Estrangeiros matam em Portugal (*)

Cidadãos estrangeiros residentes na zona de Lisboa e Vale do Tejo foram responsáveis por 40,5 por cento dos homicídios registados na área sob jurisdição da Polícia Judiciária de Lisboa, entre 2000 e 2004 , refere o Correio da Manhã. A percentagem de estrangeiros residentes na mesma zona é de 7 por cento. Em Itália, as estatísticas oficiais indicam que 35 por cento dos crimes cometidos, a nível nacional, foram da responsabilidade de imigrantes.

(*) Título do Correio da Manhã

21 Responses to Estrangeiros matam em Portugal (*)

  1. 1143 diz:

    Caro maq.zero como sempre a pôr o dedo na ferida e muito bem, temos de deixar de ser hipócritas e admitir o que já é inegável à muito tempo ,pena a esquerda não ver isso ,já agora era interessante saber dos restantes 60% quantos desses ditos portugueses os avós dos mesmos nasceram aqui no nosso Portugal , se fizerem isso vão ver a percentagem a descer abruptamente porque e isto noutra estatística as cadeias estão cheias de pretos .

  2. PFR diz:

    7% cometem 40,5% dos homicídios. Haverá prova mais evidente de causa e efeito? E não se esqueçam que muita gente de origem estrangeira já tem nacionalidade portuguesa, que os ciganos não contam para estes efeitos e muitos africanos também não (pois já nasceram com a nacionalidade portuguesa).

  3. carla diz:

    pois é meus caros nas vossas respostas se ve o porque haver tanto tantos homicidios em lisboa, o vosso racismo é visivel aus olhos de todos, fala-se dos muculmanos em portugal, mas não falam dos brasileiros que estão a ocupar uma grande parte do território portugues, e a roubar tudos os vossos postos de trabalho.por isso a vossa converça é de racismo e não de estrangeiros.abrão a pistana. esta-mos no seclo 21.

  4. carla diz:

    pois é meus caros nas vossas respostas se ve o porque haver tanto tantos homicidios em lisboa, o vosso racismo é visivel aus olhos de todosfala-se dos muculmanos estrangeiros
    em portugal, mas não falam dos brasileiros que estão a ocupar uma grande parte do território portugues, e a roubar tudos os vossos postos de trabalho.por isso a vossa converça é de racismo e não de estrangeiros.abrão a pistana. esta-mos no seclo 21.

  5. A Consciência diz:

    E a carla já demonstrou que de portuguesa não tem nada. Vê racismo em constatações factuais lógicas, denota preferir o sofrimento dos compatriotas à mão destes facínoras do que alinhar a favor deles e de português escrito… vou abster-me de comentar pois todo o comentário da carla reflecte os anos de escolaridade que ela frequentou. Enfim, não será preciso muito para deduzir que a cor favorita desta jovem seja o vermelho e que lhe tenham posto uma cassete nalgum sítio do corpo.

  6. vitor diz:

    !!!nao sejam assim eu sou puro portugues e estou no estrangeiro onde fui muito bem recebido!!!

  7. 1143 diz:

    e o vitor por acaso esta ilegal ? recebe dinheiro e nao faz nada? anda a roubar pessoas honestas ? onde se encontra ofereceram-lhe casa ? tem atitudes intimadores para as outras pessoas ? e dificil conviver consigo ? pensa que e rei e senhor ? e ja agora o pais onde se encontra e fora da uniao europeia ? nao se tentou intregar na nova sociedade? nao quer trabalho honesto? e por ai fora , se respondeu nao maioritariamente entao a situaçao nao e igual (desculpem a falta de acentos , problemas de teclado)

  8. carla diz:

    posso ter pouca escola mas tenho mais capassidade de perçeber que vosse. aposto que uma grande maioria nao perçebe patavina do que estas a falar. pareçes um juiz…nao te perçebi escreve portugues

  9. Eu escrevi português cara carla. E deixe-me ripostar contra a sua opinião. Se alguém aqui não perceber o que eu escrevi ou venha a escrever, tal deve-se ao simples facto de não ser português de origem pois o meu português, caso não acredite, está correctamente escrito/falado. Não creio que eu seja a pessoa com mais capaCidades para o fazer, nem creio que eu perCeba tudo sem ser ensinado mas, decididamente, a carla, antes de me pedir que escreva mais claramente, devia ponderar melhor a quem se dirige por “voCÊ”. Eu não a conheço, nem a carla me conhece. E porque diz que eu me assemelho a um juíz? Não gosta dessa classe? Já passou muito tempo num tribunal? Ou não gosta deles devido ao estado calamitoso da Justiça portuguesa? É que se a última questão for a que mais se assemelha à sua realidade então lamento informá-la de que a Justiça só está como está devido ao novo Código Penal e aos sucessivos (des)governos que ela tem sofrido. Quiçá derivado de ter sido gerida por complexados de esquerda. Da nossa esquerda. Aquela rasteirinha.

  10. carla diz:

    pesso desculpa pelo VOSSE VOSSE ……..nao perçebi se quer saber a minha opinião ou a minha vida pessoal…ou a minha escolaridade ?????????como vosse mesmo diz não o conheço de parte alguma…. há e escrevo da maneira que me dá na gana…com ou sem erros,´porque nao é meu professor……….

  11. carla diz:

    realmente nem sei prque lhe estou a dar resposta porque realmente depois de ler tudo não há resposta a tanta!!!!!!!! pense o que quizer…

  12. Alex diz:

    Embora compreenda a posição que a sra. Carla está a tomar, a verdade é que contra factos não há argumentos… E a verdade é que o elevado numero de assaltos que se tem notado nos ultimos tempos têm sido criados por emigrantes, independentemente da raça. Mas também não acredito que se deva julgar todos por os erros de uns, pois o capital e emprego trazido por estrangeiros tabém ajuda um pais, e é de não esquecer que são vários os portugueses que se encontram fora ( quase 5 milhões, visto sermos um pais de 11…) e por isso mesmo “estrangeiros”… portanto que tal um pouco mais de benevolência…

  13. Jai Bettancourt diz:

    Como explicar que as estatisticas da delinquencia dos portugueses em França são inferiores à dos proprios françêses ?

    Mas agora em Portugal è como em França, se os portugueses gostam muito desse tipo de imigrantes, è de ir a viver no meio deles nos seus bairros, e mais ainda de os acarinhar nas suas pròprias casas.

    E tambem de salientar que a grande maioria dos portugueses conheceram condições bem piores no seu pròprio paìs do que os imigrantes que chegam agora dentro de condições bem melhores, o que não os impede de reclamar das suas situações pondo as culpas no racismo dos portugueses.

  14. Jai Bettencourt…nem mais! Acertou na mouche. Ou, se calhar, é o único que vê, logo, é o único que pode acertar no alvo:) Em terra de cegos, quem tem olho é rei. Ah dona carla nem imagina a alegria que me deu ao mostrar que afinal até sabe escrever português! O que me levanta uma nova dúvida…Porque raio então se diverte a escrever mal e porcamente? Eu apoio o facto da senhora escrever em português. Eu e mais outros tantos tenho a certeza. E tem razão quanto ao facto de não ser seu professor sem dúvida. Eu não aturo os filhinhos dos outros;) Não tenho paciência. A que tenho vai direitinha para os meus que são os que a merecem por inteiro. Não sou professor mas, se quiSesse, era.

  15. E também concordo com o Alex. É uma pena que, por culpa de uns quantos, que até podem ser a maioria (não é isso que está em causa), os imigrantes honestos que cá temos, e que até não são poucos, possam vir a sofrer com a escalada criminal a que assistimos impávidos e serenos neste nosso cantinho de merda porque, se alguém ousar legislar mais duramente contra os criminosos, irão logo aparecer vozes a clamar contra o racismo! Pasme-se. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra. E o Alex também tem razão quando diz que, se todos os imigrantes e todos os elementos das chamadas minorias étnicas, são assim tão bonzinhos,porque é que eu não vejo alguém a querer morar em bairros sociais? Ah já sei…deve ser o que chamam de…racismo.

  16. 1143 diz:

    caro Alex já que sabes que existe 5 milhões de portugueses noutros lados , diz-me lá um País onde exista bairros de portugueses como cogumelos no campo onde as casas são lhes oferecidas e a policia não possa lá entrar , qual o País onde as cadeias estejam maioritariamente com portugueses , qual o país em que portugueses sejam ou tenham uma atitude de ameaça para com os locais , com 5 milhões deve haver …não?

  17. carla diz:

    E se é´bom pai não fáz mais que a sua obrigação, mas se não atura os filhos dos outros porque que em vez de me estár sempre a corrigir não fáz só os comentários? afinal não é meu pai…De qualquer modo agradeço o seu intresse pela minha escrita,mas não obrigado , não quero ter um professor que é completamente contra as minhas convicções ,de qualquer modo respeito as sua opinião.também já li os seus comentários e tem uma opiniao diferente,que e algumas também concordo,mas não são todas..

  18. Alex diz:

    Boas a todos, depois de uma pequena vista sobre os comentários fico descansado em ver que o povo lusitano não se encontra com a vista tão enublada relativamente aos emigrantes quanto ás vezes parece.
    Caro “1143” quando me referi aos 5milhões de portugueses fora,não estava a referir me a estes pela negativa mas sim pela positiva denotando que não é simplesmente em portugal que o numero de estrangeiros é elevado. Eu recordo me aliás, de ñ assim á tanto tempo uma entrevista no jornal sobre portugueses em inglaterra que estavam em perigo pois os funcionarios e tambem ingleses no desemprego estavam a fazer protestos contra a contratação de estrangeiros.
    Mas sr/sra.”1143″, eu acho que no nosso pais o problema dos bairros sociais,é que parece um local para o estado largar todos aqueles que ñ “deveriam” conviver com os demais, e pra mim isso sim é criar os tais bairros perigosos, onde tudo acontece, e a dada a altura a policia poderá ñ entra. Eu acredito que em outros paises ( ñ k esta situação só aconteça no nosso) as coisas funcionam de maneira diferente e isso ajuda a que ñ se chegue ao ponto a que chegamos agora, pessoalmente acredito que um maior controle na imigração por parte do estado poderia prevenir que qualquer pessoa sem vontade de trabalhar entrasse no pais, mas visto isso ñ acontecer, concerteza que a melhor opção não será juntar tudo no canto e ver o k dá…
    Quanto aos bairros de portugueses no exterior existem só que ao contrario do que eu axo k deveria acontecer aqui, estes são no meio de todos os outros onde os portugueses têm um espacinho pra se sentirem no meio da sua cultura.

  19. 1143 diz:

    sim caro Alex existem bairros de portugueses mas eu refiro-me é se existem no mesmo país vários bairros espalhados pelo todo do território e se são casas dadas pelo estado , uma coisa é haver uma zona onde habitam muitos portugueses , eu sei que existem mas quando vejo na televisão parece-me haver boa convivência com os locais e por norma são espaços não habitacionais mas sim zonas comerciais , com certeza se nos portasse-mos mal seriamos notícia pela negativa , uma coisa é casos isolados de portugueses que sejam bandidos , isso é diferente porque nós aqui temos no geral demasiados bandidos importados ,já agora o estado realmente não deveria larga-los nos bairros porque simplesmente não os deveria fazer , quanto do nosso dinheiro é gasto nisto? mas isto é resultado das politicas que tivemos depois da dita revolução , onde o bochechas tem muita culpa e os demais amigos da esquerda , para finalizar continuo a achar que a situação do que temos comparada com os portugueses noutros países não é igual , tal como disse a última vez que ouviu falar deles , foi de pessoas que tinham o seu trabalho , não que andavam aos tiros , não que tivessem assaltado todos no comboio , não que tivessem feito um arrastão e por ai fora .

  20. isso e mesmo ??????????????????' diz:

    será que alguem disse aqui no globo chamado terra e nosso,não ta escrito em lugar nenhum,o mundo e de todos, e uma grande pena saber que seres dito humanos, vivem disputando terreno como animais,afinal,somos o q humanos ou animais racionais,até quando todo mundo vai ver que somos nada, e que estamos viver, condicionado a leis que os, governantes nos ipoem é meus caro busca em algum, lugar se temos contrato de recidencia feito por, alguem que dis esse paìs te pertence,deixa de locura não somos dono de nada e podemos ir e vir para onde entendermos,afinal o que ganhamos alem de alguns tempo de vida, curto esse tão minimo tempo, nem aproveitamos,para termos um poco de amor, pelo nosso planeta que está morendo,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: