Argumentos a favor de cães e contra crianças

04/21/2009

dogattackchild

Leitor interessado na questão dos cães que desfazem crianças regressa ao argumento de que é preciso responsabilizar e educar os donos, porque os cães não têm culpa. Com todo o respeito, sugiro ao leitor que enviou o comentário abaixo reproduzido que vá falar com as famílias de algumas das crianças que foram mortas, nos últimos meses, em Portugal, por cães de grande porte. E que lhes explique que têm de ser compreensivos e de perceber que a culpa não foi dos cães…

Comentário, colocado aqui:

É importante compreender que os acidentes acontecem com diferentes raças e não apenas com as raças mais mediáticas é necessário compreender os motivos dos acidentes e acima de tudo procurar soluções que permitam resolver ou diminuir a taxa de incidentes que se verifica actualmente.”
“Já foram feitos estudos e experiências noutros países, comprovando que efectivamente a exterminação de determinadas raças não erradica os problemas. O facto das raças punidas por lei serem diferentes de país para país também indicia que o problema esteja mais relacionado com os proprietários e criadores do que propriamente com os cães.”

É possivel criar condições, leis, regulamentos e normas que devem ser cumpridos pelos criadores e proprietarios de forma a minimizar o risco de acidentes e voltar a credibilizar as raças em causa e sensibilizar para a perigosidade que pode representar a posse de um animal sem a consequente responsabilidade de o possuir.”


Cães e deficientes mentais

03/25/2009

dogbite

Os adoradores de cães são uma raça que sempre me causou surpresa. Obviamente que terão alguma desculpa, uma vez que se trata, na generalidade de pessoas com sérios problemas mentais. Os adoradores de cães nem pestanejam quando um pitbul desfaz à dentada uma criança de cinco anos mas são capazes de dar um tiro em alguém que maltrate um animal. Esta mãe australiana é um exemplo deste tipo de deficientes que abundam em Portugal. Dona de um mastim que quase matou o próprio filho, de dois anos de idade, a mãe responsabiliza o rebento e diz que o cão não teve culpa.


Maçarico de bico direito, o novo lince ibérico

11/19/2007

Já cá faltavam os protectores das lesmas, os apreciadores dos caracóis, os defensores dos moluscos e a associação dos amigos das amêijoas. O aeroporto em Alcochete pode estar em risco, porque uns passarocos se alimentam ali na zona.  Os ditos bichinhos dormem num sitio e alimentam-se noutro. Portanto, podem colocar os aviões em risco. Nada que uns disparos de caçadeira ou uns falcões treinados não possam resolver. Aguardamos com expectativa e ansiedade os maluquinhos que se irão acorrentar às escavadoras para impedir que uns quantos maçaricos de bico direito sejam chacinados. Força, força, camaradas, como se dizia nos tempos do Vasco. Acorrentai-vos e bem, de forma que nunca mais vos soltem.


Socialistas e patetas alegres – Depois dos direitos dos símios, os direitos dos robôs

12/21/2006

direitos-para-todos.gif
O PSOE, partido socialista espanhol, anunciou em Abril passado a apresentação de uma proposta para conceder direitos humanos aos grandes símios – gorilas e chimpazés. Gente de má-língua afirmou, na altura, que a proposta tinha como objectivo aumentar a base eleitoral dos apoiantes de Zapatero. Um relatório de um ‘think-thank’ inglês garante que, no futuro, os robôs acabarão por ter direitos, tal como os seres humanos. Ao ler isto, estive quase para comentar que nada me admira, uma vez que até há portugueses que defendem que qualquer imigrante deveria ter o direito a votar nas eleições nacionais, como o patusco do poeta socialisto-monárquico Manuel Alegre.