140 mil ilegais repatriados em 2006

300 imigrantes expulsos por dia

Durante o ano de 2006, cerca de 140 mil imigrantes ilegais foram detidos e expulsos para o seu país. Em média, as autoridades repatriam 300 imigrantes por dia. Normalmente, os ilegais são conduzidos até à fronteira em comboios fortemente escoltados. E claro que ninguém levanta a voz para protestar, nem há manifestações com jovens idiotas a gritarem “Abaixo as fronteiras” ou cantores de intervenção a mugir “Clandestino”. Pois não. Porque isto passa-se na África do Sul, que expulsou 140 mil clandestinos provenientes do Zimbabwé, em 2006. Porque diabo é que eles podem fazer isso sem problemas e nós, europeus, somos insultados e tratados abaixo de cão quando pomos a andar umas escassas dezenas de magrebinos ou sub-saharianos para a sua terra de origem?

4 Responses to 140 mil ilegais repatriados em 2006

  1. Nelson Ngungu Rossano diz:

    Talvez pelo facto de existir o “fantasma” do colonialismo.

  2. Kruzes diz:

    A Africa do Sul pode fazê-lo porque é um regime africano a expulsar africanos. Se o governo português desatar a expulsar espanhóis também fica toda a gente contente e a comunicação social politicamente correcta desata a aplaudir. Pretos, mouros e outros que tais é que não se podem expulsar!

  3. zee diz:

    —> Os africanos podem ser um bocado ‘malucos’…
    —> Mas, ao contrário de certos Parasitas… eles não andam por aí a lamber-as-botas a imigrantes… para que: possam andar no planeta a curtir abundância de mão-de-obra servil, e a curtir a existência de alguém que pague as Pensões de Reforma… apesar de… nem sequer constituírem uma sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!!!

    ANEXO:
    —» Existem todas as condições para o Separatismo vingar na Europa!!!
    —» Será a luta entre:
    – a DIGNIDADE (aqueles que aceitam pagar os Custos de Renovação Demográfica);
    – e o PARASITISMO (aqueles que pretendem andar a curtir… sem pagar os Custos de Renovação Demográfica).
    -> Nota: Antes que seja tarde demais, reivindiquem o legítimo Direito ao SEPARATISMO.

  4. el_niño diz:

    O problema reside nas autoridades e não nos clandestinos.
    Os países desenvolvidos têm que prever essas situações e criar condições para acolher – por mais provisoriamente que seja – esses clandestinos.

    Quanto a esses cantores de intervenção a mugir “Clandestino” merecem muito mais respeito, pois só quem já foi clandestino é que compreende o quanto essa música vale e representa!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: