O grande desastre chinês

À beira da explosão

“O rendimento anual per capita de 60 por cento dos 1 300 milhões de chineses, residentes nas regiões atrasados do interior, era, conforme os dados oficiais de 2005, data da adopção do plano harmonioso, inferior a 300 dólares face a uma média nacional próxima dos 2000 dólares. (…) As expropriações de terras que afectaram cerca de 50 milhões de camponeses têm vindo a provocar crescentes motins e revoltas (87 mil incidentes no ano passado)”

“Das 20 cidades mais poluídas do mundo, 16 são chinesas. As águas de 70 por cento dos rios do país estão poluídas, 300 milhões de pessoas não têm acesso a água potável e apenas 25 por cento das águas residuais domésticas são tratadas. As reservas de água serão insuficientes para prover às necessidades em 2030 quando a população total atingir 1,6 mil milhões de pessoas.”

“As chuvas ácidas atingem um terço do país. A desflorestação e erosão dos solos afectam 37 por cento do território. A superfície de terras aráveis é cada vez menor e aproxima-se perigosamente dos 120 milhões de hectares, absolutamente insuficientes para prover às necessidades agrícolas.Os danos ambientais, segundo estudos diversos, podem corresponder a valores entre 7 a 20 por cento do PIB.” – João Carlos Barradas, in Jornal de Negócios Online.

One Response to O grande desastre chinês

  1. Camões diz:

    Cá está a grande civilização não europeia no seu melhor!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: