Assassino de polícias à beira da libertação?

Advogado de Marcus Fernandes invoca loucura do cliente

O Supremo Tribunal de Justiça anulou o acórdão do Tribunal da Relação que negava provimento ao recurso de Marcus Fernandes, o brasileiro que matou a tiro dois polícias portugueses, em 2005. Ou muito me engano ou vem aí uma redução dos 25 anos de prisão que foi aplicada a este animal. Em nome desse princípio de Esquerda que é a regeneração. Quanto à família dos polícias mortos, se lixe. Certo? Agora colocar o coitadinho na prisão, só porque matou dois polícias! Que injustiça! Além disso, como se escreve no Público (abençoado jornal…), citando o advogado de Marcus Fernandes, prender o senhor é contribuir para que os seus “níveis de agressividade (…) não só se mantenham como aumentem significativamente”. Claro! Deixem-no fora da cadeia, para ele poder ir matando polícias. Quando é que nos livraremos de todo o esterco com que a Esquerda inquinou a Justiça, em Portugal?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: