Frei Bento Domingues, fanático anti-americano

02/08/2007

A Igreja ao serviço do comunismo e do terrorismo 

Sabiam que os Estados Unidos, “uma democracia exemplar”, são responsáveis por desencadear, no Iraque, “a maior selvajaria dos últimos tempos”? Ou seja, são os soldados americanos que colocam bombas nos mercados, que se disfarçam de iraquianos xiitas para raptar e matar iraquianos sunitas, que se disfarçam de iraquianos sunitas para raptar e matar iraquianos xiitas? O Frei Bento Domingues, ilustre representante do clero de Esquerda, tenta reciclar o marxismo-leninismo com incenso e água benta, num diário conhecido por defender sempre os criminosos, os imigrantes e tudo o que não seja nem europeu nem americano. Como é possível que alguém com alguma cultura geral e inteligência consiga ser tão fanático e obtuso, quando se trata de de destilar ódio irracional contra “uma democracia exemplar”?


A Esquerda no seu melhor

01/15/2007

O esplendor inigualável do Tiago Pregueiro

Autor : Tiago Pregueiro
URL : http://balloon.wordpress.com/
Comentário: Você ainda tem seguidores? Que tristeza!

Autor : Tiago Pregueiro
URL : http://balloon.wordpress.com/
Comentário: Homofóbico é pouco! Só gostava que o seu filho fosse homossexual para ver se você aprendia a não discriminar as pessoas!

Autor : Tiago Pregueiro
URL : http://balloon.wordpress.com/
Comentários aqui e aqui: Bin Laden não é de todo inimigo dos EUA (..) Não sei porque razão Bin Laden assumiu esta posição (Nota: responsável pelo 11 de Setembro) (…) nunca houve uma investigação, um julgamento, nada que prove que foi Bin Laden o culpado. E o facto de ele ter dado entrevistas de duvidosa veracidade não prova nada. A única prova de que foi Bin Laden veio da boca da admnistração bush (…) E porque não os próprios EUA prepararem algo tão monstruoso como um ataque no próprio solo? Porque não? Afinal todos ficaram a ganhar, desde as grandes construtoras, empresas de alimentação, etc… E claro as empresas de ARMAMENTO (…) O que é certo é que não existem provas de que foi Bin Laden. Ponto. E por outro lado existem provas que apontam para algo inimaginável mas a meu ver possível, o ataque a mando dos próprios EUA. Sim, as provas podem ser coincidências podem até nem fazer sentido, mas ao menos alguém as mostrou, defendendo assim o seu ponto de vista. Já os que acusam Bin Laden nunca provaram nada (..) Acha que por os EUA e os seus aliados terem ofendido o Islão que Bin Laden deveria ter feito alguma coisa? Então todos nós deveríamos ter feito alguma coisa quando os ingleses e americanos foram para o Iraque manchar a nossa civilização cometendo crimes horrendos, piores que qualquer atentado. Mas não fizemos! A Al-Qaeda surgiu como guerrilha para se defender da política americana e israelita para o médio oriente. Nem todas as organizações são pagas pelos EUA, mas acredite que muitas o serão (…)


Um muçulmano ignorante e pouco inteligente, mas que promete reagir violentamente…

12/24/2006

soliviolento.jpg

O “soli”, muçulmano que ensina os seus irmãos a navegar anonimamente na Internet “fora da alçada dos serviços de informação dos governos”, deixou um longo presente de Natal, aqui no blogue. No conjunto de dislates que alinhavou, “soli” culpa a CIA e a Mossad pelo 11 de Setembro e pelos atentados de Londres e de Madrid; proíbe-nos (?) de citar o que escreve, na Comunidade Islâmica da Web e – como bom muçulmano – mostra que é um homem adepto de uma religião de paz, dizendo que, se eu ou o Sliver (Observatório da Jihad) “distorcerem o que eu escrevo e referirem-se a mim sobre o que escrevo em fóruns privados, REGIREI VIOLENTAMENTE, porque quem não sente nem é filho de boa gente.”

Força, “soli”! Mostre a todos como é que a religião da paz, o Islão, funciona, quando os seus adeptos são criticados!

Algumas pérolas deste fabuloso muçulmano, que escreve em sítios públicos na Internet, mas que não autoriza que o citem e ameaça reagir violentamente contra quem o fizer:

  • Não permito que façam insinuações sobre mim, e peço que me deixem em paz porque eu não quero saber deste blogue ou outros.” – Ainda bem que não quer saber deste blogue, ó “soli”. Só não percebo o que você anda aqui a fazer!
  • “Não os autorizo que copiem o que eu escrevo (…)” – Se não quer ser citado não escreva um sítios públicos na Internet…
  • “Eu estou a consultar um advogado e vou mesmo accionar contra quem cote o que escrevo sem minha devida autorização.” – Se o seu advogado for tão inteligente como você, até acredito que sim.
  • “Sou contra o estado “Big Brother” a andar vigiar e controlar o direito à opinião pessoal, ou o que lemos e eu ensinarei a quem queira aprender navegar anonimamente.”– Obrigado, ó “soli”! Quanta generosidade sua!
  • “Para mim todos os seres humanos são iguais mesmo que sejam ateus.” – Mesmo os que são ateus? Ó “soli”, você é mesmo um muçulmano generoso! O Corão diz para não se ter piedade dos ateus! Veja lá, você ainda se transforma num mau muçulmano, com esses acessos de generosidade!
  • “Eu gosto de todos, e digo-vos que até já tenho amizade pessoal com judeus sionistas que sabem que eu odeio o que fazem mas tomam café comigo e já almoçamos e jantamos juntos e até comungamos muito mais porque eles são mesmo muito inteligentes e homens de grande flexibilidade mental e racionalidade.” – Pois. O mesmo não podem eles dizer de si, ó “soli”!
  • “Sobre o terrorismo internacional cada um tem a sua opinião, porém asseguro-lhe que muitas das barbaridades que se cometem fazem parte dos programas de contra-insurreição operados pelas CIA e MOSSAD.” – Obrigado, ó “soli”! Faltava cá um muçulmano a dizer que o 11 de Setembro foi feito pela CIA e pela Mossad! Essa é original!
  • “Existem 1200 milhões de muçulmanos e só um ínfimo número destes estão prontos para fazerem coisas contrárias ao Islão. A revoltas destes é causada pelo ódio que as forças anti-islâmicas têm promovido ódio este reflectido por blogues como este que nos insultam diariamente.” – Pois. Claro. Foi por causa do que eu escrevi neste blogue que os jovens muçulmanos estoiraram com as carruagens do metro em Londres e do comboio em Madrid.
  • “Não vou mais regressar a não ser que seja objecto de grande provocação.” – Então, ó “soli”, podes ter a certeza de que vais voltar!
  • “Não vou dar publicidade a blogues nojentos como este.” – Vinda de quem vem, uma afirmação destas é um elogio!
  • “Que escrevam o que queiram. Se distorcerem o que eu escrevo e referirem-se a mim sobre o que escrevo em fóruns privados, reagirei violentamente, porque quem não sente nem é filho de boa gente.” – BUUUUUUMMMMMM! (som provocado pelo muçulmano “soli” a reagir violentamente…)
  • “Nem Sliver nem máquinazero têm o direito de me cotarem porque não os permito, porque me assiste a autoria do que escrevo.” – Ó “sóli”, desculpe lá, mas você é muito pouco inteligente! Anda a escrever em sites públicos na Net e depois diz que ninguém está autorizado a citá-lo? Não lembra ao Diabo! (Já agora, “to quote” traduz-se por “citar”, em Português. Cotar, meu caro, é na Bolsa – “Stock Exchange”…)
  • “A Comunidade Islâmica da Web contém este aviso no rodapé. Se eles quiserem cotar-me devem pedir autorização. Não podem copiar e colar aqui. A permissão deverá ser pedida nos sítios onde escrevo. O que escrevo embora sejam lugares de leitura pública, ests são espaços privados como as regras o dizem, e estão abertos só à escrita pelos membros.” – Meu Deus, que fazer perante tão dramática falta de inteligência?

Já agora, o patusco do “soli” resolveu esclarecer os seus irmãos muçulmanos da Comunidade Islâmica da Web e colocou lá um segundo comentário, entre o choramingas tipo “Calimero” e a vítima perseguida pelo mundo inteiro. Escreve ele que a sua primeira mensagem provocou ataques à sua pessoa em “pelo menos por dois blogues venenosos contra o Islão.” (adivinhem quais são!) O “soli” lamenta que os autores desses blogues sejam anónimos (coisa que ele não é…), mas admite que de nada serviria saber a identidade dos seus autores, porque os muçulmanos “nunca venceriam casos de honra pessoal em tribunais, principalmente neste ambiente hostil de islamofobia” (coitadinhos!!!). “Soli” recomenda a todos os internautas que tenham cuidado coma CIA e a Mossad (“aconselho vivamente a todos os membros e visitantes a escolherem o anonimato quando viajam pela Internet. Os israelitas e os americanos têm vários serviços de “proxies” e devem ter o cuidado de não os usar.”)

Força “soli”!! Você é a prova viva de tudo aquilo que escrevi, neste blogue, sobre os muçulmanos!!!


Confissões de um jornalista perturbado – Carlos Narciso e a luz na estrada de Damasco

12/19/2006

blognarciso.jpg

Em tempos que já lá vão, era o homem que fazia as melhores reportagens de guerra no canal de Pinto Balsemão. A última vez que ouvi falar dele, andava a assessorar um ministro qualquer. No seu blog, Escrita em Dia, Carlos Narciso diz que não é “fervoroso partidário de teorias da conspiração” mas admite que elas existam. Acrescenta que “quem me quiser convencer, tem de trabalhar um bocado e apresentar provas e não, apenas, meras conjecturas.”

Mas depois de ter visto meia-dúzia de fotografias do Pentágono após o 11 de Setembro de 2001, milagre! Carlos Narciso converte-se à teoria da conspiração: “Isto cheira a história mal contada, não acham?” Lá vai mais um patusco engrossar as fileiras dos que afirmam ter sido George Bush que mandou os agentes da CIA fazer o 11 de Setembro. Coitado! E lembrar que até foi um bom jornalista…