O silêncio dos pacóvios

gnr01.jpg

Esperei até hoje, antes de comentar este episódio. Um agente da GNR foi baleado, depois de um suspeito ter resistido á abordagem dos agentes da autoridade. O inicidente foi notícia discreta. Não houve reportagens de página inteira, nem foi entrevistada a família do soldado da GNR, como fez o jornal Público, aqui. Não houve descrições emotivas (“xxx disparou. Para a cabeça do xxxx…”), como fez o jornal Diário de Notícias, aqui. O Bloco de Esquerda não emitiu nenhum comunicado nem pediu a presença de qualquer ministro no Parlamento, para explicar fosse o que fosse, como fez quando aconteceu isto. E o digníssimo Inspector-Geral da Administração Interna, o juiz-desembargador Clemente Lima, não tugiu nem mugiu, ao contrário do que fez aqui. É esta a diferença entre um bandido ser atingido a tiro, quando foge à polícia, e um agente da autoridade ser alvejado, quando nos defende a todos nós. Embora alguns não o mereçam.

2 Responses to O silêncio dos pacóvios

  1. Jaï bettancourt de carvalho diz:

    Por informação !

    Depois dos ataques as forças da ordem,nos “Tarterêts”, “Mureaux”, “Epinay sur Seine”.

    Seguintes as minhas fontes, são grandes confrontes em varias cidades françêsas que se estão multiplicando.

    Não são motins, nem actos de vandalismo, mas confrontos pessoais e fìsicos entre jovens e forças policiais.

    http://www.leparisien.com/home/info/faitsdivers/index.htm

    “”””Agression
    Quatre jeunes interpellés à Massy
    Le Parisien, le 19.10.06
    QUATRE PERSONNES ont été interpellées, hier matin, dans le cadre de l’affaire des policiers agressés samedi soir à Massy (Essonne). Les suspects, âgés de 17 à 21 ans, sont originaires de la cité des Grands Ensembles à Antony (Hauts-de-Seine). Tous connus…””””

    http://www.leparisien.com/home/info/faitsdivers/index.htm

    “””Seine-et-Marne
    Un agent blessé en Seine-et-Marne
    Le Parisien, le 19.10.06
    HIER SOIR, vers 18 h 30, une bagarre a éclaté dans la salle des pas perdus du palais de justice de Melun (Seine-et-Marne). Elle a opposé une quarantaine de jeunes venus soutenir des camarades impliqués dans une affaire de trafic de stupéfiants aux forces…””””

    Não tive tempo de tratar todas as informações, mas è sò uns exemplos entre os varios confrontos que se estão multiplicando todos os dia, mais hà bem mais em toda a França !

    O que se passa na realidade è , que as forças policiais téem ordems para não magoar os indevidos para não haver (bavures) então eles aproveitam-se dessa situação para aumentarem o degrau de violencia !

    De aqui pouco, de um lado ou outro haverà mortos, e a situação serà incontrolavèl !!!!!

    Estejam atentos !!!!!ù

  2. Meu caro dia 27 de Outubro é que a coisa rebenta. É o 1º aniversário da morte dos dois coitadinhos que iam a fugir à polícia e morreram eletrecutados…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: