O “banlieu” já chegou a Portugal

Parque das Nações:
“Confrontos envolvem sempre imigrantes”

Pânico no bairro do Pica-Pau:
“Tumulto na margem Sul”

7 respostas a O “banlieu” já chegou a Portugal

  1. Mangusto Gregoriano diz:

    Metam a Fernanda Câncio e o Daniel Oliveira lá no meio deles.

  2. Anónimo diz:

    Ai Zé Manel!!! Estou mesmo a ver que não fazes mais nada da vida…Tens é falta de trabalho no lombo!
    Anda uma pessoa a trabalhar para descontar para malandros como tu!!

    AHHH ouvi dizer que a tua mãe usava burqa e que tu eras bombista…

    hummm…

  3. ana diz:

    Eu gostava de o ver a si se tivesse que sair do seu país para poder sobreviver e se tivesse o azar de ir parar a um país onde nem os de dentro são bem tratados quanto mais os de fora. Quando queremos analisar este tipo de situações não podemos ser assim terra-terra, há muitas questões inerentes a todas estas situações que precisam de ser também analisadas.

  4. loup garou diz:

    A Ana deve ser mais uma bloquista empedernida. Gostava de a ver a viver numa teocracia fascista como a do Irão para que visse o que é o Islão – as mulheres têm menos direitos do que os cães e é essa a filosofia de vida que eles já conseguiram levar para a França e para o Reino Unido, que agora não sabem como se livrar deles.

  5. loup garou diz:

    A Ana deve ser mais uma bloquista empedernida. Gostava de a ver a viver numa teocracia fascista como a do Irão para que visse o que é o Islão – as mulheres têm menos direitos do que os cães, e é essa a filosofia de vida que eles já conseguiram levar para a França e para o Reino Unido, que agora não sabem como se livrar deles.

    No que respeita aos imigrantes, temos pena mas nem para nós, os que cá vivemos, há empregos. Estamos com um uma taxa de desemprego na ordem dos 11% da população e não temos que expiar nenhuma culpa, ou sermos a panaceia universal dos que sofrem nos seus países. Veja se se recorda do que era a África do Sul, a Rodésia, Angola, ou mesmo Moçambique, quando os “brancos” geriam o país, e compare com a actualidade. Estão melhores?

    Acho os “idealistas” todos uns fracos, ao contrário dos islâmicos que não têm dó nem piedade, e é por causa destes primeiros que o Ocidente está neste estado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: