Cães e deficientes mentais

dogbite

Os adoradores de cães são uma raça que sempre me causou surpresa. Obviamente que terão alguma desculpa, uma vez que se trata, na generalidade de pessoas com sérios problemas mentais. Os adoradores de cães nem pestanejam quando um pitbul desfaz à dentada uma criança de cinco anos mas são capazes de dar um tiro em alguém que maltrate um animal. Esta mãe australiana é um exemplo deste tipo de deficientes que abundam em Portugal. Dona de um mastim que quase matou o próprio filho, de dois anos de idade, a mãe responsabiliza o rebento e diz que o cão não teve culpa.

6 Responses to Cães e deficientes mentais

  1. André diz:

    a maquina continua a sua demanda contra os animais, confundindo responsabilidades, direitos e liberdades. sempre que ouço uma noticia destas fico destroçado. pelas vitimas claro. fico sempre que ouço uma noticia de mais um motociclista desfeito por um automovel descontrolado, uma multidao mutilada por um atentado, uma mulher cruelmente aprisionada e violentada ou uma criança afogada no mar. Mesmo assim continuo a adorar o mar, a mulher, as motas, os cães, a fé humana, etc. Enfim serei apenas mais um debil mental que nao tenho a capacidade intelectual deste autor.

  2. André diz:

    e o que dizer dos restantes animais. desde passaros, cavalos, gatos, touros e muitos outros com os quais o homem convive e que lhe provocam lesões. exemplos não faltam. Somos assim tão limitados ao ponto de termos que exterminar todos os seres vivos à nossa volta porque não conseguimos conviver com eles?

  3. 1143 diz:

    gosto de animais e sempre tive animais à minha volta e sou defensor deles mas isso não me tira a capacidade de ler a noticia e perceber onde o autor do blog quer chegar , é possível que o cão não tenha culpa porque a culpa é dos donos quase sempre , do puto é que não é de certeza , por muito que se goste de animais não podemos coloca-los no mesmo patamar que os nossos filhos ou os dos outros dizer que o sentimento é igual é no mínimo cair no exagero para não dizer ridículo , quem gosta de animais como eu não deve sentir-se ofendido , acho que o autor foi objectivo, é claro que há sempre quem olhe mas não veja tal como noutros assuntos .

  4. CK diz:

    Isso me faz lembrar quando era criança e vi meu pai cortar matar nosso cachorro porque ele teria matado a pata de estimação de minha irmã. Dias depois descobriram que foi o cachorro do vizinho.

    A mãe usou a lógica, afinal, uma criança de 3 anos tem mais inteligência do que um cachorro. Usando a mesma lógica deduz-se que o cachorro tem mais inteligência que ela.

  5. Jai Bettancourt diz:

    Regra de base, os cães são animais fundamentalemente muito invejosos, assim cuidado com as crianças quando o animal se sente desprezado, sobre tudo quando se trata de uma raça potente.

    A maioria das pessoas pensam que o cão faz diferença entre eles e os seres humanos tal como a criança da familia, assim despençam-se de dar uma educação ao cão ocultando as regras da matilha, è assim que acontessem os accidentes.

    Para os cães nos somos a penas outros cães da matilha, assim muita gente pensam que são eles os chefes da matilha, mas jà criàram as condições para que o cão julga sere eles que mandam.

    Eu dou comida ao cão então sou eu o dono, ora o cão pensa o contràrio, ele me dà de comida e faz-me as vontades então sou eu o boss, os outros vão à càça e eu sò como, sobre tudo quando o dono come depois do cão. E depois vai fazer festihnas à filha porque pensa que o cão tambem gosta muito dela.

  6. Máquina Dois diz:

    Máquina Zero, se é que te posso tratar assim, tive a ler o blogue e realmente é interessante, concordo com muitas opiniões tuas, e a tua ironia dá sempre um toque especial a cada post. Não percebo eu, no entanto, a embirração contra os animais e os seus defensores. Não sou nenhum “cego”, sei ver quando as coisas estão mal em relação aos animais, apesar de gostar muito da maioria deles. Não deixo de comer carne por isso, acho que deve existir sim, equilibrio entre os humanos e o ambiente. Acho um insulto gravoso chamares deficientes mentais a pessoas que gostam dos animais, se não gostas de animais, estás no teu direito, mas insultar quem gosta deles é uma falta de respeito. E pensa que se o homem não tivesse domesticado os lobos à milhares de anos, hoje secalhar as coisas podiam ser bem diferentes, para pior, claro.

    Gostava de ver um post teu sobre as sucessivas naturalizações de jogadores de futebol para jogar na selecção nacional.

    Vê esta notícia – http://diario.iol.pt/desporto/fabio-rafael-maisfutebol-futebol-seleccao-manutd/1031210-4062.html

    E vê ao ridículo que isto chegou: “Então nãom queres te naturalizar português para jogar na selecção? Nem precisas de aprender o hino, olha o Deco também não canta…”

    “Se o Brasil não me quiser vou para a selecção portuguesa.”

    “Ah, tá bem. Então depois apita. Vamos fazer da selecção portuguesa um Brasil B.”

    Cumprimentos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: