O assessor de Imprensa da CML

Justificação do Ricardo Leal Lemos

Este jovem jornalista do Diário de Notícias foi aqui referido por comentar, em termos ofensivos, a ida de um colega seu para assessor de Imprensa da Câmara Municipal de Lisboa. O jovem Ricardo Leal Lemos vem agora dizer que não, que nunca insultou ninguém e revela ainda sua costela anti-semita. Leiam os dois textos e julguem vocês.

Ricardo Leal Lemos, versão 1: “E agora, o segundo comentário sobre este post: os assessores. É arrepiante pensar que no lugar onde estou, esteve sentado há dois anos o actual assessor de imprensa da Câmara de Lisboa. não percebo como lá vão parar, e reconheço que talvez até seja divertido num grande multinacional, por causa da comunicacção com a imprensa especializada e da construção de campanhas de imagem. Mas aparar os golpes de gigantes com pés de barro, especialmente em organismos públicos, tendo por vezes de mentir em público a torto, ou talvez apenas a menos direito, é algo de perturbador. A culpa é do público, apetece dizer. Leiam jornais e vejam televisão. Não ponham jornalistas no desemprego para não serem enganados!!!”

Ricardo Leal Lemos, versão 2: “Muito tempo depois, tive oportunidade de ler este post, verdadeiramente por acaso. Longe de insultar qualquer assessor, ex-jornalista, a verdade é que a profissão em causa implica muitas vezes falar a “menos direito” como já tive oportunidade de dizer, e por muito interessante que seja a actividade de assessor pelas matérias que possa tratar de acordo com as organizações, sofre com toda a certeza de um condicionamento ideológico e quotidiano bem maior que o de um jornalista no seu órgão de comunicação em relação aos editores e sou disso testemunha. Muito tempo passado, digo que me orgulho de falar, sim, e longe de ser anti-semita, não me esqueço da História, em que um estado (Israel)ganhou um pedaço de terreno à custa de um povo autóctone que o ocupava, o povo palestiniano. A Máquina zer pode cortar o cabelo de quem lhe apetecer, mas não de quem já o tem rapado por estar na tropa da imprensa.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: