Ai, coelhinho, coelhinho…

… se eu fosse como tu! Se eu tivesse tanta lata e tanta lábia! Se eu fosse tão lampeiro e ligeiro, tão escorreito e saltitão! Se eu fosse como tu, coelhinho, coelhinho, tão sábio e tão matreiro, tão raposa e tão furão, tão branquinho e tão fofinho! Se eu fosse como tu, coelhinho, coelhinho, também estava agora a cuspir para o ar sem me cair na testa, a atirar pedras sem partir os meus telhados de vidro, a bater no peito sem pecados para confessar, enquanto pegava no primeiro calhau que haveria de atirar!

Ai coelhinho, coelhinho, se isto fosse um país a sério, andavas há muito tempo na manga do casaco de uma amante de um industrial têxtil do Vale do Ave! Estavas há muito no forro das botas de uma brasileira enregelada algures num bar de alterne nos arredores de Bragança! Passeavas-te há muito no topo do crâneo de um africano transido de frio com a agreste nortada que sopra nas faldas da Serra da Estrela! Fazias há muito de astracã, tingido de negro e cortado em mantinha, a aquecer as pernas flácidas e encarquilhadas de um banqueiro reformado na sua mansão da Quinta da Marinha!

E não te limitavas, coelhinho, coelhinho, a mandar postas de pescada para o ar, como se nada tivesses a ver com o que este País é e foi, nos últimos 30 anos, tu, ó coelhinho desavergonhado, que arrastaste as botas por mais ministérios do que carros eu tive em toda a minha vida e sentaste o rotundo traseiro em mais cargos poderosos que ataques de acne eu sofri, na minha fugaz juventude!
Ai coelhinho, coelhinho! Num país a sério, dizer o que tu disseste sobre a tragédia de Entre-os-Rios faria com que te pendurassem pelos calcanhares de uma ponte dez vezes mais alta, com uma corda de piano atada ao abono de família e um peso de 30 quilos na outra ponta…

Nota- Este post foi colocado em Outubro de 2006. Repito-o, agora, por causa disto.

2 Responses to Ai, coelhinho, coelhinho…

  1. amarcelo999 diz:

    É lástima o facto deste blogue ter praticamente acabado. Não é fácil dia trás dia estar a brigar com toda sorte de obstáculos e de dar voltas uma e outra vez no mesmo tema. Eu acabaria enfastiado. Ultimamente tenho visitado outros blogues e nenhum deles tinha atingido o nível do seu.

    Lamento também o facto do cadastro obrigatório. Esto afugentou muitos participantes potenciais. Sou consciente de ter dado um grande contributo para isto se produzir. Muitas vezes é difícil conservar o sangue frio e agir calmamente. Talvez o facto de ter sido outrora partidário da esquerda e ter sofrido um grave desengano, faz-me irritar ao ver reflectido em outros aquilo que fui.

    As pessoas podem mudar, mas ideias que sustentam continuam. Qualquer outro recolherá a sua tocha e tomará o revezamento.

    A Europa não morrerá!

  2. D.PedrodeCea diz:

    Finalmente voltou.
    Volte sempre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: