Bom-senso versus Esquerda

“Torre Bela”, um documentário inesquecível

torre_bela.gif

No “verão quente” de 1975, com o estalinismo à rédea solta, Portugal era uma coutada de loucos, governada por um lunático delirante, Vasco Gonçalves. Uma equipa de jornalistas alemães resolveu fazer um documentário sobre a “revolução” e escolheu a Herdade da Torre Bela, uma das muitas propriedades ocupada pelos “trabalhadores”. “Torre Bela” é uma lição inesquecível, para quem já viu o documentário, transmitido duas vezes – se a memória não me falha – pela RTP. Um dos momentos mais fantásticos é o diálogo a que podemos assistir neste excerto, onde um trabalhador agrícola destrói qualquer ilusão de que as utopias de Esquerda sejam aplicáveis aos seres humanos. O seu interlocutor, o famoso Camilo Mortágua, ideólogo e dinamizador da “comparativa” Torre Bela, é o retrato da impotência, frustação, rancor e desespero com que a Esquerda encara qualquer discordância em relação aos seus dogmas. Vejam e mostrem aos vossos filhos. (Com os meus agradecimentos ao Kruzes Kanhoto, onde repesquei o vídeo)

11 Responses to Bom-senso versus Esquerda

  1. Thanks, always good posts on your blog!

  2. LOUIS XVI diz:

    Reparando no percurso do jumento na respectiva página ele até fala em tsunamis culturais, vá máquina confesse que o poeta joaquim santos não era assim tão mau…

  3. Rez diz:

    Parabéns ao trabalhador agrícola. Ninguém melhor para desmantelar a farsa, a demagogia e a insanidade dos esquerdopatas “defensores dos trabalhadores” do que os próprios trabalhadores.

  4. Lidador diz:

    A coisa é mais ou menos assim:
    O comunismo é uma coisa do caraças, é lá que corre o leite e o mel, as mulheres são todas bonitas e disponíveis, os homens tocam todos harpa e pronto.

    Quando a coisa falha , o que acontece sempre, é porque não foi bem aplicada a receita e o sonho lindo foi desvirtuado.
    Por quem? Pelo ser humano, esse cascudo que não é de fiar, porque gosta de dinheiro, tem invejas, alimenta ciúmes, tem rancor ao FCP, é um primata egoísta, que quer encher o bandulho, ter um carrão melhor que o do vizinho para esmagar a canalha, ganhar mais dinheiro, pôr-se na vizinha, aprender mais que o parceiro, ter melhores notas, ter uma piscina maior, etc.
    Ora como o ser humano tem de facto estas características tão pouco fiáveis, só há duas hipóteses:

    Ou se entende que estas características, bem como outras, fazem parte da sua natureza e se adaptam os modelos sociais e políticos tendo em conta a natureza humana tal como ela é de facto, ou se acha que é possível fabricar um novo homem castrado dessas tão indesejáveis características.

    No 1º caso, temos as sociedades democráticas e liberais. Não são perfeitas, mas a malta não se tem dado mal e até ao momento ninguém fez melhor.

    No 2º caso temos os campos de reeducação, para educar os homens maus, e campos da morte para livrar o mundo daqueles que não são reeducáveis. O comunismo real, em suma. Não o “verdadeiro”, que esse só será atingido quando toda a gente for reeducada na forja à martelada e a golpes de foice, os “maus” todos liquidados e se conseguir fabricar o “homem novo”.
    Nesse dia teremos harpas e hidromel na terra dos amanhãs que cantam.
    É por isso necessário continuar a acreditar na vinda do Messias.
    Faltou ao encontro na Torre Bela, mas anda para aí nas conversas da Floribela.

  5. Stran diz:

    Lidador o pressuposto de que o homem “é um primata egoísta” é o pilar onde assenta a teoria económica liberal.

  6. Lidador diz:

    Caro Stranger, eu sou um primata egoísta.
    Tal como você, o que me faz mexer é uma cadeia de motivações que começam na fisiologia e acabam no poder e no desejo de reconhecimento.
    Só que eu sei que é assim comigo e com toda a gente.
    Você acredita que não é assim, porque não é capaz de se analisar e se ver tal como é, na viela iluminada da consciência.
    Confunde a embalagem com o conteúdo, o que quer dizer que nunca esteve numa situação em que a sua sobrevivência física estivesse em causa.

    Por isso não sabe e fala do que não sabe.
    É um primata social, como eu, mas pensa ser um anjo celestial.
    Pois bem, não é.

    E o que lhe permite manter-se na estratosfera , é a civilização que lhe dá abrigo e protecção.

    Acredite, meu caro, você é um mero mamífero. Um dia em que esteja na iminência de levar um tiro, provavelmente perderá o controlo dos esfíncteres e desmoronar-se-á também o seu olimpismo.

    Reze para que nunca venha a ter de lutar pela sobrevivência física. Aí perceberá a realidade da natureza humana e a razão pela qual só podem ter sucesso os sistemas políticos que a levem em conta.

  7. Stran diz:

    Bem já começo a estar habitual à sua estratégia de discurso: Atacar antes de ser atacado. Mas se eu estou na estratosfera, também estão inúmeros economistas que começam a duvidar desse pressuposto onde assenta quase a totalidade dessa teoria.

    Eu sei que sou mamifero, e que tendencialmente sou egoista (grande parte das minhas acções são baseadas nesse instinto), mas não sou só egoista, assim como não são outros animais. O problema é quando uma pessoa é um primata básico, isto é, acredita que a explicação reside em poucos factores. É ter uma visão um pouco básica da vida.

    Na verdade, os primeiros teóricos que assentaram a teoria económica nesse pressuposto acabaram por dar um contributo importantíssimo para a solidificação da teoria económica. No entanto, volvidos tantos anos, acreditar ainda que é a nossa única motivação não é ser realista, é apenas ser simplista.

    “Por isso não sabe e fala do que não sabe.” Bela conclusão de quem não me conhece, atacar para não ser atacado parece ser o seu lema nos debates e não tentar ouvir diferentes opiniões.

  8. Lourenco Franca diz:

    O video esta soberbo!! O confronto entre a ideologia do demagogo e o trabalho do povo. “Até as calças são da comprativa?”; “Sim, mas é para teres mais calças!” – iupii; espectacular. Pena o Lenine, o Estaline, o Mao, o Fidel, o Pol Pot e outros compinchas não terem conseguido dinamizar esta troca de bens como este camarada. Bem, este ainda dizia que pagava o preço da enxada; os outros camaradas acho que não foram nessa cantiga…
    Mas gosto de ver particularmente o interessante desafio de Futebol que se desenrola ao fundo entre os varios “comprativos”. A bola sera da “comprativa”? É que trabalhar não parece ser muito com eles…

    Já agora, caso não tenham visto, deixo-vos mais um exemplar dos saudosos tempos do PREC:

  9. Diogo diz:

    Guerra ao Terrorismo – um êxito que ainda não aconteceu

    Jon Stewart, do Daily Show, traz-nos novidades na guerra global dos EUA contra o terrorismo. Num curto clip, Frances Townsend, responsável pela segurança interna nos EUA, aborda na CNN o sucesso da política americana.

    Stewart: Recentemente, os EUA atacaram células da Al-Qaeda na Somália. Caramba, voltámos à Somália, um país tão pobre que até faz angariações de fundos na Etiópia.

    CNN: Em Setembro de 2001 o presidente disse “Mortos ou vivos, havemos de os apanhar”. Mas isso não aconteceu. Sei que houve alguns êxitos na guerra ao terrorismo, mas isto foi um falhanço.

    Frances Townsend: Talvez seja um êxito que ainda não aconteceu.

    Vídeo – 2:20m
    ,,

  10. Este filme é uma pérola. Já o tinha visto num documentário na RTP e na altura fiquei tão impressionado que o tentei relatar a várias pessoas mas sem grande efeito. É incrível como um humilde agricultor consegue ser tão acutilante e sem o saber, desmontar a falácia da reforma agrária e do comunismo melhor que o mais reputado intelectual.

  11. Lidador diz:

    cario stranger. esse economistas que “começam a duvidar” não sei de quê, já andam a “começar a duvidar”, há mais de 100 anos.

    E nunca mais acabam de “começar a duvidar”.

    Ora fale-me lá de um Nobel de Economia que tenha “começado a duvidar”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: