Um esclarecimento ao último comentário do Soli

soli_acusa01.gif

Meu caro Soli: não sei de que é que você vive. Eu, trabalho. Não estou sentado o dia inteiro ao computador, a passear na Internet, dando conselhos sobre formas de navegar anonimamente na Internet, utilizando “servidores ‘proxy’ gratuitos e reconhecidos como estando fora da alçada dos serviços de informação dos governos“, nem recomendo “vivamente a todos os membros e visitantes [da site da Comunidade Islâmica da Web] a escolherem o anonimato quando viajam pela Internet.”

Calculo que você esteja a dizer a verdade, quando escreve que “os israelitas e os americanos têm vários serviços de ‘proxies’ e [os membros e visitantes do site da Comunidade Islâmica da Web] devem ter o cuidado de não os usar.” Não percebo muito bem porque razão você se mostra tão preocupado porque “os israelitas e americanos […] espiam por várias maneiras toda a gente e concentram informação sobre os internautas. Existem vários sítios na Internet que se fingem muçulmanos, mas que servem para agregar informação sobre todos os internautas.”

Mas, enfim, você lá saberá porque razão se preocupa tanto com a actividade dos serviços secretos americanos e israelitas. Eu, não me preocupo nada com isso. Nada me pesa na consciência e não ando a colaborar com aqueles que planeiam o tipo de coisas que esses serviços têm, como prioridade máxima, impedir – atirar com aviões cheios de passageiros contra edifícios de Nova Iorque, colocar bombas em carruagens do metro de Londres e estoirar com comboios em Madrid, apenas para citar alguns exemplos.

Claro que estou certo de que você também não anda a colaborar em nada disso. Provavelmente, terá alguma explicação lógica, simples e inofensiva para a sua preocupação em fugir à vigilância dos serviços secretos americanos e israelitas, na Net – e ajudar quem quer que seja, com conselhos divulgados publicamente.

Em relação à acusação de que eu estaria a censurar um comentário seu – “MZ deixe de censurar e autorize a publicação do meu comentário acerca da Biblioteca de Alexandria” – como pode verificar, na imagem acima reproduzida, o seu comentário chegou-me às 11h40 do dia 2 de Maio de 2007 – esta manhã, portanto. Por razões profissionais, só agora pude ir ao blogue e ver o seu comentário. Já está aprovado. Como dizia no início deste post, não sei de que é que você vive, mas eu trabalho…

20 Responses to Um esclarecimento ao último comentário do Soli

  1. Soli diz:

    MZ:

    Parece que há mesmo parcialidade e dualidade de critérios de sua parte. Eu sou aqui o único participante objecto de aprovação pelo moderador, neste caso você MZ. Os outros podem até ofender.

    Sobre o anonimato quero esclarecer que não temo ninguém. O anonimato não é ilegal, aliás é um direito inalienável de todos os cidadãos. Ilegal é invadir a privacidade de cidadãos. Os americanos e outros pensam que podem funcionar à margem da Lei.

    Não é você que anda a vêr os IPs de quem escreve aqui? Se você é tão inocente, e não encoraja o anonimato porque é que publicou aqui lista de servidores proxies que permitem o anonimato?

  2. Jaï Bettancourt diz:

    Informação especial :

    No proximo domingo à noite, depois dos resultados das presidenciais françêsas e no caso onde Sarkozy for eleito, alto risco de motins generalizados em toda a frança. Para jà a forças policiais jà estão em pè de guerra especialemente no departamento da Seine Saint Denis onde foram queimados 60 carros depois os resultados da primeira volta.

    As eleições ocorrem num clima de paixão extrema, assim muita gente do BE prometem contestar os resultados no caso onde Sarkozy for eleito.

  3. Lidador diz:

    Quanto ao filho de mafoma que anda por aqui a levar sopapos, é normal, face à sua reiterada incontinência aerofágica, que os donos da casa tomem medidas profiláticas.
    Por exemplo em Sintra os cavalos que puxam carroças pelas ruas têm de andar com um balde pendurado no traseiro.
    Quem não quer balde, que controle os esfíncteres, sem bem que reconheça que o facto de os muçulmanos passarem parte do dia de rabo alçado, provavelmente lhes dará uma incontida vontade de aliviar o conteúdo gasoso da tripa nas ventas do beduíno que está imediatamente atrás.

    Quantio à escória de Alah que se instalou nos arredores de Paris, as sondagens demonstram que a esmagadora maioria dos que vão votar, opta pela Branca de Neve.

    Ganhando Sarkozy, é provável que vão cozer a bebedeira nas actividades florais ensinadas nas mesquitas e madrassas: incendiar, dar berros, fazer caras façanhudas e zurrar contra os “infiéis”.
    Esperemos que Sarkozy comece a vibrar sonoras biqueiradas nas nalgas desta cambada, fazendo-os aterrar no meio dos camelos de onde nunca deveriam ter saído, em saudades da cauda de que os seus ascendentes injustamente os deserdaram.

    Quem com o maomé passeia, toda a vida rabeia!

  4. Lidador diz:

    Soli, filho de mafoma, obrigado pela foto que me enviou.
    Acho-o parecido com o profeta pedófilo, o maomé dos camelos.

    Se bem quem olhe que não deve representar o profeta em poses menos dignas.

    Se bem que os cascos tenham um arzinho do alah, esse grande pândego..

    Reze-lhe para que me fulmine.

    alah, pá, bora lá , mostra lá que és um gajo do caraças.

    maomé, rapaz, que raio, andam para aqui uns jumentos a recitar o teu livro de zurros.
    Então, soli, o seus deuses e profetas da treta não me fulminam?
    Que raio de totós…

  5. Lidador diz:

    Soli, sua mafomência, então o profeta pedófilo não faz nada? Nem um raiozinho celeste?

    Vamos lá despachar a coisa, pá!

    Ou muito me engano ou ele e o alah andam a pegar de empurrão…ficaram sem virgens huris, que os suicidas são muitos e o stock já deve ter acabado.

    Já agora , soli, sua mafomênciam, sempre tive uma certa curiosidade sobre essa história das virgens… de onde é que elas vêm? São fabricadas ali mesmo pelo alah ou são apenas velhos coiros de burka, recauchutados quando lá chegam.

    E depois do uso, como é?
    Os mártires ficam a bater pívias uns aos outros para a eternidade?

    Vamos lá, explique-se.

    Dê com o corão na mona, para ver se faz faísca…

  6. Teixeira diz:

    Máquina Zero,

    o Lidador também merece um post especial (pelos mesmos motivos que usou para fazer um ao Soli), tal é a verborreia que insiste em vociferar neste espaço.

    Precisa assim tanto destes Rotweillers que com um ladrar (entenda-se discurso caro) vem para aqui escrever asneiras? Se é essa a elevação que quer neste blogue admito que o meu sarcasmo até faz sentido.

    Uns podem e os outros não? Se não soubesse que o Lidador é daqueles que ladra, ladra mas não morde, diria que era membro de alguma célula anti-islâmica…

    Nunca o vi demonstrar desagrado pelo que o Lidador aqui escreve, logo depreendo com naturalidade que subscreva as suas opiniões xenófobas e racistas…

    Estarei enganado? Aqui deixo a pergunta.

  7. M diz:

    As virgens são das falsas. Coisam mas continuam virgens.
    Até podem ser camelas.
    O coiso, emburca-as bem emburcadas e com a pedrada que andam, os mafométicas nem dão pela diferença.

  8. Meu caro Teixeira: se reparar nos meus comentários, não tenho por hábito “intrometer-me” nos “duelos” entre leitores/comentadores do meu blogue. Regra geral, costumo comentar em duas situações: 1ª, quando, o comentário do leitor me é dirigiso (a mim ou ao blog, meu “filho” dilecto…); 2ª, quando o comentário é, digamos, abastracto e universival. Ou seja, quando as pessoas comentam sobre temas, assuntos, ideias, etc. Mas por várias vezes tenho pedido às pessoas para não utilkizarem palavrões, nem se insultarem mutuamente. Com um sucesso relativo…
    Mas o seu reparo é oportuno. Aproveito para o informar que tenciono colocar, dos próximos dois ou três dias, um “CÓDIGO DE CONDUTA” a inserção de comentários neste blogue. Já tenho um esboço razoável desse Código e – modéstia à parte….. – e parece-me algo de interessante. Até breve.

  9. digo, “um CÓDIGO DE CONDUTA para a inserção de comentários (…)”

  10. Lidador diz:

    Caro Teixeira, o lixo tem de ser tratado como lixo, istó é, varrido e colocado no caixote.
    É o que faço. Na minha casa, o lixo não é usado para enfeitar centros de mesa.

    Sobre a sua aflição relativamente ao lixo islamista, trata-se de um mero reflexo condicionado. O meu amigo sonha-se D. Quixote de la Pança e de repente viu aqui neste microcosmo uma situação típica de gajos feios, porcos e maus ( eu), a tripudiar os “pobres e oprimidos” do 3º mundo.

    Por isso saltou.
    Antes não havia saltado, quando a “pobre e oprimida” solimafomência ( não sei se aprecia este subtil toque à Mia Couto) se deleitava dando sonoros traques pelo blogue, como se estivesse em casa, de rabo alçado para meca, enquanto a escrava de burga, lhe lavava os pés.

    Há eminentes psicólogos que explicam os casos como o seu ( maior empatia com os que não pertencem ao seu meio cultural) como um sinal de tendências sexuais desviantes.
    Não, não é um insulto, nem estou a fazer ironia.
    É mesmo verdade e certamente até você poderá investigar isso no vasto oceano da internet.

    Quanto ao maomé e ao alah, tenho o direito inalienável de achar o que quiser e de dizer o que me apetece.

    Se o dono do blogue permite, quem é você para dar palpites?

    Sempre é verdade que a tentaçao totalitária ronrona suavemente dentro de cada esquerdista ( sim porque , mesmo não tendo lido as suas excreções bloguísticas, tenho quase a certeza do tipo de cromo que representa) , à espera de oportunidade para explodir.

  11. Teixeira diz:

    Lidador,

    sem ter possibilidade de ver que parte do corpo usa para exprimir opiniões neste ou em outro espaço qualquer, torna-se por demais evidente que só pode usar o ânus em vez da língua e o intestino em vez do cérebro tal é o cheiro que consegue mesmo virtualmente explanar nas suas “escorreitas” palavras.

    As suas dissertações “psico-filosóficas” são próprias de alguém que não podendo exprimir na rua os seus ideais xenófobos e racistas, pois poderia morrer vítima do próprio cheiro que emana a cada palavra vociferada, vem para aqui usar uma forma segura de o poder fazer, vingando-se no coitado do seu teclado.

    Espero que o Lidador não tenha de ler em voz alta sempre que tecla uma sílaba, pois seria sinal que os mortos também sabem escrever. Ora como não acredito em vida depois da morte, depreendo que tenha aprendido muito cedo a estar calado. Não fossem os blogues e o “menino” seria mudo.

    Diria também que é uma pena que o Circo Chen ainda não o tenha descoberto. Aposto que sabe fazer o célebre número do cocó que volta para dentro. Consta que muitos fascistas conseguem fazer esse número, agora réplicas como o Lidador executarem com tal mestria essa mesma “acrobacia anti-gravítica”, é coisa que eu não tinha conhecimento. Obrigado por ser uma aberração da natureza. Há quem pague por isso.
    Eu não. Ainda assim diverte-me quando não tenho mais nada para fazer…

    E se porventura num futuro próximo a tecnologia providenciar a hipótese de podermos sentir o cheiro de cada palavra sua, pode ter a certeza que deixo de “brincar” consigo.

    Lidador! Mais uma chapinha! Mais uma voltinha!

    Entendeu, ou precisa de um desenho?

  12. Lidador diz:

    Teixeira, vá, tenha calma, e beba um copo de lixívia,por causa da acidez.
    Está ébrio de ódio e emborrachado pela raiva.
    Porquê essas sulfurações?Porquê essa dificuldade na gestão da ira?
    Porque me tenta cuspir se sabe perfeitamente que eu não lhe quero mal e apenas me quero divertir zurzindo o seu lombo e o de outros cromos?
    O seu é um dos que está mais a jeito, não é nada de pessoal. Admito que não goste, que lhe causem dor os vergões no lombo, mas eu não me regulo pelos seus gostos, que quer que lhe faça?

    Ora estava aqui eu, cheio de boas intenções, a ensinar-lhe umas coisas sobre as razõea profundas das suas estranhas tendências e de repente o meu amigo desata a bufar, escoiceia e arrota adjectivostão feios e escatológicos?
    Você acha bem? Acha isso bonito?

    Valha-nos Deus, é muito feio escarvar o chão com as unhas…vamos lá, controle-se, assoe-se e reze duas Ave Marias a Maomé.
    Agora ouça com atenção: é muito feio que um cromo como você, que andava aqui a passear o verniz e a dar lições de moral do alto de uma postiça pesporrência, se desencadeie em zurros tabernícolas à menor contrariedade.

    Se se entretém a tirar macacos do nariz, sirva-se e faça bom proveito.

    E agora vá-se e não volte a aparecer de chinelos, com a barba por fazer , de ramela nos olhos e mão na anca, que isto não é a lota e muito menos o seu quarto.

    Vou aliás propor ao MZ que obrigue ao uso de gravata neste blogue, para evitar que borrabotas de ceroulas venham para aqui exercitar os movimentos peristálticos do jejulíneo, como se estivessem debaixo dos lençóis.

  13. Teixeira diz:

    Epá, agora sim. Divertiu-me o seu comentário.

    Dessa forma tão bem disposta de escrever já podemos continuar a ser “amigos”.

    Não posso prometer o uso da gravata, mas juro-lhe que corto as unhas se o “amigo” Lidador me prometer que passa a lavar os dentes.

    Combinado?

    Agora meta-se a jeito que eu gostaria de lhe dar uma palmadinha nas costas.

  14. Lidador diz:

    Caro MZ

    Como deve ter reparado, utilizei a técnica do agente provocador para ccredibiizar os argumentos que a seguir lhe deixo, relativamente à sua intenção de estabelecer um controlo de conteúdos.

    E usei o Teixeira ( o típico cromo) porque me pareceu que o MZ estava dar demasiada importância à sua opinião.
    O Teixeira (e todos os teixeiras representados no cromo) falam sempre de cátedra, imaginando-se a si mesmos numa posição estratosférica e superior aos outros, sendo intoleráveis na condenação moral daqueles que não gostam, sempre atentos aos seus pecadilhos e imperfeições.
    Que o MZ lhe dê algum crédito e se disponha a “ceder”, é sintomático da forma como a arrogância moral desta gente pode manipular atitudes.

    Como lhe demonstrei, é apenas pose.

    O verniz é ténue e quando estala mostra o lodo.
    E tem de concordar que aquilo que o Teixeira-cromo escondia sob a máscara benevolente e moralista com que se apresentava, é especialmente lodoso.

    Quem se derrama em coisas como:

    “só pode usar o ânus em vez da língua e o intestino em vez do cérebro tal é o cheiro que consegue ”

    ” poderia morrer vítima do próprio cheiro”

    “o célebre número do cocó que volta para dentro”

    ” por ser uma aberração da natureza.”

    está, a partir de agora exposto como pessoa.
    Vale o que vale.
    E não vale muito.

    Não vale certamente os seus esforços para lhe agradar…

  15. Teixeira diz:

    Eu diria que o Lidador ao invés de usar a táctica do agente provocador, poderia reparar a bem da verdade o seguimento natural dos comentários. Constataria assim que foi mais presa do que caçador…a não ser que tenha a memória curta. É. Parece evidente que tem.

    Ainda assim, a exposição contínua ao sol está cientificamente provada que faz mal ao cérebro pelo que o aconselho a deixar de escrever no pátio. Volte para a sombra que isso com um gole de água e descanso das pupilas passa. Caso contrário estarei disponível para estudar o seu caso clínico. Marque consulta com o seu médico de família que ele saberá dar seguimento ao seu caso.

  16. 786 diz:

    O que eu tenho a dizer é que vá ver os meus comentários nas entradas populares, nos itens em que se se refere ao Islão nos variados aspectos. Aguardo a sua resposta.

  17. anti-antifa diz:

    Lidador, você é um génio. Continue a dar na cachola dessas múmias de turbante, que muito riso me tem dado nos últimos dias. Pena não ter um rival á altura que lhe puxasse realmente pela verve, acredito que teixeiras e solis para si não passem de um mero aquecimento. 😀

  18. Táctica clonada dos fascistas e com muito humor diz:

    Teixeira, você é um génio. Continue a dar na cachola a essas múmias de cabeça rapada que muito riso me tem dado nos últimos dias. Pena não ter um rival à altura que lhe puxasse realmente pela verve. Acredito que lidadores e companhia não passem de um mero aquecimento. 😀

  19. Miguel diz:

    É, de facto ha que manter o nivel…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: