um nome árabe. Tanto o pai, que o abandonou aos 2 – ou aos 6 anos, conforme as fontes consultadas – como o padrasto, indonésio, eram muçulmanos. Referiu-se ao avô como tendo sido um homem humilde, cozinheiro de uma família britânica. Não era. Era um próspero agricultor. Filho de mãe branca e pai negro, Barack Hussein Obama refere-se a si próprio, sempre, como afro-americano e negro. A mãe não existe. Abandonado pelo pai aos 2 anos de idade (e que apenas o viu uma vez mais, aos dez anos), educado pela mãe com a ajuda dos avós, deu no hax e na coca quando era mais novo. Estudou numa escola islâmica, na Indonésia, mas também frequentou uma escola católica. Visitou o Quénia para conhecer as suas “raízes”. Este pormenor de se identificar apenas com a cor, a cultura e as “raízes” do pai, quando a mãe é branca, parece-me mal. Mãe é sempre mãe. E ainda por cima, foi ela que o criou. Lá vão chamar-me racista, por eu estar aqui a lembrar que, se a mãe do senhor é branca, ele não é negro. É mestiço, mulato, pardo, o termo que acharem mais politicamente correcto. E isso, venha o Francisco Louçã ou o Diabo em pessoa tentar convencer-me do contrário, é verdade. Tão verdadeiro como o facto de a Terra se mover…

19 Responses to Barack HUSSEIN Obama, negro. Conhecem?

  1. Egidio Vaz diz:

    Mas por que será que ele oculta sempre a sua identidade completa? Quais as causas que estarão por detrás desta palhaçada?

  2. Jorge Luís Xavier diz:

    Nos EUA quem tem uma gota de sangue negro é considerado negro puro. Lá não existe, como no Brasil, a categoria de pardos, mulatos ou mestiços, quem não é branco é negro. Queriam que ele se definisse como! Até no Brasil ele seria considerado negro.

  3. Miguel diz:

    Mas ainda não perceberam que o gajo quer é os votos da comunidade afro-americana nem que por isso tenha de espesinhar a mãe? Só um cego é que não vê. Ingrato!

  4. WSA diz:

    Jorge Luís Xavier

    Você está certo, mas no Brasil, além de poder ser considerado negro, também poderia ser considerado pardo e também poderia ser considerado mestiço, se ainda quiser usar o termo chulo de mulato (da cor da mula), também se encaixaria, muito embora eu não aceite este termo com muito boa vontade.

    Se você ler as certidões de nascimento dos negros de todas as tonalidades, vai encontrar na quase totalidade o termo pardo, esta divisão no Brasil é confusa, mas se o padrão fosse o mesmo americano, os que poderiam ser considerados brancos seriam minoria, pois a grande maioria dos que poderiam ser considerados brancos aqui no Brasil tem antepassados recentes negros ou índios, enfim, o Brasil é um país mestiço por natureza, nos Estados Unidos, se forem juntar todas as pessoas que tenham características externa de cor da pele não branca (estou evitando o termo raça porque raças não existem cientificamente entre os seres humanos, muito embora exista socialmente), mesmo assim, seriam minorias (se não me engano, algo em torno de 14 e 18%, não tenho certeza), portanto não acho que seria grande vantagem negar a mãe para conquistar os votos dos afro-americanos como diz o Miguel, as razões são mais profundas que esta análise superficial.

  5. WSA diz:

    Será por quanto tempo ainda vou ter que falar sobre a inexistência de raças biológicas, de acordo com a Biologia, existem muito mais diferenças entre os chipanzés do que entre os seres humanos, e utilizando os mesmos parâmetros para identificar as raças nos outros animais, é impossível de identificar na espécie humana. Muito mais que a cor da pele, existem outros elementos que diferenciam o ser humano, como por exemplo o tipo sanguíneo, se for feita uma análise simples na tipologia, vai se verificar que muitos negros por exemplo tem o mesmo tipo sanguíneo que brancos e que muitos brancos tem tipo sanguíneo diferente de outros brancos, isto é um exemplo simples. Se quiser falar de raças sociais, pode se falar, a ciência moderna não admite a existência de raças Biológicas. Qualquer informação com relação à existência raças, ou é ultrapassada, ou tendenciosa, ou racista, mais uma vez eu vou ter que falar que o projeto genoma não identificou genes raciais e isto é definitivo.

    Quanto à ,miscigenação, foi complemente diferente do Brasil e as razões são históricas, o Português foi ao Brasil para explorar, os Ingleses foram ao estados Unidos para colonizar e fazer um lar, o Brasil foi prisão Portuguesa, além do mais existem muito outros aspectos culturais que facilitaram a miscigenação no Brasil que sem dúvida foi muito diferente da americana. A miscigenação americana pode ser que esteja ocorrendo agora, depois das lutas pelos direitos civis na década de 60, antes o separatismo era tamanho que até bebedouros, banheiros, lanchonetes e até acento em ônibus eram divididos, mesmo que existisse a miscigenação, não era feita com liberdade entre os americanos, hoje a coisa mudou e muito, não é mais estranho nos Estados Unidos se encontrar casais “multirraciais” (como alguns diriam), não há nenhum modo de comparar a colonização Portuguesa, nem a miscigenação nos Estados Unidos, com a colonização Inglesa com a miscigenação no Brasil, a quantidade de negros nos EUA é muito menor do que os considerados brancos americanos, aqui no Brasil, não é mesma coisa, muito embora culturalmente os negros americanos tenham muito mais visibilidade para o mundo do que os considerados negros aqui no Brasil.

  6. Jorge Luís Xavier diz:

    Caro WSA as verdades que você diz são cristalinas. Ocorre que certos indivíduos, por má-fé cínica ou obtusidade córnea não as assimilam. Por dizer basicamente as mesmas coisas que disseste fui ofendido de todas as maneiras, chamado de atrasado mental, brasuca da favela, etc… E olhe que a maioria absoluta do que escrevi nada mais foi do que uma apartada síntese da visão de homens como Giberto Freyre, Sergio Buarque de Holanda, grandes estudiosos do Brasil e de sua formação e colonização. Mas o povo português, felizmente, não é representado por esses seres nefastos.

  7. nuno costa diz:

    Meu caro,
    Você precisa reciclar as suas ideias, quando o câncer aparece ele faz os seus lindos cabelos lisos cairem,a luz dos seus belos olhos azuis se apagarem e sua bela pele alva ficar cheia de feridas e outrs coisinhas mais,só existe uma raça a humana. Então deixa de palhaçada!

  8. Renato diz:

    Pro mundo ele e um negro…. (digo no primeiro mundo)..esse negocio de mulato so em paises pobres….

  9. Renato diz:

    nuno vc e mulato ou e negro?

  10. maneles diz:

    Meus amigos, é sabido que nos EUA existe a famosa “one drop rule”, o que significa que, como o nome bem diz, quem tiver uma só gota de sangue negro é considerado negro puro. Existem inúmeros exemplos de pessoas com aparência física de branco, mas que consideram-se e são considerados negros nos EUA, onde a raça não se avalia pelos caracteres externos, mas pela ascendência. No Brasil o que define a raça é a aparência física, é negro quem tem os traços que caracterizam esta raça, tais como o cabelo carapinha, o nariz largo e achatado e a pele escura, não sendo considerado negro quem tem o cabelo liso, mesmo que tenha a pele escura, do mesmo modo que há indivíduos de pele e olhos claros com cabelo carapinha e traços acentuadamente negróides, estes também não são considerados negros no Brasil, sendo ambos classificados como mestiços, pardos no primeiro caso e mulatos no segundo. Devido à miscigenação no Brasil ter sido muito mais intensa que nos EUA, tal fato acabou por gerar uma classificação bem diferente nos dois países.
    Se Obama fosse brasileiro seria considerado mulato escuro, pois mesmo tendo mãe branca, o que não o faz negro, tem o cabelo carapinha, traços e cor de pele acentuadamente negróides, classificação que não existe nos EUA, onde existe a classificação -estreita, imprecisa e radical a meu ver – branco-negro. Portanto não há como ele não ser considerado nem considerar-se negro nos EUA.

  11. Duilio diz:

    Isto é uma panaceia, ou melhor, palhaçada…

    • LEO diz:

      MEU ESSA LEI ONE DROP RULE JA CAIU NOS ESTADOS UNIDOS SE NÃO ME ENGANA EM 1967, ERA CONSIDERADO UMA LEI RACISTA, HOJE NOS FORMULARIOS QUE VC PREENCHE NOS ESTADOS UNIDOS TEM A OPÇÃO MIXED NADA MAIS JUSTO, QUANDO VC MISTURA UMA RAÇA, OU QUALQUER COISA VIRA UMA MISTURA E NÃO PURO..

      PRETO+ PRETO= PRETO
      BRANCO+BRANCO= BRANCO
      MISTUROU NÃO É NEHUM , NEM OUTRO!!!!

  12. Paulo diz:

    Considerando a teoria da criação, que todos os humanos provêm de um único casal (assim creio, embora respeite opinião em contrário), não há qualquer dificuldade em classificar Barach Hussein Obama como negro. É louvável o argumento de que ele pode se considerar tanto branco (por causa da mãe) como negro (por causa do pai). Contudo, como não acredito que o ser humano se dividam em raças, mas que todos os humanos são uma raça só (a humana), o indivídio se classifica por mera didádica em cores (branca, amarela e negra, afora as variantes). Nesse sentido, é legítimo o Barack dizer que é negro. Outrossim, o nome Barack é oriundo do hebráico e significa “benção”, embora a língua árabe tenha uma palavra similar com o mesmo sentido.

  13. simei diz:

    sendo eu da raça negra cidadão brasileiro pago os meus impostos como manda a lei poderia esta perguntando.o que tenho a ver com isto?mas digo eu mesmo tenho tudo a ver porque quando os bush clinton la estiveram toda a imprensa do mundo comentou dias apos dias mas como se diz eles são pele clara ou melhor brancos e porque que o unico negro a ser chefe ou comandante do mundo eu não ficaria contente feliz e acima de tudo apreensivo?eu parabenizo o cidadão negro barack hussein obama ou melhor o PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS DA AMERICA BARACK HUSSEIN OBAMA.

  14. Willian Carcia diz:

    Obama é o cara!

  15. joão defreitas diz:

    Acho que essa é uma questão bastante complexa. Só se coloca em discussão pelo simples motivo de se ter algum tipo de aversão à cor mais escura da pele. Muitas etnias indianas, por exemplo, têm a pele escura. Seriam, por isso, eles, considerados negros? Marroquinos são africanos e não são negros. Os aborigenes australianos não são nem negros e nem brancos, e, afinal, o que são? E os buchimanes, de perto do Rio Cunene, entre Angola e o Sudueste africano? Acho que essa discussão não leva a nada.

  16. madalena diz:

    Neste mundo maluco onde as crianças são abandonadas pelos pais, passam por grande estress por causa disto,
    não há ser humano cem por cento equilibrado, sempre haverá um parafuso frouxo.Sou filha de pais separados, estava com onze meses de idade quando minha “chocadeira” abandonou meu pai com três filhos:de quatro,dois anos e
    onze meses.Quando estudava o primeiro grau, ouvi uma professora dizer:”filhos de pais separados são desequilibrados”.Ela era adulta, eu criança, mas ignorei o fato de ela dizer isto na minha cara.Achei-a
    ignorante pois, não bastasse o fato de não ter uma mãe para me orientar na vida, ainda tinha de ouvir os desaforos daquela ignorante.
    Escrevi tudo isto para tentar explicar porque o lindo Barac Hussein Obama não conta direito a história de seus antepassados, talvez não lhe tenham contado a verdade, cada um conta uma verdade/mentira de um jeito diferente e, como ele ainda não era “gente”, não presenciou os fatos.
    Ele tem razão de se definir como negro, pois tem todas as características de negro.Sou neta de negro e italiana, tenho os cabelos crespos e a pele clara, como acham que eu deveria me definir, sou negra e pronto, passou das seis e meia é noite.
    Arre, quanta bobagem!Lembram da escrava Isaura?Tinha os cabelos lisos, era branca, mas tinha sangue negro misturado com branco e, aqui no Brasil, era considerada negra.
    Ainda bem que perante Deus todos somos iguais, só isto importa pois é a ele que vamos dar conta de nossos atos no Juízo Final, que já está chegando.

  17. | diz:

    Falou do pai que guardava cabras no Quénia, mas acontece que o senhor era membro de uma família abastada, muçulmana.

    provavelmente esclavagista. o islão ainda pratica escravatura.

  18. marcos diz:

    Obama foi colocado estrategicamente na presidenciqa americana pelos Illuminati, faz parte do plano para a nova ordem mundial. É só pesquisar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: