Direito de olhos em bico

03/13/2007

Professores universitários reprovados em teste para magistrados

Mão amiga – não uma mão invisível, mas apenas discreta – que já colaborou várias vezes com este blogue, fez-nos chegar recentemente uma deliciosa notícia de um diário macaense, o Ponto Final, sobre um concurso para um curso de formação de magistrados judiciais, em Macau. 209 candidatos, dos quais apenas dois tiveram nota positiva nas provas escritas. Entre os candidatos, “uma conservadora de registo da RAEM, um notário privado, vários professores de direito em universidades de Macau e um grande número de técnicos superiores de diversos serviços públicos. Todos com média inferior a 7 valores, alguns com notas mesmo muito próximas do zero!”, escreve o jornal. Ao que consta, ainda haverá uma Faculdade de Direito em Macau, com professores idos de Portugal. Bem podem limpar as mãos à parede, como diz o povo.