Justiça (??) africana no Quénia

BruxosQueimados

Cinco pessoas, acusadas de bruxaria, são queimadas vivas na aldeia de Nyamataro, no Quénia. As imagens desta reportagem são extremamente violentas e chocantes.

8 Responses to Justiça (??) africana no Quénia

  1. […] que ainda hoje a África negra continua a dar o seu contributo para a civilizção mundial. Basta ver este vídeo para confirmar […]

  2. Viaki diz:

    A realidade de preconceito no quénia é chocante, o vídeo diz tudo.

  3. Pedro diz:

    A cultura africana no seu esplendor.. Os negros sempre tiverem estas coisas de bater recordes, nao è so nos 100 metros…

    Jà agora, onde estao os nossos negros dos bairros lisboetas que levam a vida a sujar Portugal e a nossa cultura? tratendo nos de racistas, de colonialistas, que temos policia xenofobia?..

    Compreendo porquê esses negros preferem ficar cà em num pais “racista” como Portugal. Entre a selvageria animal prehistorica preferem serem as tristes vitimas dos brancos racistas.

    E verdade que mesmos Portugal sendo um pais pobre da Europa, sempre hà aqui estradas, hospitais, tribunais(mesmo lentos), escolas gratuitas, bombeiros, o 115, os subsidios e mulheres brancas..

  4. brasileiro diz:

    É uma lástima que não existissem vídeos na época da Inquisição e nem das feiticeiras de Salem.

  5. Pedro diz:

    @brasileiro:
    A inquisiçao foi nos seculos XV e XVI.
    Os julgamentos das feiticeiras de salem, esses foram, no seculo XVII.

    Esta selvageria primitiva aconteceu no mês de Março passado em 2009..

    Alias, aparentemente isto nao è um caso isolado, mas sim, uma “tradiçao” cultural desta regiao africana. Mas enfim, visto que sao negros com negros, jà ninguem liga: “è normal”.. Talvez no brasil atè facem a mesma coisa, talvez saibas…

  6. brasileiro diz:

    Sinal de que falta-te a certeza…

  7. brasileiro diz:

    Ao Pedro:

    Esclareço que os episódios referidos, da inquisição e da queima das feiticeiras de Salem ocorreram nos séculos que você apontou. O que eu quis salientar foi o aspecto criminal dessas execuções.

  8. […] para o mundo – sem contar com o canibalismo, com a mutilação genital feminina e com esta técnica de controle populacional, […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: