Violência doméstica é problema cultural dos mulçumanos

WifeBeatingIslam

O número de mulheres assassinadas na Turquia passou de 66, em 2002, para 953, nos primeiros sete meses de 2009. Mas aquilo que seria, aparentemente, um espantoso aumento no número de vítimas da violência doméstica é, essencialmente, uma questão de registo estatístico.

DomesticViolenceTurkey

Num país maioritariamente muçulmano – bater na mulher é algo permitido e até encorajado pelo Islão – a atitude da sociedade e do Governo em relação ao problema da violência doméstica não mudou. Os dados de anos anteriores eram distorcidos, uma vez que as autoridades policias tinham por hábito não aceitar queixas de mulheres, por agressão dos maridos e registar os assassínios de mulheres como resultando de acidentes domésticos (quedas, na maior parte dos casos). Felizmente para todos nós, a Turquia está cada vez mais longe da União Europeia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: